<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Informação estival

segunda-feira, 15 de agosto de 2005
O Pharmaceutico vai "lazeirar" um bocado!

Mas antes não se pode deixar de assinalar a "expressiva" vitória do Benfica sobre o Vitória de Setúbal. Vai lá, vai ... .

Sobre presidenciais

sexta-feira, 12 de agosto de 2005
Parece óbvio - e já aqui foi dito - que não tem qualquer sentido sustentar-se que Soares na presidência da república seria mais perigoso para o actual governo do que Cavaco.

Pode ser que esta explicação de Rui Ramos, no DE, possa servir para os apoiantes de Cavaco ficarem definitivamente esclarecidos e procurarem outro argumentário mais convincente.

Para mais tarde recordar ...

Já tivemos fotografias de Soares a passer em cima de um elefante e sentado numa tartaruga!

Já tivemos fotografias de Cavaco a trepar a um coqueiro e a nadar em salsas águas!

Então será que não vamos ter nem uma só fotografiazinha de Sócrates a atirar(se) a um leão?

Dead line

Vamos ver se um dia Costa, o primeiro ministro substituto, agradado com o lugar e fartinho do primeiro ministro pinto de sousa, aliás sócrates, lhe perguntar se deve regressar ou não ao país, lhe diga que já não vale a pena regressar ... porque já não é preciso!

Avaliação do desempenho

A qualidade de um primeiro ministro mede-se pelas vezes que telefona, "do meio dos leões", ao primeiro ministro substituto a perguntar-lhe se numa situação calamitosa de incêndios deve ou não regressar de imediato ao país (ele que nem sequer é bombeiro!).

Certezas

«Não há aumento de impostos em 2006», afirma o ministro das finanças, com a mesma segurança com que poderia afirmar que "o preço do petróleo não aumenta mais".

Faltas

Na reunião com o ministro da administração interna, os governadores civis disseram que não houve falta de meios nos combates aos incêndios.

Nos governadores civis é que se notou uma imensa falta ... de dignidade e de vergonha!

Dormência ...

quinta-feira, 11 de agosto de 2005
O ministro de Estado e da Administração Interna, António Costa, disse hoje no Parlamento que o primeiro-ministro esteve ao corrente de toda a situação criada com os incêndios da última semana e meia e que considerou desnecessário o seu regresso antecipado do período de férias.

António Costa informou ainda os deputados das comissões parlamentares de Assuntos Constitucionais e da Agricultura que o Presidente da República se disponibilizou para fazer uma intervenção pública sobre a concentração de fogos na semana passada. No entanto, António Costa considerou desnecessária essa comunicação de Jorge Sampaio, assegurando que a situação estava sob controlo.

“Tudo o que era necessário fazer, foi feito”, observou o ministro


O país caiu numa total dormência e estupor.

Ao governo já é possível dizer e fazer tudo o que lhe der na real gana!

Sim ou não?

António Parada é o candidato do PS à Junta de Freguesia de Matosinhos.

(Entre parentesis, António Parada foi um dos envolvidos nos acontecimentos na lota de Matosinho que ditaram a morte de Sousa Franco).

1. Constata-se que no PS, o castigo por factos graves é a indigitação para presidente da Junta de Freguesia.

2. Será que Soares, na campanha das presidenciais, deve/não deve ir a Matosinhos? (assinalar com um círculo a solução que achar mais conveniente).

Acabou-se ...

Acabou-se o direito ao "direito á indignação"!

Tudo caladinho e na melhor ordem!

A bem da Nação (que diabo, tenho a impressão que já vi isto escrito algures .... .)

Uma questão de travões ...

Neste tempo de canícula ou de chuva, de remanso, e de despreocupado relaxamento neuronal, cai bem mais uma "laracha"!

Porque "o que está a dar" é aproveitar o que já está feito - porque já foi tudo inventado - mais uma "graçola" que circula no "éter" dos mails.



