<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Reforma administrativa ...

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008
Na informação divulgada pela DGCI referente ao IRS liquidado do ano de 2006 relativamente a cada município, consta (na linha 90 da folha excel) um novo concelho, denominado "Desconhecido".

Ainda que "Desconhecido" foram apresentadas neste concelho 218 declarações de IRS que valeram uma cobrança de 305.765,62 euros em 2006. Quem diria ...!!!

Série "felizmente só a inflacção é que não sobe" (n+2) ...!!!

A taxa de inflação na Zona Euro foi este mês de 3,2%, um pouco acima da verificada em Dezembro último (3,1), segundo as estimativas rápidas divulgadas esta quinta-feira pelo Eurostat.

Desta feita, até a propria taxa de inflacção subiu ...!!!

"A contrario sensu" ...

O chefe do Executivo garantiu que não vai encerrar mais serviços médicos sem a criação de alternativas para as populações

Quer isto dizer que até agora, e contrariamente ao que era afirmado, andaram a ser encerradas urgências sem que fosse disponibilizada qualquer alternativa ...!!!

Sensibilidade e eleições ...

Certo dia: Cerca de meia centena de manifestantes apupou hoje o primeiro-ministro à entrada da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR/N), onde José Sócrates foi presidir à criação do Instituto de Inovação e Investigação

Dois dias depois: "sou sensível aos protestos e compreendo o sentimento psicológico das pessoas".

É no que dão os mais resultados futebolísticos ...

O FERVE (Fartos/as d'Estes Recibos Verdes) vai entregar amanhã na Assembleia da República uma petição, com quase cinco mil assinaturas, para solicitar o fim dos "recibos verdes"

- Ao menos, que sejam encarnados ...! - dizem.

Ia ter graça se toda a gente pagasse assim os seus impostos ...

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008
Um cidadão algarvio decidiu pagar 300 euros de Imposto Único de Circulação relativo ao seu barco com moedas de um, dois, cinco e dez cêntimos, num total de 55 quilos, como forma de protesto pela quase duplicação do valor a cobrar pelas Finanças

Comissão de festas

Foi ontem publicado o regulamento de mais uma comissão de festas daquelas tão tipicas celebrações republicanas, muito laicas e muito socialistas.

Até pode ser que, desta vez, alguém ouça ...!!!

É inadmissível que as garantias processuais, que existem para fazer justiça, acabem por reproduzir e até amplificar desigualdades existentes na sociedade

Leituras

A "remodelação" governamental também tem "leituras". Por exemplo: a ministra da saúde foi uma apoiante de Manuel Alegre nas presidenciais.

Ora, Manuel Alegre tem vindo a dar sinais de evidente incomodidade com a política da saúde do demitido ministro, o que lhe grangeava audiência e lhe dava visibilidade dentro e fora do PS.

Nomeando uma sua apoiante, pode-se dizer que ele ganhou; mas também se pode dizer que, deste modo, o primeiro ministro "força" o seu silêncio e a sua cumplicidade com a política de saúde. Como é que ele agora vai poder dizer que discorda do que vier a ser feito?

Amor com amor se paga ...!!!

terça-feira, 29 de janeiro de 2008
O ministro das Finanças considerou hoje que no caso BCP “não houve falha na supervisão” bancária. “As autoridades cumpriram as suas funções e levaram a cabo as diligências que tinham de fazer”.

O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, acusou hoje o BCP de “delineou uma operação bem montada e bem urdida para se escapar ao controlo das autoridades” de supervisão, “que impediu qualquer hipótese” de os supervisores a detectarem.

Depois das repetidas demontrações de amizade ao governo por parte do governador do banco de portugal é agora a vez do governo retribuir, "metendo-se onde não é chamado" e "culpando" o BCP pelo facto das entidades de supervisão bancária (designadamente o banco de portigal) não terem "supervisionado" nada, nem dado pelas eventuais irregularidades praticadas pelo BCP...

Prego a fundo ...!!!

O bastonário da Ordem dos Advogados disse hoje, em discurso na cerimónia de abertura do ano judicial, que decorreu no Supremo Tribunal de Justiça, que se “fazem negócios de milhões com o Estado”, cujo objecto são bens do património público, “quase sempre com o mesmo restrito conjunto de pessoas e grupos económicos privilegiados”.

O bastonário insistiu que “há pessoas que acumularam grandes patrimónios pessoais no exercício de funções públicas ou em simultâneo com actividades privadas, sem que nunca se soubesse a verdadeira origem do enriquecimento”.

A pedido ...

Ao que "parece", invoca-se oficialmente que a saída dos ministros da saúde e da cultura se deu "a seu pedido" ...

Até pode ser que seja. Mas parece mais que tenha sido "a pedido de várias famílias" ...

(Como a vontade é volúvel. Ainda há dias o ministro da saúde, dizia na televisão, ao Mário Crespo, que o comprimisso dele como ministro era até ao final do mandato e que estava disposto a cumpri-lo ...)

Surpresa ...!!!

Gabinete do Primeiro-Ministro
Nota à comunicação social

O Primeiro-Ministro solicitou hoje a S. Exa. o Presidente da República a exoneração, a seu pedido, do Ministros da Saúde, Professor António Correia de Campos e da Cultura, Professora Isabel Pires de Lima.

No mesmo momento, o Primeiro-ministro propôs a S. Exa. o Presidente da República a nomeação da Dr.ª Ana Jorge como nova Ministra da Saúde e do Dr. José António Pinto Ribeiro como novo Ministro da Cultura.

O Primeiro-ministro solicitou ainda a S. Exa. o Presidente da República a exoneração, a seu pedido, do Secretário de Estados dos Assuntos Fiscais, Dr. João Amaral Tomás e a nomeação para o mesmo cargo do Dr. Carlos Baptista Lobo.

Morto-vivo ...

Quando já nada o fazia prever, a história-mais-que-morta dos aviões para Guantánamo (a "passar" por Portugal) voltou a "estrebuchar" ...

Confundir a beira da estrada com a Estrada da Beira

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008
Bota compara Sócrates a Salazar

Indispensabilidades ...

O Costa da Câmara de Lisboa ainda não obteve o indispensável empréstimo para o indispensável saneamento financeira da câmara.
Porém já obteve do governo os indispensáveis terrenos da frente-rio para as indispensáveis obras de "encher-o-olho" quando chegar o tempo da campanha eleitoral ...

Deve ter sido por causa de pneus "carecas" ...

O F-16 que esta segunda-feira se despenhou na zona limítrofe da Base Aérea (BA 5) de Monte Real aparentava ter "problemas de estabilidade", segundo um popular que diz ter assistido à queda da aeronave

Portugal é mesmo um país de técnicos de aeronáutica ...

Solidariedade ...

O Partido Nacional Renovador (PNR) manifestou em comunicado a sua solidariedade ao Bastonário da Ordem dos Advogados, que em entrevista à Antena 1 disse há pessoas com cargos de relevo no Estado que cometem crimes impunemente

Marinho Pinto deve ter ficado mesmo contente com esta manifestação de solidariedade, principalmente por vir de onde vem ...!!!

Série "felizmente só a inflacção é que não sobe" (n+1) ...!!!

Preço da água vai aumentar 3,64 por cento em Fevereiro

Etiquetas:

"Ele", a falar da si próprio ...

Pergunta - Sente-se de alguma forma culpado pela derrota?

Hélton (ele mesmo, o próprio ...) - Eu? Será? De maneira alguma. Se é por causa do primeiro golo, não sabem o que é futebol. Até porque o Hélton não se esconde de nada e não se defende com ninguém quando falha. O Hélton é o primeiro a levantar a moral da galera e a reconhecer o erro.

Meninos: Vamos lá a repetir ...

A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!! A ASAE é boazinha ...!!!

Perceberam ... ????

Está visto!

O antigo bastonário da Ordem dos Advogados (OA) José Miguel Júdice criticou hoje o actual bastonário, em declarações ao Rádio Clube, por não concretizar as acusações que fez sobre alegados actos de corrupção por dirigentes do Estado

Está visto! Isto só pode querer dizer que Marinho Pinto está certo!

Portugal: the "far-west" coast of Europe

domingo, 27 de janeiro de 2008
Terroristas reuniram-se em Portugal

Os fundamentos dos outros (e os nossos ...)

O ministro das finanças disse que falar muito de corrupção sem fundamentar e sem dados concretos é um exercício que em nada contribui para resolver o problema da corrupção.

Na mesma ocasião o mesmo ministro disse também que temos consciência de que o que se está a passar nos EUA afectará também a Europa e a Zona Euro. Levará a algum abrandamento no ritmo de crescimento económico, mas sem os efeitos dramáticos que podem ocorrer na economia norte-americana.