Um fogo deflagrou num Monte Alentejano.
Os bombeiros foram imediatamente chamados para extinguir as chamas.
O fogo estava cada vez mais forte, e os bombeiros não conseguiam dominar as chamas.
A situação já estava a ficar fora de controlo, quando alguém sugeriu que se chamasse o grupo voluntário da Vidigueira.
Apesar de alguma dúvida quanto às capacidades e equipamento dos voluntários, seria mais uma forma de auxilio. Assim foi.
Os voluntários chegaram num camião velho, desgastado pelos anos e operações de combate.
Passaram em grande velocidade e dirigiram-se em linha recta para o centro do incêndio! Foram mesmo até ao meio das chamas e pararam.
Estupefacta a população assistiu a tudo.
Os voluntários saltaram todos para fora do camião e começaram a pulverizar freneticamente em todos os sentidos.
Como estavam mesmo no meio do fogo, as chamas dividiram-se, e restaram duas porções facilmente controláveis.
Impressionado com o trabalho dos voluntários da Vidigueira, o dono do monte respirou de alivio quando viu a sua herdade ser poupada à devastação das chamas.
Na hora pôs as mãos na algibeira e passou imediatamente um cheque de 5000 euros à corporação voluntária.
Um repórter do jornal local perguntou logo ao comandante dos bombeiros:
- 5000 euros! Já pensou o que vai fazer ao dinheiro?
- Penso que é óbvio, não é? - responde o comandante a sacudir a cinza do capacete... . A primeira coisa que vamos fazer é arranjar a porra dos travões do camião!!!


Neste momento entra (a correr) em cena a Direcção Geral das Florestas, a recitar as Éclogas de Virgílio e a distribuir folhetos aos pastores alusivos ao tema: "Entre a cinza e o verde, você decide".

Efeitos dos descobrimentos

Na Guiné, já lá está o Nino Vieira.

Em Portugal, aguarda-se o Soares.

Conclusão:

Dois países, a mesma mentalidade!

Mexam-se: mais uns lugarzitos disponíveis

quarta-feira, 10 de agosto de 2005
Atenção "pessoalame" do PS e "independentes variados" (com e sem "avental"):

Foi hoje publicado o diploma que (re)cria o Alto Comissariado da Saúde, "inventado" no tempo do Guterres.

Não se prevendo que este alto-comissariado seja "moita donde saia lobo", ainda assim, passa a haver mais 5 -"lugarzitos"- 5 à disposição da "malta fixe": 1-alto-comissário da saúde-1 e mais 4-cordenadores nacionais-4.

Da retórica legislativa não reza expressamente quanto cada um vai auferir de "pré" pelo exercício de tão excelsas actividades (isso foi "atirado" para um despacho conjunto dos ministros de Estado e das Finanças e da Saúde, para não dar tanto nas vistas ...).

Avisa-se, contudo, que o dito "alto-comissário da saúde" do "pântano" guterrista era equiparado, para efeitos remuneratórios, a subsecretário de estado. Nada mau!

Portanto já sabem; agora mexam-se ...

(É verdade: falta dizer que o mesmo diploma legal extingue a Comissão Nacional de Luta Contra SIDA, a tal que era presidida por Meliço Silvestre, que se demitiu face ao insuportável excesso de "boas maneiras" do ministro da saúde ...)

- - SALDOS - -

- FIM DE ESTAÇÃO -

Mudança de gerência

Descontos de 100%


U2 vão ser condecorados por Jorge Sampaio com a Ordem da Liberdade

Carrilhão II

Ao que parece, Carrilho terá mesmo dito o que diz que não disse!

Ora é este tipo de atitude e modo de estar na vida que, hoje, é absolutamente necessária para se ganhar qualquer coisa.

Senão vejamos:

- No governo já temos (pelo menos) um assim! - disse uma coisas antes e depois de lá estar diz o contrário, com mesmo ar de quem passou a vida a respeitar a sua palavra!

- Na presidência da república arriscamo-nos a ter lá outro quejando! - aqui pode ser mais compreensível. A idade não perdoa ... . Contudo o efeito é o mesmo!

Ora digam lá se a presidência da Câmara Municipal de Lisboa, que por sinal é a capital do reino, não merece um do mesmo calibre!

O mais interessante de tudo isto é que continumos a pensar que são os "cargos" para que são eleitos que "aguentam" com eles, e que isso não é nada (ou deixa de ser) conosco!

Mas verdadeiramente o que a contece é que quem "aguenta" com eles somos todos nós.

Será que, lá no fundo, temos algo de masoquistas?

Desculpem ... uma pergunta ...!

Será que pinto de sousa, que também usa josé sócrates, já veio de "ir aos leões" no Quénia?

De qualquer forma, também não há razão para pressas: por cá não se passa nada!

Atenção incêndios!

Antonio Costa vai reunir-se com os governadores civis para debater a vaga de incêndios que tem grassado em Portugal.

Será melhor que os incêndios se acutelem e procurem outras paragens!

Agora é que vai ser dar-lhes sem dó!

Nem um só incêndio vai sobreviver!

Hiroshima e Nagasaki

Há 60 anos, em duas despreocupadas manhãs de céu limpo, mais de 200.000 mortos!

In memoriam II

Nagasaki

9 de Agosto de 1945

Hoje ...

terça-feira, 9 de agosto de 2005
... é mais graçolas! (desculpem, não é só prof. carrilho que têm direito a dizê-las!).

(esta também "apareceu" por "é-maile"):


Mensagem deste nosso "canteiro", para todos os terroristas (al-qaeda incluída ...):

»» Não é preciso virem cá, qu'a gente encarrega-se de rebentar com isto !««

Porcelana para esposas

Face ao acontecido com um candidato a autarca, que "levou" com uns pratos na cabeça, atirados pela mulher (ou mais "finamente", "esposa") de um outro autarca de côr oposta, parce que a Vista Alegre resolveu criar duas linhas de novos serviços da mais fina porcelana, especialmente destinados a esta nova actividade eleitoral.

Os serviços serão decorados a rosa e laranja, e poderão apresentar motivos especialmente escolhidos.

Será de todo conveniente efectuar, desde já, a sua encomenda, pois crê-se que mais para o final de Setembro se comece a registar rotura nos stocks.

O "son"

O son de Cuba (música, entenda-se, não os discursos de Fidel ...) está mais pobre.
Faleceu Ibraim Ferrer, uma das vozes de Buena Vista Social Club.

O que poderia ser hoje Cuba se não tivese Fidel há décadas ?

Carrilhão

"Em menos de um fósforo", Carrilho não apoia/apoia a candidatura de "Soares à presidência"!

Em que ficamos ?

Citação

(outra de @mail)

Nous sommes ici-bas pour rire.

Nous ne le pourrons plus au purgatoire ou en enfer. Et, au paradis, ce ne serait pas convenable.

Jules Renard

Aumento ...

("caida" no @mail)

Frase da semana...

"(...) Acho que, no caso de Soares, o PS foi longe de mais na intenção do aumento da idade de reforma..."

(autor desconhecido)

Gato escondido ...

segunda-feira, 8 de agosto de 2005
Homem abatido em Lagos
PSP intervém em desacato num bar da cidade

Um homem, que entrou esta madrugada num bar da Baixa de Lagos ameaçando os clientes do estabelecimento, foi morto numa troca de tiros com polícias, disse hoje à Agência Lusa fonte da PSP.

O indivíduo, de nacionalidade portuguesa e 35 anos, disparou contra três agentes da PSP de Lagos que se deslocaram ao referido bar. A polícia ripostou, por existir risco de vida para as pessoas que estavam no interior do bar, tendo atingido mortalmente o homem, acrescentou a fonte.