Ora se falar em corrupção sem fundamentar não contribui para resolver o problema, não é menos verdade que afirmar que a crise económica nos Estados Unidos não se reflectirá de forma grave na Europa, sem apresentar fundamentos para isso, não contribuirá em nada para tranquilizar os fundados receios da sua ocorrência ...

Um fim de semana como antigamente ...

V. Guimarães 1 - Benfica 3

Sporting 2 - Porto 0

Incómodo geral

Perante as "inócuas" denúncias - porque aquilo de que fala já é do domínio público há muito tempo - do Bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, "toda a gente" reagiu com manifesto incómodo. Enquanto as notícias de tais factos andaram pela comunicação social ou por conversas de café, ninguém mostrou desconforto. Certamente na esperança que o tempo, que tudo cura, atirasse para o baú do esquecimento esses factos. Mas certo é que toda o mundo sabia bem deles.

Mas bastou o Bastonário da Ordem dos Advogados falar uma vez neles, relembrando os asuntos, e parece que toda a gente saíu da costumeira letargia, que os políticos estremeceram e os poderes publicos terão acordado - sem bem que bastante incomodados - para estes factos.

Ora como ninguém gosta de ser incomodado no conforto da sua letargia, face ao "abanão" do Bastonário, vá de interpelá-lo para ele indicar nomes, datas e demais elementos das situações que aponta, como se ele fosse criminoso por se limitar a relembrar aquilo que já foi dito e redito pela comunicação social e não só e por "insinuar" ocorrências que já foram notícia por diversas vezes.

Neste caso, o que parece estar a acontecer, como já aconteceu anteriormente em muitos outras situações, é que, perante notícias incómodas mas com o ar de poderem ser portadorasa de alguma verdade "inconveniente", se trata logo de "julgar o mensageiro", por transmitir uma mensagem incómoda ...

Já abriu a época do "patobravismo" ...

sábado, 26 de janeiro de 2008
Uma parcela de 4 mil hectares na herdade de Rio Frio, que atravessa os concelhos de Palmela, Alcochete e Montijo, foi vendida no dia 7 de Dezembro, quando já eram conhecidas das autoridades as conclusões do relatório do LNEC sobre a localização do novo aeroporto internacional

Depois não se diga que o Bastonário da Ordem dos Advogados não tem alguma razão ...

Mais uma espécie em vias de extinção ...

O Governo está a últimar um decreto-lei que acaba totalmente com a obrigatoriedade de escritura pública para as transmissões de imóveis, incluindo compra, venda, doação e transmissão herditária.

Não há-de tardar, os notários extinguem-se, por alterações drásticas no seu habitat ...

Contradanças

Será que é neste fim de semana que vai haver remodelação?

Retomar da normalidade

Em Itália, a vida política está prestes a regressar à normalidade: entra governo, cai governo ...!!!

Record e "figuraço"...

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008
O Bastonário da Ordem dos Advogados conseguiu "aguentar-se" quase um mês sem fazer declarações polémicas ... Um record ...!

Aproveitando a "embalagem" do Bastonário, o PGR resolveu fazer um "figuraço" ...

No final, tudo continua como dantes ...

Cá e lá ...

Se aquela sessão de insultos ("pedaço de merda", "palhaço", "traidor", "vendido") e bordoada no parlamento italiano tivesse acontecido na nossa augusta assembleia, "caía o carmo e a trindade" ... (ainda que, por cá, só se perdessem aquelas que caissem no chão ...)

Neste tempo, ainda havia médico onde ir ...

Raul Solnado - Ida ao Medico

Aproximamo-nos de um perigoso abismo ...

Cientistas fabricam de raiz o genoma de um organismo vivo.
A partir daqui, poderá faltar muito pouca coisa – e pouco tempo – para ser possível criar vida artificial.

Espectacular, se não fosse trágico ...

Transcrição do telefonema do Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) para duas corporações de bombeiros (Favaios e Alijó), de forma a encaminhá-las para o local de um acidente, na sequência de um pedido de socorro de familiares da vítima, que havia caído nas escadas de sua casa, do que acabou por falecer.

(Depois da chamada de emergência, outra operadora do CODU do INEM telefona para os Bombeiros de Favaios)
Operadora (O): – Boa noite. É do CODU do INEM. É uma saidinha para Castedo.
Bombeiro de Favaios (BF): – Diga.
O: – Para o Bairro de Santo António, n.º **. Diga-me uma coisa: a VMER de Vila Real é a mais próxima, não é?
BF: – A de Vila Real já está fechada.
O: – Quanto tempo demora a viatura médica?
BF: – Ainda demora até ao Castedo. Vila Real...
O: – Não. De Vila Real a Castedo?
BF: – Ai. De Vila Real a Castedo? Sei lá.Três quartos de hora.
(A operadora do CODU fala com uma médica que se encontra no CODU)
O: – Doutora, a VMER demora três quartos de hora, mas também não tem coiso aberto...
Médica (M): [imperceptível]
O: – Mas que quer que ponha? VMER não disponível?
M: [imperceptível]
O (Volta a falar com os Bombeiros de Favaios): – Não há nenhum centro de saúde aberto?
BF: – Não, aqui está fechado.
O: – Vamos mandar a VMER de Vila Real. Isto é um masculino, de 44 anos. Quem nos ligou diz que caiu das escadas, deitou sangue pela boca, parece estar morto.
BF: – Diga. Estou?
O: – Sim. Está-me a ouvir?
BF: – Estou.
O: – Estou. Está-me a ouvir?
BF: – Estou...
O: – Ó meu Deus! Eu estou a ouvir. Está-me a ouvir?
BF: – Diga, diga...
O: – Ouviu o que eu disse até aqui ou não ouvi nada?
BF: – Não ouvi. Desculpe lá, estou a ouvir de telemóvel.
O: – Vou mandar vir a VMER de Vila Real. O senhor caiu pelas escadas. Quem ligou diz que já está morto!.
BF: – Ah!... Pois, e agora o que quer que se faça?
O: – Ficha CODU 32...
BF: – Espere aí, que eu agora não tenho aqui caneta!!!
O: – Eu vou ajudá-lo. Vou passar a VMER de Vila Real para ajudar a chegar ao local. Não desligue. (...) Valha-me Deus, estou lixada.
(A operadora do CODU liga para a médica de serviço à VMER de Vila Real)
Médica da VMER (MV): – Sim?
O: – Olá, doutora. É uma saída, para longe.
MV: – Para onde?
O: – Castedo, Alijó. (risos)
MV: – Ok. O que é?
O: – Um senhor de 44 anos caiu pelas escadas. Deitou sangue pela boca. O contactante diz que ele está morto!
MV: – Morto?
O: – Sim. Diz o irmão.
MV: – Pois, coitadinho.
C: – Mas com uma calma gélida, segundo a minha colega.
MV: – Hummm...
O: – Eu vou passar-lhe os Bombeiros de Favaios para dar uma ajudita.
(A operadora do CODU retoma a conversa com os Bombeiros de Favaios)
O: – Estou, Favaios?
BF: – Estou, estou.
O: – Ajude aqui a viatura médica, se faz favor..
BF: – Sim, sim, ora diga lá então..
O: – Estão em linha, pode falar.
(Bombeiro de Favaios e a médica da VMER de Vila Real falam um com o outro)
MV: – Boa noite.
BF: – Boa noite.
MV: – Boa noite. Podiam dar-nos algumas indicações? Onde é o...
BF: – Como, como?
MV: – Se nos podia dar algumas indicações. Onde é...
BF: – Ora bem. Eu não sei como é que vou explicar. Chega ali a Alijó, vai adiante, ao pé das bombas de gasolina. Há uma rotunda à esquerda. Corta à esquerda, para ir ao Intermarché. E segue sempre em frente para o Castedo. Sempre estrada fora.
MV: – Para onde?
BF: – Para o Castedo.
MV: – OK. Pronto, obrigado.
BF: – E agora, o que faço?
MV: – Diga?!?
BF: – O que faço? É preciso ir lá eu?
MV: – (risos). Ó senhor, nós vamos a caminho.
(A operadora do CODU reentra na chamada telefónica)
O: – Ó, Favaios!
BF: – Diga, diga.
O: – Obviamente é para lá ir a ambulância para iniciar suporte básico de vida. Se estiver em paragem. Digo eu.
BF: – Olhe, mas arranco para lá eu?
O: – ... (risos).
BF: – Estou?
O: – Peço desculpa. Eu estou a falar com uma corporação de bombeiros, não estou?
BF: – Está sim. Mas estou a atender o telemóvel.
O: – Então eu estou a dar-lhe uma saída, e pergunta-me a mim o que vai fazer? Nunca tal me aconteceu.
BF: – Desculpe lá, desculpe lá.
O: – Claro que tem de ir para o local com a ambulância e com o colega.
BF: – Então qual é o número?
O: – 32703.
BF: – Posso desligar, CODU?
O: – Pode, pode.
BF: – Arranco então. Vou já arrancar para lá.
O: – Sim, arranque para lá. Avalia a vítima e, quando tiver dados, dá a informação para cá para o CODU.
BF: – Eu estou sozinho.
O: – Está sozinho?
BF: – Estou.
O: – Então como vai sair uma ambulância sozinha?!.
BF: – Não tenho mais ninguém agora aqui.
O: – Como não tem?
BF: – Então como vou fazer!?!
O: – Espere aí! (dirigindo-se para a médica da VMER) Ó doutora, Favaios está sozinho, não tem mais ninguém... (volta a falar com o bombeiro) Não arranja outro tripulante?
BF: – Quem é que vou arranjar agora?!
O: – Qual é a corporação mais próxima além de vocês?
BF: – Só Alijó.
O: – Quanto tempo para chegar ao local?
BF: – É só ir buscar a ambulância e arrancar!
O: – É só ir buscar a ambulância e arrancar! (risos em fundo)
BF: – Cinco minutos.
O: – Mas quanto tempo demora a chegar ao local?
BF: – Daqui ao local são sete a oito minutos.
O: – Dez minutos. Qual é a corporação mais próxima? É Alijó?
BF: – É Alijó.
O: – Quanto tempo Alijó demora a chegar ao local?
BF: – Mais ou menos a mesma coisa. É pegado.
O: – Então vou mandar Alijó. Vou pedir ajuda, para você ajudá-lo a chegar ao local. (desabafo para alguém que está ao lado) Tu estás a ver? Ele está sozinho. “O que é que eu faço?”, pergunta-me ele.
(A operadora do CODU telefona para os Bombeiros de Alijó)
Bombeiro de Alijó (BA): – Estou sim...
O: – Uma saidinha para Castedo.
BA: – Castedo é Favaios!
O: – Pois é. Mas Favaios está só com um senhor e a ambulância. E a vítima pode estar em paragem respiratória. Vai a viatura médica de Vila Real. Não posso enviar uma ambulância só com uma pessoa para fazer uma emergência médica.
BA: – Aqui também não tenho ninguém.
O: – Não tem aí ninguém.
BA: – Não. Só se chamar...
O: – Então...
BA: – Aqui só fico eu de noite.
O: – Só fica o senhor sozinho de noite na corporação? Então se há um incêndio?
BA: – Tenho de tocar a sirene.
O: – Tem de tocar a sirene. Ó valha-me Deus!
BA: – Minha amiga, não temos meios.
O: – (dirigindo-se à médica da VMER) Ó doutora, Alijó idem idem...
BA: – Mas eu vou chamar um colega meu.
O: – Ó doutora. Eu posso mandar ir o de Favaios e o de Alijó. (dirige-se ao bombeiro) O senhor pode ir?
BA: – Vou chamar o meu colega.
O: – Vai chamar o colega. Pronto, então siga. Vá. Bairro de Santo António. n.º **
BA: – Qual é o número da ficha?
O: – 32706, Sabe onde fica?
BA: – Sei, sei. Vou já ligar.
O: – Pronto, obrigada.
(Chamada termina após nove minutos e meio, minutos depois das 04h00 de anteontem)

Uma é verdade, as duas são verdade ou nenhuma é verdade?

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008
1. O ministro das ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, afirmou esta quarta-feira que há vários meses que existem conversações entre a Galp e a companhia iraniana de petróleo para exploração conjunta num campo no Irão.

2. A Galp Energia acabou de revelar que a não assinou nenhum acordo com a empresa National Iranian Oil Company (NIOC), empresa de petróleo do Irão, para a entrada na exploração e produção de gás natural liquefeito naquele país.

Em que é que ficamos?

Qual inflação, qual poder de compra, qual quê ...!!!

O preço do leite vai subir mais de dez cêntimos por litro já a partir do mês de Fevereiro, com o aumento a atingir os 15,6 por cento.

Etiquetas: ,

Não vale a pena bater mais no céguinho ...

Desde 3 de Dezembro que o Governo sabia que o relatório do LNEC apontava Alcochete como a melhor alternativa para a construção do aeroporto de Lisboa, de acordo com declarações de ontem do ministro da Obras Públicas. Mário Lino e o primeiro-ministro, José Sócrates por várias vezes, em Dezembro, desmentiram ter conhecimento das opções do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (Lnec).

Não vale a pena insistir mais.
Já toda a gente sabe que são uns mentirosos impenitentes ... Agora só é preciso que deixem de acreditar neles ...!!!

Etiquetas:

Recompensa pelo desaparecimento de uma miragem ...!!!

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

O ministro das Obras Públicas, Mário Lino, afirmou hoje que em Março estará concluído um plano de acção onde estarão identificados os projectos que visam compensar a região Oeste pelo abandono da localização do aeroporto na Ota


Curioso: a construção do aeroporto na Ota era uma mera possibilidade entre tantas outras, dependente da análise e comparação de um conjunto de condicionantes, de pareceres técnicos, de muitas outras coisas com outras potenciais localizações e, final e fundamentalmente, de uma decisão politica sobre o assunto.

O poder político decidiu que o aeroporto vai ser construido noutro local. Por isso - só por isso - a zona da Ota vai ser compensada ...


Não há-de tardar que outras zonas e outras terras onde foram ou venham a ser feitos estudos para a construção de "qualquer coisa", venham exigir ao governo que as compense, por essas "coisas" ou não virem a ser construídas ou virem a sê-lo noutro lado. É que estavam "cheinhas" de "expectativas" e elas foram "frustradas"...


Ou seja: parece agora que passou a caber ao Estado dar compensações pelo esfumar de miragens ...!!!

Arquivamento ...


O Ministério Público arquivou uma queixa-crime de José Sócrates contra António Balbino Caldeira, autor do blogue Portugal Profundo

Está tudo explicado ...!!!

Chávez admite mastigar folhas de coca todas as manhãs

"Um olho no burro e outro no cigano" ...

O FC Porto readquiriu os nove por cento do passe do jogador que eram detidos por um fundo de jogadores, que também detinha percentagens dos passes de Ivanildo, Vieirinha e Paulo Machado. Operação custou 1,7 milhões de euros

Pelos vistos, a venda do jogador já está a ser equacionada pelo fê quê pê ...

We've got to get in to get out (*) - encore

O Ministério da Agricultura vai utilizar todos os mecanismos legais necessários para recorrer da sentença do tribunal que suspende despachos que colocaram 60 funcionários da Direcção Regional da Agricultura do Norte na situação de mobilidade especial

(*) (re)inspirado em Carpet Crawlers, Génesis

Têm menos sorte com as "urgências" ...

Um dirigente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) disse que o ministro da Justiça reiterou hoje que nenhum dos tribunais actualmente a funcionar será encerrado no âmbito da reforma do mapa judiciário

Ainda assim, quanto tempo irá durar esta "promessa"?

We've got to get in to get out (*)

Sessenta funcionários da Direcção Regional da Agricultura do Norte vão voltar ao trabalho depois do tribunal ter suspendido os despachos que os colocou na situação de mobilidade especial

(*) inspirado em Carpet Crawlers, Génesis

O rabo do gato escondido ...

O governo sempre disse, de forma ribombante, que anunciaria públicamente a decisão sobre o local de construção do novo aeroporto de Lisboa até ao final de 2007.

Depois constou que o LNEC tinha pedido uma prorrogação do prazo para apresentação do seu estudo, prorrogação essa que lhe foi logo concedida - e que foi pretexto para o governo mudar o dito anúncio público da escolha feita para o início de 2008.

Entretanto o governo anuncia que o tratado de lisboa seria ratificado no parlamento - mandando "às malvas" o prometido referendo.
Ao mesmo tempo, o governo recebe o dito estudo do LNEC, lê-o numa noite e toma a sua decisão - o aeroporto vai para Alcochete.

No dia seguinte ao anúncio da não realização do referendo ao tratado de Lisboa (que o governo sabia que era mais uma promessa eleitoral não cumprida, sujeita a acesa critica da oposição, do próprio PS, e mal aceite pelo país) vá de anunciar a constrição do novo aeroporto em Alcochete.

Surpresa ou não, comentários para cá e para lá, reacção das gentes do Oeste, declarações das gentes da Ota, primeiros indícios de quem tem terrenos em Alcochete, enfim, um rôr de coisas interessantes. Entrementes, do "problema" da não realização do referendo ao tratado, nem sinal. Ninguém falou mais do caso: "que se lixe o tratado, o que importa é o aeroporto".
Ou seja, o governo com um aeroporto conseguiu silenciar um referendo ...