Nem neste nem em nenhum outro texto noticioso é dito que o homem (identificado como de nacionalidade portuguesa, com 35 anos) era "cigano". Até aqui tudo bem ...

Contudo as imagens televisivas (da SIC, p. ex.) acabaram por revelá-lo ...

Aí se viam vários familiares do falecido (inequivocamente ciganos) que exigiam "justiça", naquele seu tom tão próprio - uma exemplar punição dos polícias ... que a vítima era "um santo"!

Moral da história: a imagem e o som revelam demais ...

Rebentamentos

Ao que parece, na Figueira da Foz - atenção banhistas da "praia da claridade" e veraneantes do "picadeiro" - os chinelos de praia ... rebentam!

É noticiado que o candidato do BE à Assembleia Municipal da Figueira da Foz, João Carlos Paulo, terá sido «agredido violentamente» na sexta-feira à noite, cerca das 22:30, pelo menos por cinco pessoas, entre as quais a presidente da colectividade Sociedade Filarmónica 10 de Agosto, Susana Sousa, quando pretendia aceder ao bar dita associação e dirigentes da associação lhe comunicaram que o estabelecimento estava encerrado para limpeza, recusando-lhe a entrada.

O cabeça-de-lista do BE, sócio da colectividade, de 41 anos, foi suturado na cabeça e sofreu ainda escoriações diversas nos braços e nas pernas, tendo apresentado queixa na esquadra local da PSP.

A dita presidente da colectividade, Susana Sousa, negou qualquer agressão, justificando o acontecido porque o referido associado tropeçou e caiu à entrada das instalações, por ter aparentemente rebentado um dos chinelos de praia que tinha calçados. «Ninguém agrediu o senhor João Paulo», acrescentou, indicando que lavou hoje o limiar do edifício, que ficou manchado de sangue.

(Como medidada de segurança face ao aqui acontecido, todos os candidatos autárquicos vão passar a calçar sapatos de atacador com "polainitos"!).

É para isto ...

... que existem juntas de freguesia!

Rodrigues Nada, cabeça-de-lista do PS à Assembleia da Marinha das Ondas (Figueira da Foz), e Manuel Raimundo, que integra a lista e foi presidente da Junta de Freguesia durante 12 anos pelo mesmo partido, contaram à agência Lusa que foram agredidos a murro pelo actual presidente do executivo, António Pedro Almeida, do PSD.

Por seu turno, Pedro Almeida, que se recandidata ao cargo, disse que foi primeiro agredido com pratos de louça na cabeça pela mulher de um dos opositores, durante uma altercação verificada sábado à noite no recinto da ExpoOndas, a mostra local de actividades económicas.

Deve ter sido um espectáculo ... e um exemplo a seguir em todas as eleições!

Donas de casa: vamos a eles!

In memoriam

Hiroxima.

6 de Agosto de 1945

Impossibilidades

sexta-feira, 5 de agosto de 2005
Não há divulgação dos estudos sobre a OTA porque depois o ministro das Obras Públicas ficava sem argumentário!

A respeito da falta de "pios"

Calma ...

A coisa está a compor-se ...

A Associação Nacional de Bombeiros Profissionais já veio "piar", dizendo que a culpa do "descalabro" incêndios não é dos bombeiros ... (porquê? houve algum "descalabro" com os incêndios?)

Para a dita, a lista de culpados do "descalabro" é a seguinte:
- Estado
- autarquias locais e Associação Nacional de Municípios Portugueses
- anterior governo, por causa do seu "Plano de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestias de 2005".

Curioso: não está lá o actual governo ...

Decadências

Carrilho responsabiliza Carmona pela «decadência» de Lisboa

«É [Carmona Rodrigues] o único responsável pelo estado de decadência e degradação da cidade de Lisboa e espero que assuma essa responsabilidade», afirmou Manuel Maria Carrilho

Desconhece-se, porém, se chegou a dizer:

- Volta Santana, estás perdoado!