Vai daí, soube-se hoje, pela boca do presidente do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), Carlos Matias Ramos, que, de facto, o relatório completo e acabado só foi entregue ao primeiro-ministro no dia 9 de Janeiro, referindo, contudo, que José Sócrates já conhecia "as linhas gerais do estudo na sua totalidade" desde o dia 19 de Dezembro e que o ministro das Obras Públicas teve conhecimento destas conclusões "muito antes".

Moral da história: o "estupor" do gato deixa sempre o rabo de fora ...

Uma no cravo e outra na ferradura ...

terça-feira, 22 de janeiro de 2008
O Banco de Portugal pode vir a rever em baixa as previsões de crescimento para a economia portuguesa, caso se confirme uma recessão nos EUA, disse hoje o governador do Banco de Portugal.

Há coisas mesmo, mesmo, oportunas ...

O que ainda há dias era impensável e irresponsável, passa a agora a ser admitido como verdadeira possibilidade e demonstração de responsabilidade governativa.

Assim, ao que parece, a execução em 2007 foi melhor do que o esperado. O Executivo já tem um objectivo mais ambicioso para 2008 e ganha espaço de manobra para um desagravamento fiscal em 2009

Nada disto teria outro significado, se, por mero acaso dos deuses, o desgravamento fiscal não fosse cair precisamente em 2009, que, decerto por desígnios das estrelas, é ano de eleições autárquicas e legislativas. Dir-se-á: coincidências ...

Pois é: mas há coincidências que são tudo menos coisas do acaso. Aqui, neste caso,"cheira" a que houve "engenharia orçamental" ...

E se não houve, então o governo prova à saciedade que "não sabe às quantas anda" em termos orçamentais e financeiros: prevê uma coisa e sai-lhe outra, estabelece uma política de resultados mas os resultados afinal não provêm dessa política, exactamente como se tudo se passasse fora da sua alçada e do seu controlo ...

Pois é evidente!

Um estudo britânico efectuado na rede de hotéis Travelodge sugere que a noite de domingo é aquela em que os trabalhadores têm pior qualidade de sono, em toda a semana

Claro...! Só de pensar que se tem que trabalhar no dia seguinte, dá pesadelos ...!!!

Mas porquê?

Inspector-geral da ASAE vai hoje ao Parlamento

Será que no Parlamento ainda utilizam colheres de pau na confecção de diplomas legais?

Alpinismo puro ...

Depois de um ter chegado ao topo do BCP, agora um outro madeirense chega ao topo do Kilimanjaro

Este homem tem ciência "às carradas" ...

O ministro das Finanças considerou hoje, em Bruxelas, que as quedas verificadas nos mercados financeiros já eram "de alguma forma esperadas" e significam uma "clarificação" que poderá traduzir-se num "novo arranque".

A lei pelo olho de um médico

O director geral da saúde, arvorado em interpretador-mor da "lei do tabaco", tens uns conceitos estranhos de direito ...
Por sua vontade seriamos todos bombeiros voluntários, quer quisessemos quer não ...

Como fumo ...

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008
Nestes 20 dias de Janeiro esfumaram todos os ganhos da Bolsa obtidos em 2007

Na Lua ...


O Governo português é neste momento o único que, entre os países da Zona Euro, ainda antecipa uma aceleração do ritmo de crescimento económico durante este ano.

Não há emergências ao fim de semana ...

Depois do alerta espanhol de potencial ataque terrorista feito no sábado, hoje, segunda feira, o plenário do Gabinete Coordenador de Segurança (GCS) reúne-se de emergência para fazer o ponto de situação da informação disponível sobre os indícios de ameaça terrorista em Portugal

Está visto que, por cá, as nossas autoridades entendem que os terroristas não devem trabalhar ao fim de semana ...

Desce, desce, desce ...

A Bolsa desce, desce, desce, sem parar ...

Aonde irá parar?

A lentidão do costume ...

Os alentejanos e os algarvios são os portugueses que demoram mais tempo no banho

Quando alguém quiser fumar, abrem a cobertura ...

A temporada tauromáquica começa a 01 de Fevereiro com a permissão de fumar nas praças de touros descobertas, sendo apenas proibido o fumo nos recintos do Campo Pequeno, Évora e Elvas quando fechadas as coberturas amovíveis

Exactamente por isso: é "virtual" ...!!!

Emigrantes desconhecem o Consulado Virtual

"Uma verdade inconveniente"

domingo, 20 de janeiro de 2008
Desde a sua tomada de posse que o governo tem procurado denegrir os funcionários públicos, quer em globo, quem através de ataques a alguns específicos grupos profissionais. A mensagem sempre passada foi a de que constituiam um grupo de privilegiados, as mais das vezes mandriões, que teriam arranjado um lugar no Estado sabe-se lá como e que com isso punham em causa as finanças públicas e, principalmente, o futuro de todos aqueles que trabalhavam no sector privado e que pagavam impostos. Em resumo: se défice havia ele era culpa dos funcionários públicos e das suas inimagináveis mordomias.

Este discurso, fácil e demagogo, pegou como fogo na palha, usando-se para justificar todas as medidas governamentais de "reforma" da função pública e acalentando as mais variadas diatribes contra estes trabalhadores, surgidas de um e outro lado, as mais as vezes de quem nem sequer faz a mínima ideia do que é o trabalho no Estado, mas que gosta de "dizer mal" porque isso está na moda.

Os funcionários públicos que afinal não têm qualquer espírito de classe, e são antes uma mole heterogénea de diferentes categorias profissionais, as mais das vezes antagónicas entre si, realtivamente a algumas das quais o espírito corporativo as impele a discriminar-se positivamente (claro ...) dos demais funcionários, aguentaram calados, todos os vitupérios, esperando com a "cabeça no cêpo" uma "reforma" da administração pública mil vezes anunciada e sempre adiada.

Da anunciada reforma - cujo diploma fundante foi aprovado na sexta feira no Parlamento, depois de expurgado das inconstitucionalidades iniciais - espera-se que venha alterar drásticamente a administração pública, e a transformar os "diabólicos" funcionários públicos em futuros "anjos" trabalhadores da administração. Ver-se-á o resultado ...

Certo é que depois de anos de contínuas referências depreciativas, apliadas pela imprensa e comentadores, eis senão quando começam a surgir notícias de que os "privilegiados" dos funcionários públicos, afinal, andam a perder consecutivamente poder de compra desde 2000. Os malandros dos "priviligiados" afinal andam a perder em "nível de vida" ...

Contudo, são eles que continuam a assegurar o funcionamento de imensa máquina burocrática do Estado - máquina essa, faça-se-lhes a justiça, não foram eles que a criaram ou inventaram.
Essa máquina foi criada pelos sucessivos governos, não para gáudio dos ditos funcionários, mas, as mais das vezes, para prosseguir finalidades e interesses politicos meramente conjunturais, que logo desaparecem mal se esfumam os governos.

"Sem rei nem roque" sucessivos governos - com especiais responsabilidades dos governos do PS - em tempos de "vacas gordas" dimensionaram a administração pública de forma a assegurar fidelidades e votos.
Outras vezes, era só por inépcia que isto acontecia. Desconhecendo ou parecendo desconhecer que a administração pública se suporta nos impostos e que os imposto reflectem o estado da economia, não previam futuras épocas de "vacas magras" quando tomavem medidas relativas à estruturação das administração pública. É quando essas "vacas magras" chegam o remédio é culpar os funcionários públicos pelo descalabro das contas públicas.

Pois bem. Parece afinal que os "estupores" do funcionários públicos, prenhes de privilégios, são os únicos, afinal, que andam a perder poder de compra de há dez anos a esta parte. Não obstante, continuam a trabalhar e a manter a funcionar a máquina estadual e assim a suportar os governos, seus "patrões", que os vituperam, e, afinal, a proporcionar, bem ou mal, à comunidade, as prestaçoes estaduais que esta necessita ou reclama.

Porém dito que foi que eles andam a perder "poder de compra", está dito e pronto. Eles que se aguentem com o facto, que ninguém os mandou ser funcionários públicos. Se estão mal, que se mudem ...

Imaginemos porém que os funcionários públicos, por estas e outras razões, ganhavam consciência de si e faziam como os argumentistas de Holywood ...
Podia ser que então, finalmente, se notasse a falta de quem é tão dispensável ...

Interpretação "médica" da lei

sábado, 19 de janeiro de 2008
O mais caricato de tudo, nos episódios que têm rodeado a aplicação (implacável ...) da "lei do fumo", é caber ao director geral de saúde a interpetação (autêntica ...!!!) das suas normas ...