Incêndios

Ontem todo o país estava a arder!

Continuam por circunscrever mais de duas dezenas de fogos.

A A1 esteve interrompida durante um largo período. O mesmo aconteceu à circulação de combóios na linha do norte.

Viu-se - claramente visto! - na televisão - em todos os canais - que na grande maioria dos incêndios de ontem, bombeiros era raro vê-los!

Meios aéreos, mais raro ainda!

Viu-se - claramente visto! - na televisão - que em Pombal, os bombeiros e os meios aéreos estiveram completamente ausentes dos locais dos fogos, permitindo que os incêndios consumissem tudo à sua passagem.

Reações "inflamadas" (como há uma ano atrás!) perante esta completa calamidade pública:

- Da Liga de Bombeiros - sempre tão pronta a falar - "nem pio"!

- Da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais - sempre tão pronta a falar - "nem pio"!

- Dos edis - presidentes de câmaras e de juntas de freguesia - nada (ressalve-se, ontem, o PCM de Pombal)!

- Dos governadores civis, nada (estão a banhos!)!

- Do SNPC, nada!

- Da "invenção" do actual governo para combater, este ano, os fogos florestais - a Autoridade Nacional para os Fogos Florestais - "mandam-nos" o seu Presidente, que na televisão, e com o ar mais compungido possível, se solidariza com todas as famílias afectadas pelos incêncios.

- Do Ministério da Administração Interna, mandaram-nos, há dias, o ministro, com aquele "bronze", a saltar (com dificuldade) de um helicóptero e a dizer duas "larachas"! Enquanto substitui o chefe (que anda aos leões ...) afirmou que é muito importante que todos se mobilizem para prevenir, vigiar as ignições e apoiar o combate. Mais do que dramatizar os riscos dos próximos dias, temos de nos mobilizar para os minimizarmos. Ou seja: "calem-se e apaguem".

- O Primeiro Ministro, esse está fora (anda aos leões ...) e quando fala, só fala do que lhe apetece e não do que acontece!

- A televisão, só ontem deu um arzinho de "inflamação", mas não há nada como uma comunicação social "domesticada" para um governo poder ter uma vida "em grande"!

Ou seja, este ano quando se trata de falar de fogos: schiiiiiiu!

Barato

quinta-feira, 4 de agosto de 2005
Feitas as contas, verifica-se que a nomeação de um "boy" para o CA da Caixa Geral de Depósitos custa "à cabeça" (ou seja "à entrada"), em números redondos, € 770.000, ou na velha moeda, cerca de 154.000 contos (em indemnizações pagas aos "corridos").

"À saída", ou seja, quando um novo governo os substituir (agora pela óbvia razão de representarem um "perigo político", já que foi por razões de "confiança política" que foram nomeados) vão ser mais umas centenas de milhares de euros.

Nem se pode dizer que seja caro. Afinal andamos todos a "nadar" em dinheiro. É que dinheiro, "nada"!

Contrafacção

Reprodução é a cópia em um ou mais exemplares de uma obra literária, artística ou científica ou de um produto comercial.

Contrafação é uma cópia não autorizada de uma obra ou produto . Essa cópia sem autorização (do titular dos direitos de autor ou do detentor dos direitos de produção) ou em violação da lei constitui contrafacção, punível civil e criminalmente.

Ora a contrafacção incide, fundamentalmente, sobre a queles bens que têm uma especial procura por se tratar de produtos de preço elevado no mercado lícito, geralmente associados a marcas de renome.

É evidente que a contrafacção, não obstante a sua ilegalidade e o prejuizo que causa ao legitimo "produtor" do bem, representa contudo a fase da consagração mundial do bem ou da marca associada.
Na verade só é contrafeito o bem cuja implantação no mercado está assegurada, quer por se tratar de uma marca reconhecida quer por se tratar de um produto de elevado preço. Têm assim a venda garantida.

De uma forma eufemística (para não ferir susceptibiliades) são os países situados para as bandas de onde o sol nasce (mas já não exactamente "onde" o sol nasce) aqueles que mais se dedicam a esta lucrativa actividade.

Ao que parece, Portugal dispõe finalmente de um bem que preenche os requisitos justificadores da sua falsificação: os passaportes.

Que se saiba, deve ser o único bem nestas condições!

Insónia de uma noite de Verão

Para compensar uma insónia de uma noite de Verão, não há como "assistir" (o mais passivamente possível) a uma obsessiva repetição das mesmas notícias sobre os mesmos temas candentes: fogos e Figo!

No meio de tanta locução e entrevista, registam-se estas explendorosas "citações":

- "O vento vioru váris vezes de latitude" - responsável da protecção civil sobre a mudança de direcção do fogo que grassou em Vila da Feira.

- "Agora não se pode cozinhar porque a casa está toda cheia de fumo" - "vila-feirense", depois de o fogo ter chegado até às trazeiras de suas casa, ameaçando-a de destruição.

- "Eu por mim, era o quanto antes" - Figo, o internacional jogador de futebol, no aeroporto, respondendo a pertinente pergunta sobre o seu desejo de assinatura do contrato com o Milão.

Agora com o parlamento de férias e o governo a banhos, à falta de tiradas dos políticos, valem bem a pena estas madrugadas televisivas.

Número de nomeações

quarta-feira, 3 de agosto de 2005
Neste momento já não se contabilizam quantos nomeações já fez o governo, de "tipos", perdão, de "boys" do PS, para lugares de topo da administração pública e de empresas do estado.

Neste momento contabilizam-se apenas os lugares que ainda falta "ocupar". Sempre é um número mais pequeno!

Pano do pó

O Presidente da República, não tendo chegado ainda ao ponto do tratamento dispensado pelo PS e respectivo capataz ao "poeta", anda lá perto.

Segundo reza o Público (com link: milagre!) o Presdiente da República não foi previamente informado das mudanças na administração da Caixa pelo primeiro ministro.
É evidente que no meio da selva do Quénia não deve haver rede de telemóvel e António Costa, pm substituto, deve andar muito atarefado com os fogos e não tem tempo para telefonemas destes.

Ao que consta, terá sido Barroso, aquele malandro, quem habituou o Presidente da República a estas gentilezas institucionais, apenas com o fito de "entalar" agora o PS, menos habituado a regras de educação e bom trato entre titulares de órgãos de soberania.

Resumindo e concluindo:

O Presidente da República anda a ser tratado pelo PS como o "poeta" (rememoremos também, para esta contabilidade, a questão do referendo ao aborto).

Contudo, se ainda não atingiu o grau de "esfregão", para lá caminha.

Mas as evidências demonstram que conseguiu obter, claramente, o grau «pano do pó»!

Habilitações académicas

Resulta de notícia do Público de hoje (sem link) que, para além das licenciaturas adequadas e experiência profissional relevante, o "cartão" do PS é também, por si só, habilitação académica e profissional bastante e suficiente para a nomeação em lugar de administrador da Caixa Geral de Depósitos (mas também noutros diversos cargos à escolha).

Reclamações

terça-feira, 2 de agosto de 2005
O Conselho de Ministros aprovou no passado dia 29 de Julho um Decreto-Lei que estabelece a obrigatoriedade de disponibilização do livro de reclamações a todos os fornecedores de bens ou prestadores de serviços que tenham contacto com o público em geral.
Com este Decreto-Lei alarga-se a obrigação de dispor de livro de reclamações a outros sectores de actividade para além dos já existentes, reforçando-se, desta forma, os procedimentos de defesa dos direitos dos consumidores.