Ao balcão da Pharmacia

sexta-feira, 18 de janeiro de 2008

A Mesquita Central de Oxford, muito conspícua, com minarete e cúpula, reclamou agora o direito de fazer apelo à oração, com o ruído que a ortodoxia recomenda.
Para quem viveu em Oxford, isto é difícil de engolir. Mas suponho que não haverá grandes problemas. Pouca gente irá protestar contra a “islamização” da cidade e as coisas seguirão em sossego, de acordo com as regras do multiculturalismo.
Já em Roma, um grupo de professores não permitiu que o Papa Ratzinger - um académico, um filósofo e um teólogo - fosse à Universidade de Roma, “La Sapienza”, em nome da laicidade da investigação e do que ele pensa (se pensa) sobre a condenação de Galileu.
Aqui, manifestamente, o multiculturalismo não vale. Vale o velho ódio à Igreja Católica e a intolerância da “correcção política”.

Vasco Pulido Valente
hoje, no Público (versão impresa)

O explicador

Parece que depois das explicações prestados pelo governador do Banco de Portugal no Parlamento, se ficou a saber o mesmo quanto ao que se passou com o BCP ...

Quem é que não gostava se ser despedido desta maneira?

O ex-presidente da comissão executiva (CEO) do Banco Comercial Português (BCP), Paulo Teixeira Pinto, saiu há cinco meses do grupo com uma indemnização de 10 milhões de euros e com o compromisso de receber até final de vida uma pensão anual equivalente a 500 mil euros.

Bendito despedimento ...!!!

O conhecimento já vem de longe ...

Operações suspeitas do BCP acompanhadas pelo Banco de Portugal desde 2001

A tolerância ainda é maiortária

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008
Esta manhã, professores e alunos de “La Sapienza” manifestaram-se contra o que consideraram “um grupo claramente minoritário” de membros da instituição que questionaram o convite feito ao Papa.

Fundamental é ser laico ...

O funamentalismo laicista - que é tão mau e tão fundamentalista como outro fundamentalismo qualquer - manifestou-se contra a presença do Papa numa universidade fundada por um Papa - Roma, La Sapienza.

Só não se comprende como é que esses ilustres e laicos docentes admitem sê-lo numa universidade fundada por um Papa ...
Ou isso é coisa que já não interessa?

Bear ...

Crise financeira já chegou à economia real. As economias mais desenvolvidas estão a abrandar. Esse movimento já se percebe em alguns indicadores económicos, mas a dimensão desse abrandamento é mais fácil de compreender na observação das linhas de evolução das maiores bolsas mundiais. Ontem, a Bolsa de Lisboa perdeu 3%, acumulando uma queda de 11,5% desde o início do ano. É um sinal de que os investidores estão a fugir dos mercados mais pequenos. A primeira indicação de que vem aí uma crise económica.

Até que enfim ...


Apurou-se finalmente que o retrato de Gioconda é de Gioconda !

Privilégios de quem trabalha para o Estado ...

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008
Os trabalhadores do Estado deverão este ano perder poder de compra pelo nono ano consecutivo

É, na verdade, um privilégio, trabalhar nestas condições e ainda ser vituperado ...

O exemplo da evolução

Vara é o exemplo acabado da evolução etimológica: de "bancário" a "banqueiro" ...

Demissão

Eleito que foi para o BCP, Vara já foi "demitido" da CGD ou não? Ou isto foi coisa só para falar na altura e esquecer depois?

E se ...

E se os pequenos accionistas - aqueles que hoje votaram Cadilhe e tantos outros - corressem ao BCP a levantar os seus depósitos ...???

Igualmente pobres ...

O primeiro-ministro, José Sócrates, serviu-se hoje dos mais recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) para defender que os riscos de pobreza e as desigualdades de rendimento estão a diminuir em Portugal

Ainda bem que o "risco" de pobreza e desigualdade está a desaparecer ...

Quer isto dizer que, finalmente, já estamos todos "pobres" e pobres "por igual" ...

Zig-zagues

O PS retirou o Ministério Público e os magistrados dos tribunais administrativos e fiscais da lei dos vínculos, carreiras e remunerações da função pública

Depois dos "igualitarismos" demagógicos e das diatribes inflamadas contra as magistraturas, agora as simpatias acriteriosas ...
Chama-se a isto falta de senso ou de qualquer critério - vulgo, actuar a "olhómetro" ...

Este já está no "papo" ...

O Estado - entenda-se, o governo - já controla mais um banco.

O que é que esperarão do Estado - entenda-se, do governo - relativamemente ao banco de que são sócios, todos aqueles accionistas que votaram - e fizeram-no massivamente - na lista vencedora?

Afinal havia outra ...

terça-feira, 15 de janeiro de 2008
Quem viu, melhor, quem ouviu o Prós&Contras de ontem, ficou a saber que, afinal, a "ideia" do governo para a localização do aeroporto da Ota foi sempre Alcochete ...

Omniciência ...

A prática de aborto clandestino está a diminuir, mas ainda é «um pouco cedo para conhecer exactamente a situação», admitiu hoje o ministro da Saúde, Correia de Campos

Mas se ele é clandestino, como é que se sabe ou pode saber exactamente quantos se fazem para se comparar com quantos se fizeram ...???

E se ainda é cedo para se conhecer exctamente a situação, como é que o senhor ministro pode afirmar, como conclusão, que a prática do aborto clandestino está a diminuir ...???

Será isto omniciência ou puro "palpite" ...???

Finalmente, o efeito pretendido ...

Governo fecha, privados abrem

O ataque do "wild duck"

Joe Berardo vence primeiro braço-de-ferro com eleição do novo presidente da AG

Uma sinecura

De repente, o país acalmou.
Anunciado que foi o não-referendo ao tratado de Lisboa, a construção do aeroporto da Ota em Alcochete e o casamente de Sarkozi sem a devida devassa coscuvilheira, o país quedou-se num marasmo ...

Será "choque" ou o mais absoluto dos desinteresses?

E traquilamente ...

... o Sporting lá desceu para quarto lugar ...

Mudam-se os tempos, muda-se o desemprego ...

Segundo afirmou Bagão Felix, «o desemprego registado através do IEFP tenderia a ser maior do que o do INE. Actualmente sucede o contrário»

Ainda que o quotidiano não dê nenhumas razões para rir, um pouco de humor não fará mal ...

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008
(by mail)

Numa bela manhã de Primavera, uma morenaça circulava num bruto automóvel pela planície alentejana.
A certa altura pára, sai do carro e, ao contemplar aquela imensidão dá-lhe uma vontade tremenda de fazer amor.
Desorientada e excitadíssima, olha em redor e vê um pastor alentejano, um latagão encostado ao cajado e de boné meio atravessado.
Dirige-se a ele:
- O sr. ... desculpe ... não faça má ideia de mim ... mas ... não gostaria de fazer amor comigo aqui mesmo ?
- Atão na havera de gostari ? É pra já !
Ela, dando-lhe um preservativo, diz-lhe:
- Então vá pondo isso, que eu vou só ali ao carro preparar-me.
Quando volta e vê o alentejano a tentar pôr o preservativo pela cabeça abaixo, lamenta-se em voz alta:
- Olha a minha vida! ... Onde é que eu fui cair !!! Ouça lá, isso não é para aí, homenzinho !!! Olha a minha vida !!...
- Na têjas já práí a lamentar-te quê só tô a alargá-lo !!!

Tal e qual como "o Professor" disse ...

domingo, 13 de janeiro de 2008
" We will have to look into what is in the law ".
Antonio Nunes, the cigar-smoking head of Portugal's food-standards agency, who was caught on camera at a New Year's party violating his country's new smoking ban.

Isto só pode significar a internacionalização da ASAE ...

Em três tempos ...

1º tempo - O presidente da Comissão de Orçamento e Finanças, Jorge Neto, disse este sábado que o governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, não quis ser ouvido na Assembleia da República na próxima semana, por precisar de tempo para preparar a sua intervenção na audição parlamentar.

2º tempo - O Banco de Portugal esclarece que Vítor Constâncio “nunca recusou ser ouvido mais cedo” do que dia 24 de Janeiro, a data acordada com o Parlamento para a sua audição.

3º tempo - Porque é que este senhor não se demite imediatamente do cargo?

Tranquilamente ...

A Académica empatou com o Sporting ...

Depois dos ginásios, o gás de garrafa ...

Governo reduz IVA para gás de garrafa

Presume-se, portanto, que o gás de garrafa também serve para fazer ginástica ...

Pois é: amnistias ...