Assim, passam a estar sujeitos à obrigatoriedade de existência e disponibilização do livro de reclamações, nomeadamente, postos de abastecimento de combustíveis, lavandarias, salões de cabeleireiro, institutos de beleza, estabelecimentos de tatuagens e colocação de piercings, estabelecimentos de venda e de reparação de automóveis novos e usados, estabelecimentos de manutenção física, recintos de espectáculos de natureza artística, parques de estacionamento, farmácias, prestadores de serviços de transporte rodoviários, ferroviários, marítimos, fluviais, aéreos, de comunicações electrónicas e postais, estabelecimentos das instituições particulares de segurança social em relação aos quais existam acordos de cooperação celebrados com os centros regionais de segurança social, como creches e lares para idosos, sucursais das empresas de seguros, instituições de crédito e estabelecimentos de ensinos básico, secundário e superior, particular e cooperativo.


Perante um elenco tão detalhado não se percebe bem se o governo quis ou não deixar fora do âmbito de aplicação da lei as "lojas dos trezentos", os "bares de alterne" e aqueles vendedores do "ké frô"?

É vital

Vital Moreira, vem no Público de hoje (sem link), defender, mais uma vez a sua dama. Fá-lo com a convicção de que agora tudo são "favas contadas".

A esquerda, que estava convencida, num primeiro momento, que ganharia apena as autárquicas, está convicta agora de que as vai perder; mas em troca ganha as presidenciais, coisa que nunca lhe tinha passado pela cabeça desde que Cavaco "chegou a barriga à frente" para o cargo.

Acontece porém que nem tudo "são favas contadas".

É verdade que a teorização subtil dos "cavaquistas" sobre a vantagem para o governo da eleição de Cavaco destina-se apenas a testar a finura de espírito da esquerda.

Ninguém acredita que Soares - que acaba de dizer que só fará um mandato - vá levantar problemas ao governo. Pelo contrário; Soares, se presidente, vai tornar-se, prócere, cúmplice e legitimador da "tirania" de sócrates - que entende uma maioria absoluta (naturalmente, do PS) como o meio legítimo para um exercício de poder despótico.
O mesmo (ou pouco menos) que um presidente-fantoche. A não ser que a idade lhe faça ter veleidades políticas para o seus 90 anos!

Mas também não deixa de ser certo que o que a esquerda verberou na dirieita, durante anos - uma maioria, um governo, um presidente - por todos os "perigos" que acarretava, é exactamente o que lhe serve agora para justificar Soares, sem apresentar nenhum perigo e tendo todas as virtudes.

E volta-se ao mesmo: tudo o que é fel na direita é láudano na esquerda!

Na verdade o que agora volta a estar em causa é, antes, a teroria do "todos os ovos no mesmo cesto".

Será que se vai pôr todo o estado - seja a titularidade de todos os órgaõs de soberania - nas mãos do PS?

Será que isso, no momento em que o PS tem pela primeira vez na vida uma maioria absoluta, não constituirá um real perigo para o estado?

Não será mais curial que o país tenha um sistema de "cheks and balaces" assente em diferentes formas de entender a vida e encarar a acção política do que cumprirem-se formalmente os objectivos de divisão de poderes, que afinal, acabam por estar todos irremediavelmente concentrados no PS?

Estamos a caminhar para o partido único (no poder e com acesso ao poder) - o PS!
Os outros partidos vão servir apenas para o legitimar e permitir dizer que o sistema é democrático!

... é sempre o último a saber!

Jerónimo de Sousa avisou Manuel Alegre sobre eventual candidatura de Mário Soares

"Recebimentos"

Esta do ex-Presidente da República Soares ter pedido uma audiência e ser recebido em Belém pelo actual Presidente da República Sampaio (quando ambos estão no Algarve, a banhos!) , para consultas sobre a candidatura do ex-Presidente da República Soares à presidência da República, só pode ser ... do calor!

Onde é que já se viu um proto-candidato a presidente, ex-Presidente da República, pedir uma audiência oficial para falar sobre a sua candidatura ao Presidente da República ... e este recebê-lo?

Pode ser do calor ...
Mas não haja a mínima dúvida: isto é mau de mais!

Lista das faltas

A substituição de Vitor Martins como presidente do conselho de administração da CGD por um "matreco" qualquer até pode ter como justificação a falta de confiança política do neo-ministro da finanças.

Agora, a nomeação de Armando Vara para membro do mesmo conselho é uma clara manifestação de absoluta falta ... de vergonha!

Temos assim que os titulares de cargos podem ser substituídos por falta de confiança política ... ou por falta de vergonha do ministro tutelar!

"Alembranças"

segunda-feira, 1 de agosto de 2005
Criado serviço para utentes participarem danos na estrada

Não tarda nada os utentes passam a andar com um chapéu redondo e uma farda, a ser designados por "cantoneiros", com uma pá, uma picareta e um martelo de britar às costas e um "kit de reparação" debaixo do braço, para reparar imediatamente os danos (em vez de os participar)!

Chama-se a isto uma medida de contenção do défice!

Por este andar, não tarda, podemos mesmo dispensar o estado-administração!

Isso então é que era poupar em obras públicas!

Orfandade

Perguntas (sem maldade):

1. Quando Soares e Cavaco desaparecerem do mundo dos vivos (pois não há garantia de que antes desapareçam do mundo da política) vamos ficar politicamente orfãos?

2. Quando Soares e Cavaco desaparecerem do mundo dos vivos (pois não há garantia de que antes desapareçam do mundo da política) quem vai ser, então, candidato à presidência da república?

3. Que país é o nosso onde não há ninguém, mas mesmo ninguém, que "faça umas flores" na política com qualidade suficiente (e nem sequer é preciso muita ...) para ocupar os lugares de Soares e Cavaco?

4. Com a nova lei da nacionalidade que o governo quer fazer aprovar (é exactamente como está dito: o governo quer que a AR aprove a lei e esta aprova-a!) será que (provando uma total integração dos imigrantes) poderemos escolher um moldavo ou um ucraniano para presidente da república (ainda que para isso se tenha que rever a constituição, o que é mais fácil que arranjar um político português de jeito)?

5. Será que, então, o PS continuará ainda a fazer do seu poeta um "esfregão"?

Subtilezas

Deve haver uma qualquer razão subtil para certos comentadores andarem a espalhar "aos quatro ventos" que, para o PS, a eleição de Soares é mais "perigosa" do que a eleição de Cavaco.

Contudo, esta subtileza até o PS a percebe ...

Lino-tipices de metro

O ministro Lino, de tanto ouvir repetir, aprendeu, finalmente, que nem tudo o que é obra pública é bom para a economia.

Vai daí não tardou a aplicar os novos conhecimentos.
E na inauguração da nova linha do metro do Porto, resolveu dizer que não haveria desisão sobre a expansão do metro a outros munícipios circundantes sem antes se avaliar da bondade dessa investimento (é evidente que o municipio de Matosinhos não estava em causa).

Há coisas que uma vez aprendidas, aplicam-se logo que se mostre conveniente.

O problema

O verdadeiro problema das presidenciais não são os candidatos, não senhor.
O único e verdadeiro problema são os eleitores!

É que nas presidenciais votam exactamente os mesmos eleitores que, em Fevereiro, puseram "este" PS "neste" governo, com uma maioria absoluta, à espera de "tripa forra", porque o governo de então era "de direita", "populista" e "demagógico".

Agora ouvem-se na Assembleia da República os maiores impropérios, apelidando-se os actuais governantes de "gatunos" "mentirosos" fascistas" "bandidos"!

Como é possível confiar em tal discernimento eleitoral?

O "esfregão" III

O putativo candidato "esfregão" "contou", este fim de semana, ter-se dado conta de que, no PS, o andam a tratar como um "esfregão".