Condenado a 17 anos de prisão por associação terrorista, pena que não cumpriu na totalidade graças a uma amnistia, um antigo dirigente condenado no processo das FP-25, Mouta Liz, provocou um incidente no final do discurso do primeiro-ministro, após o qual, exaltado, se pôs aso berros.

Recomendação

Espera-se que, hoje, o Sporting se mantenha tranquilo ...

Se quiser ajuda para ter tranquilidade, ele que se lembre do Benfica ...

É no que dão as "aventuras" masculinas ...

Homem encontrou a esposa em casa de prostituição

A "crise" acabou mesmo: vem aí o "betão" ...

Obras públicas até 2015 valem 6 pontes Vasco da Gama

Electrotecnia "técnica" (parente próxima do "inglês técnico") ...

Num café, um seu empegado, que também exerce funções de "expert técnico" nos tempos livres (vulgo "caroqueiro"), explicando a uns circunstantes clientes um "problema" eléctrico:

- As "triplas" não são consistentes, oscilam. E quando a electricidade oscila, faz faísca.

Humor em ondas curtas...

sábado, 12 de janeiro de 2008
(by mail)

No hospital, pergunta o médico:
- O senhor é o dador de sangue?
- Não, eu sou o da dor de cabeça!


***

O avião contacta a torre:
- Torre, aqui Cessna 1325, piloto estudante, estou sem combustível.
Na torre, os procedimentos de emergência são imediatamente accionados e todos ficam atentos e tensos. O suor corre em algumas faces. O controlador responde ao piloto:
- Roger, Cessna 1325. Reduza velocidade para planar. Tem contacto visual com a pista?
Responde o piloto:
- Er... quer dizer... eu estou na pista... Estou à espera que me venham atestar o depósito...

***

Dois miúdos estão a conversar:
- O que é que o teu pai faz?

- É advogado.
- Sério?
- Não, um dos normais ...

"Mancha negra"

Espera-se que o Sporting tenha neste fim de semana a mesma tranquilidade que demonstrou em Setúbal ...

Memória

Alguém ainda se lembra de que não vai haver referendo ao tratado de Lisboa?

"Cidade" ...???

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008
Parece que querem construir em Alcochete uma cidade-aeroporto.

Mas então em Lisboa não há ja há um aeroporto na cidade?

Segredo de justiça

Comissão Europeia aguarda informações sobre localização do novo aeroporto

Em retribuição ...

Retribuindo o obséquio do governo francês, que pressionou a organização até conseguir a anulação do Lisboa-Dakar 2008, com base em informações sobre uma potencial ameaça de atentrado terrirista à aventurosa caravana, agora os controladores aéreos portugueses detectaram uma conversação via rádio, em onda curta, onde era veiculado um potencial atentado à Torre Eiffel.

Espera-se agora que os franceses procedam, de imediato, à demolição da dita estrutura ferrosa parisiense, a fim de evitar o dito atentado ...

Depois do anúncio da não realização do referendo ao tratado e da construção do aeroporto em Alcochete ...

Sismo abalou Lisboa, Alentejo e Algarve

Depois de tantas "ex-promessas", até a croste terrestre se ressentiu ...

Não é apenas lamentável ...

Rui Costa referindo-se a José Veiga:

"É lamentável cuspir no prato onde comeu"

Verdadeiramente isso não é apenas lamentável; é também uma grandecíssima porcaria ...!!!

Haja Deus ...!!!

O proprietário de uma pequena companhia de tecnologia na cidade de Buesum, na Alemanha, está a ser processado por demitir três funcionários não-fumadores para os substituir por outros, adeptos do tabaco, por aqueles terem pedido a criação de uma área específica para não-fumadores na empresa.

Tremores ...

Parece que foi registado um tremor de terra no "deserto" ...

Duas é demais ...!!!

Logo a seguir à notícia da não realização do referendo ao tratado de Lisboa, a notícia da construção do novo aeroporto em Alcochete ...

Duas notícias assim são demais para o coração ...

Agora, quem é que ainda terá coragem para criticar a não realização do prometido referendo e a ratificação parlamentar do tratado de Lisboa, sabendo que é da Europa que nos há-de vir grande parte da "massa"para pagar a construção do aeroporto de Alcochete ...?

Oh "carago" ...!!

Estamos mal ...!!!

Já se começa a dizer que em Alcochete pode vir a ser construído o "maior aeroporto da Europa" ...

Já estão em marcha o "deslumbre" e as "caganças" nacionais - o "maior aeroporto da Europa" ...!!!

É que nós cá, quando fazemos, fazemos em grande ...

Por exemplo: quando organizamos um campeonato europeu de futebol não adapatmos "meia dúzia" de estádios já existentes. Não, que isso é "pindérico" ... Nós construimos "uma dúzia" de novos grandes estádios, metade dos quais está hoje "às moscas" e outros ou não estão sequer acabados ou não enchem na maioria dos jogos ... Mas em 2004 deixámos a Europa "rendida" à nossa grandeza ...

Ora, quando agora vamos construir um novo aeroporto, não podemos construir um aeroporto "qualquer", funcional e adequado, que humildemente se limite a dar resposta às necesidades futuras para as quais tenha sido programado ... "Não senhora" ...!!!

Nós, quando construimos um aeroporto, construimos uma "coisa que se veja", à "nossa dimensão" - o "maior aeroporto da Europa" ...

Podemos ficar (mais uma vez) na penúria; podemos não melhorar em nada (e mais uma vez) a nossa vida e a nossa economia; o aeroporto até pode acabar "às moscas" (tal como os ditos "estádios") - mas, em compensação, podemos entrar no "Guiness Book of Records", capítulo "maiores aeroportos" ...

Só isso mostra bem que vale a pena construir o "maior aeroporto da Europa" ...!!!

Atenção às aves ...

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008
Atenção: o patobravismo "construtivo" vai (re)começar ...

Esperam-se novos modelos de Mercedes, BMW e Audis a circular nas nossas estradas, mais vivendas com "piscine" coberta e aquecida, casa no "Allgarve" ou na "West Coast", férias de verão em Bali ou no Brasil e "bate-cus" na neve de inverno ...

Finalmente, já temos outra vez grandes obras públicas (não importa onde ...), que hão ser pagas por mais "fundos comunitários" que, enquanto durarem, hão-de dar mais "fôlgo" ao consumismo nacional e àquele "crescimento económico" que se "esvai como fumo", ainda o betão não acabou de secar ...

Depois, quando o betão acaba, o país lá há-de voltar, também como de costume, àquela pindérica e vil pobreza, triste e arrastada, a resmungar que "a madrasta" da "economia nacional" nunca mais cresce ...

Fazem o obséquio ...

Pede-se encarecidamente aos poderes públicos - vulgo, governo - que façam o obséquio de conseguir que o aeroporto da Ota seja construído, pois que de outro modo o país vai pagar um aeroporto a dobrar: por um lado, vai pagar a construção do aeroporto de Alcochete e por outro vai pagar a "não construção" do aeroporto da Ota.

Ora se para ter um "Alcochete", ainda vamos ter de pagar uma "não Ota", vale mais construir os dois ...
Senão, "vai-te lucro, que me dás perda" ...!!!

Com tranquilidade ...

Sporting derrotado em Setúbal

E aos costumes disse nada ...

Uma carta com o timbre da Directoria da PJ do Porto revela que os inspectores do Porto que aceitaram integrar a equipa especial "fizeram-no num claro desafio e provocação à vontade da Direcção da PJ". E lança as culpas para o director nacional, Alípio Ribeiro, acusado de estar a alimentar guerras pessoais com o Procurador Pinto Monteiro.

O governo (cujo ministro da justiça tutela, ou devia tutelar, a PJ) nada diz ... O costume ...
(Ou será que o governo visa o PGR (que não lhe "cai no gôto"), usanda a direcção da PJ para o efeito?)

O "mau cheiro" voltou à SIC ...

Gato Fedorento regressam à SIC

Humor ...

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008
(by mail)

Hugo Chávez, prohibe fiesta en honor a los Reyes Magos.
Si un rey lo mandó a callar, tres lo mandarían a la mierda!

É preciso notar bem as diferenças ...

O PS defende que Armando Vara tem "toda a legitimidade" para pedir uma licença sem vencimento na CGD, mesmo sendo eleito para a administração do BCP

O primeiro-ministro afirmou no parlamento que as insinuações de interferência do Governo na escolha da futura administração Millennium BCP são falsas e insultuosas

Ora cá está: "PS" e "governo" ...

E é óbvio que não são uma e a mesma coisa: o PS é o PS, e o governo é o governo (aliás, mal se conhecem...).

É, na verdade, um "insulto" e uma "falsidade" dizer-se o contrário ...!!!

Ainda se pode "apurar" os conceitos um pouco mais ...!!!

A Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária (ENSR), prevê a introdução de dois conceitos, um deles totalmente inovador "Zonas 30 km/h" e "Zona residencial multifuncional". A redução de velocidade será, promete o documento estratégico, acompanhado de medidas de acalmia de tráfego - ou seja, alterações físicas como a introdução de lombas ou semaforização.

Perdão: verdadeiramente inovador seriam "zonas de 0 Km/h" e "zonas residenciais multifuncionais sem penetração de veículos móveis ou semoventes"... Isto sim é que era ...!!!

Que mais tem, que mais faz ...???

PSD e CDS questionam manutenção do secretário Estado Segurança Social no Governo

Ora ...!!! Deixem lá o rapaz ... Não fez pior do que vários ministros e outros seus colegas e todos continuam alegremente no governo ...
Se assim é, porque raio é que ele é que havia de "pagar as favas" ...???
Aliás as pessoas já nem se incomodam ... se é que algum dia se incomodaram ...

Isto não tem nada a ver com (pura) "perseguição" ...

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) anunciou hoje que vai solicitar à ASAE que inicie, «prioritariamente», inspecções nos estabelecimentos de restauração e bebidas que tenham afixado o dístico azul de «fumadores»

Esta medida destina-se unicamente a sancionar os "não fumadores" que permaneçam naqueles espaços, devido ao incómodo que causam aos fumadores...

Todos a Viana do Castelo ...

O Café Brito tornou-se, por estes dias, numa espécie de «paraíso dos fumadores» de Viana do Castelo, ao permitir que os clientes acendam o cigarro em cerca de três quartos dos seus 80 metros quadrados.

Rapidamente e em força ...!!!

Pois, para quê?

Está visto!
Este governo há-de estar morto e putrefacto e ainda há-de continuar no governo. Mesmo que se transforme em “nhanha” não sai de lá …
Este governo vai sempre pensar que seja o que for que faça, mal ou bem, isto ou o seu contrário, assiste-lhe sempre razão. Ora quem tem sempre razão refuta qualquer crítica.

Aliás, verdadeiramente as críticas nem sequer o incomodam. O governo pode estar morto e putrefacto que sabe que terá (sempre?) o apoio do PS até ao final da legislatura e que o Presidente da República nada lhe fará até então, tanto que até “acha graça” ao seu modo “tenaz” de governar …

O governo está em desagregação, mas continua teimosamente no seu lugar. A “cola” que ainda o mantem unido é o primeiro-ministro. Ou seja: na verdade, o primeiro-ministro é o governo. Quando o primeiro-ministro “cair” em desgraça, não vai haver nada que segure o governo. E como o governo tem sido o “seguro” do PS, nada vai segurar o PS. Tombo certo.

Porém, nesse momento, resta saber se ainda teremos país, ou se vai ser necessário recomeçar tudo de novo, a partir do nada …

Qual "trapalhada" qual quê ...???!!!

O ministro do Trabalho e da Solidariedade Social anunciou hoje que o aumento extraordinário das pensões será pago de uma vez só, no próximo processamento das prestações, contrariando a posição assumida ontem.

A 8 de Janeiro, o secretário de Estado da Segurança Social explicou que, pela interpretação que faz da lei, o Governo decidiu pagar o aumento que era devido em prestações, dividindo-o por todos os meses de 2008, em vez de o pagar de uma vez só no primeiro mês do ano.

Há atitudes que nuns, são "trapalhadas" e noutros uma "actuação perfeitamente normal" ...

Critérios ....

Que rico treino ....

Co Adriaanse tem de pagar 1,15 M€ de indemnização ao FCP

Fica o aviso para futuros treinadores. Agora esqueçam-se ...

E a preta também (II) ...

O Conselho Superior do BCP, que reúne grande parte dos principais accionistas do banco, assumiu hoje uma posição neutral considerando que as duas listas candidatas à administração são credíveis e competentes para a gestão executiva da instituição bancária.

Cobertura

Talvez agora se percebam melhor os pontos de vista do Presidente da República.

Se não se perceberem, pelo menos fica-se a saber que o Presidente da República não se importa mesmo nada de dar cobertura ao governo, para "amortecer" qualquer decisão que, perante a opinião pública, represente um novo incumprimento de promessas eleitorais.

Por outro lado, fica-se a conhecer melhor o que o Presidente da República pensa sobre que o povo português possa pensar sobre o que qur que seja, a menos que tal seja a sua eleição - pensa que o povo português não pensa ...

Viver no completo desconhecimento

terça-feira, 8 de janeiro de 2008
Os europeus devem ser o único povo do mundo que nunca teve qualquer participação ou se pronunciou sobre a organização da estrutura polítco-económica em que vive ...

Segredo

O estudo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) sobre o novo aeroporto está concluído e será entregue ao Governo até sexta-feira, mas o Ministério das Obras Públicas não decidiu ainda se o documento será tornado público.

Mas tornar público para quê?

Se o goveno acha que os portugueses não compreendem o tratado de lisboa - e por isso ele vai ser sujeito a ratificação pelo parlamento - com é que eles iam perceber o estudo do LNEC sobre o aeroporto? Só os confundia ...

Forças de bloqueio ....

O Blásfémias conseguiu finalmente "furar o bloqueio" das "forças de bloqueio bloggeristas" e reatou a sua marcha normal ...

Está tudo a ser cumprido ...

Depois dos 150.000 empregos, depois do não aumento dos impostos, depois do crescimento económico, agora a ratificação parlamentar do tratado de Lisboa ...

Chega-te para lá Diabo, não me enfarrusques ...!!!


Miguel Cadilhe afastou hoje a criação de uma lista conjunta com Santos Ferreira para a liderança executiva do BCP

alfa e omega

Crianças têm aulas em casa mortuária

A confirmação

O Banco de Portugal reviu hoje em baixa a previsão de crescimento económico para este ano

Isto só pode ser a confirmação da afirmação do primeiro ministro de que 2008 será ainda melhor para os portugueses que 2007 ... Ou seja, pior ...

Ou então significa que já nem mesmo o Banco de Portugal - que, benza-o Deus, tantas alegrias tem dado ao governo - acredita naquilo que o primeiro ministro diz ...

Só pode ter sido por causa das correntes de ar ...

O julgamento da acção cível contra o Estado, interposta por Paulo Pedroso, decorreu "oficiosamente" à porta fechada.

Na verdade, o que há de mais violador da intimidade e privacidade individuais é exactamente um julgamento de uma acção de indemnização cível proposta contra o Estado ...

Está para ser ver a decisão da acção ...

Evidentes malefícios (da lei) do tabaco ...

Depois de ter sido sucessivamente convidado a apagar o cigarro ou a retirar-se do interior do centro comercial, um fumador recusou-se a ceder às novas imposições legais e de nada valeu a intervenção da GNR de Felgueiras. Acabou por ser detido.

Já no interior da viatura da GNR, o fumador acabou por morder um dos guardas, num pé e numa mão ...

E a branca também ...

Ulrich diz que Miguel Cadilhe também é uma boa opção para o BCP

Depois das posições anteriores, uma posição destas faz lembrar uma velha anedota:

Um automobilista seguia por uma estrada e vê um homem junto de duas vacas. Pára o carro e qustiona o homem:
- Então compadre, essas vacas são boas?
- A branca é...
- Então e a preta?
- A preta também!
- Ah...! E elas dão muito leite?
- A branca dá...
- Então e a preta?
- A preta também!
- E diga-me lá: elas são boas de tratar?
- A branca é...
- Então e a preta?
- A preta também!
- Mas porque raio é que vocemecê me diz sempre que a branca é que é boa, que dá muito leite, que é boa de tratar, se a vaca preta também é assim?
- É que a branca é minha ...
- Então e a preta?
- A preta também ...!!!

Urgente ...!!!

É urgente "tirar" rapidamente o ministro da saúde dos "prós & contras" ...

É que não há quem não lhe dê "tareia" por causa das urgências, e ele já nem se consegue defender ...

Em memória de ...

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008
Luis Pacheco (1925-2008)

Indubitavelmente, a irreverência demolidora ou a lucidez da irreverência ...

Estamos completamente "quilhados" ...!!!

José Sócrates disse este domingo ter «todos os motivos» para acreditar que este ano será «ainda melhor» que 2007 para os portugueses

Quer isto dizer que se 2007 já foi mau, 2008 será péssimo ...!!!

pior e mau ...

Se, para o governo, o pior já passou, para os portugueses, tudo continua a ser mau demais ...

Jámé ...!!!

domingo, 6 de janeiro de 2008
Mas porque é que anularam o Dakar?

A margem sul não é um deserto?

Ano político

Sendo que hoje há conselho de ministros, amanhã pode haver remodelação governamental para distrair do anúncio do não referendo ao tratado de lisboa, tendo em vista distrair da contestação e críticas ao governo, com o objectivo de não chamar demasiado a atenação para o anúncio da localização do novo aeroporto, visando assim justificar as medidas tomadas no âmbito da saúde ....

Ou então, não ...

Há coisas fantásticas ...

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008
Tinhamos dito aqui que no site da AR (ou seja do parlamento, o órgão legislativo por excelência) estava agendada nas páginas das inicitivas legislativas uma "proposta de lei", a 173/X/3 cujo título era "xx" e que "lincava" para o texto de uma proposta de lei da Assmbleia Legislatva Regional da Madeira, que alterava a lei das finanças regionais.

Pois hoje - 23h 56m de 4 de Janeiro - a dita proposta de lei do goveno aparece agora com o número 174/X/3, perdeu o link para o seu texto, mas mantém-se lá ...
Proposta de Lei 174/X/3
xx
Autoria
Autor:
Governo

Por seu lado, a que era a proposta de lei nº 174/X/3 passou agora a proposta de lei nº 173/X/3, assim titulada - Estabelece medidas de natureza preventiva e repressiva de combate ao branqueamento de vantagens de proveniência ilícita e ao financiamento do terrorismo.

Há coisas mesmo fantásticas ...!!!
Qual será a próxima alteração?

Lá se foi "a grande aventura" ...


Rali Lisboa-Dakar 2008: organização cancela a competição

Ora aqui está a explicação de muita coisa ...

Joe Berardo e aliados compraram acções do BCP com crédito da Caixa

Tardou, mas a pergunta lá teve resposta ...

Incómodos distorcidos ...

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008
M.C. Escher, "Print Gallery"

O anterior secretário-geral socialista apontou o dedo à arrogância com que o Governo de José Sócrates tem imposto sacrifícios aos portugueses

Em resposta, o porta-voz do PS, Vitalino Canas, recusou a ideia de que o Governo se comporte de forma arrogante, e considerou que a opinião de Ferro está "distorcida pela distância".

Nova forma de interpretação da lei

O PS defendeu hoje que a lei do tabaco «é de aplicação geral»

Assim, quando houver dúvidas sobre o sentido de qualquer lei, a quem se deve perguntar qual o seu sentido correcto é ao PS ...

"Melhorar a imagem" ...

Depois do encerramento de unidades hospitalares "para bem das populações", agora o ministro da Saúde, Correia de Campos, considera que o encerramento das urgências hospitalares na Anadia se justifica para que a população ganhe «um hospital melhor»

O homem não se cansa de inventar "boas desculpas" para "más acções" ...

Uma esmola grande de mais para o pobre não desconfiar ...

Governo abre concurso para novo canal de TV em sinal aberto

Hummm.... Isto pode esconder muitas coisas ...
Por exemplo, pode significar mais "receitas extraordinárias" para o governo; pode querer dizer mais "liberdade" de informação (o que pode significar exactamente o contrário); pode querer dizer menos espaço para a RTP (o que não significa necessariamente menos "televisão" para o governo) ....

Rapidamente "aos curriculuns" ...!!!

Atenação boys do PS (com preferência para apioantes de António Costa):

Estão a vagar um enorme numero de bons lugares na Câmara Municipal de Lisboa.

É evidente que estes lugares não são tão bons como os de conselho de administração de banco privado, mas estes também não são coisas de todos os dias.

É aproveitar a oportunidade ...

Assim é que é ...!!!

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, vai demitir seis dirigentes municipais da área do urbanismo, na sequência dos resultados da sindicância aos serviços da autarquia neste domínio.

Porém o director municipal do Urbanismo, Rafael Cordeiro, não está entre os responsáveis a demitir. Da lista de responsáveis municipais que deixarão de exercer funções estão dois directores de departamento e quatro chefes de divisão

Como se vê a culpa de todos os males é dos chefes de divisão e dos directores de departamento ... O director municipal não tem culpa nenhuma de nada...
Aliás só vão ser demitidos chefes de divisão porque os contínuos estavam de férias ...

O pior cego é o que não quer ver ...

O porta-voz do Partido Socialista (PS), Vitalino Canas, rejeitou hoje que exista arrogância no Governo, justificando que a necessidade de fazer reformas “duras” e “inevitáveis” pode criar uma ideia de insensibilidade por parte do Executivo

E ainda se hão-de admirar de, em 2009, os eleitores verem aquilo que o governo e o PS não viu ...

Mais uma "coisa" inusitada ...

No site da Assembleia da República, na página das "iniciativas legislativas" consta esta espantosa "proposta de lei":

Proposta de Lei 173/X/3
xx
Autor:
Governo

Curioso é que, para além do seu título ser "xx", de acordo com a informação disponível no dito site, neste momento (00h 48m de 03/01/2008 - convém referir, porque amanhã as coisas podem já não ser assim ...), esta proposta de lei ainda não tem data de entrada na Assembleia da República.

Por outro lado, o dito título "xx" "linka" para o texto da proposta de lei anterior - a Proposta de Lei 172/X/3 - (que por acaso até é da da Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira, e procede à Primeira alteração à Lei Orgânica n.º 1/2007, de 19 de Fevereiro, que aprova a Lei de Finanças das Regiões Autónomas e já deu entrada em 23/11/2007) e não para qualquer texto da autoria do governo ...

Ora a seguinte Proposta de Lei 174/X/3, deu entrada em 21/12/2007 ...

Qual será o título e data de entrada na AR que irão calhar à dita Proposta de Lei nº 173/X/3? Será que este agendamento com o titulo "xx" se destina unicamente a "marcar vez" para uma iniciativa legislativa do governo que este não apresentou, mas que já tem o lugar reservado?

Série "felizmente só a inflacção é que não sobe"...!!! (IX)

O preço do barril de crude atingiu hoje os 100 dólares no mercado electrónico de Nova Iorque (Nymex)

Uma prática salutar ...

1. Um jovem de 23 anos, Ricardo Filipe Cunha, foi baleado com uma arma shot-gun, ao princípio da madrugada desta terça-feira, em Perosinho, Gaia. Vizinhos do jovem disseram que a arma disparou acidentalmente e garantiram ser habitual festejarem ali a passagem de ano «aos tiros para o ar».

2. Sara, uma menina de nove anos, foi morta quando brincava com os primos e a irmã, na noite de Passagem de Ano na Quinta do Lavrado, antiga Curraleira, em Lisboa, atingida na cabeça por uma bala perdida, disparada para celebrar o ano novo.

Felizmente que esta prática de "disparar para o ar" na passagem de ano até é saudável, principalmente quando se usam armas ilegais.

Verdadeiramente perigoso é fumar no café à hora da bica ...

Dura lex, sed lex ...

Pelo menos dois autos foram levantados devido ao incumprimento da nova legislação sobre o tabaco

É mesmo uma pena que a lei não preveja para os "fumantes" pervaricadores penas infamantes como exposição pública no pelourinho (enquanto fumam), açoites (naturalmente, enquanto fumam ...), "tronco" (sempre a fumar ...), "roda" (de cigarro ao canto da boca ...). Isso então é que era mesmo o delírio ...!!!

Eis o efeito imediato da mensagem de Ano Novo presidencial

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008
Os presidentes das empresas portuguesas ganham, em média, 21,7 mil euros por mês, um valor 30 vezes superior ao rendimento salarial médio mensal dos trabalhadores por conta de outrém, que se situa nos 720 euros

A "denúncia" presidencial já está a produzir efeitos no país: depois da "época da caça" aos funcionários públicos patrocinada pelo governo, "abriu a época da caça" aos (salários dos) gestores das (grandes) empresas privadas ....

E o país, com isto, sente-se muito melhor. Em Portugal a inveja pequenina dá lustro ao ego e motiva para a acção...

A propósito de uma cigarrilha

O inspector-geral da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), António Nunes, responsável por uma das entidades que irá fiscalizar a aplicação da lei, foi visto (e fotografado) a fumar uma cigarrilha no Casino do Estoril na madrugada de dia 1 de Janeiro.

A propósito de cigarrilhas: a ASAE não deveria fiscalizar também as cozinhas dos casinos?

Mais uma "aventalada" ...


O ministério da educação terá dado instruções para que as escolas básicas ou secundárias deixem de ter denominações com nomes de santos.

Depois da retirada dos cruxifixos das escolas, agora a dos nomes de santos ...
Por este andar, depois do governo ter "limpo" as escolas, é tempo de passar à "limpeza" dos alunos ... Um dia destes as escolas deixam de aceitar crianças baptizadas ou com medalhas religiosas (católicas, entenda-se ...) ao peito ...

Só faltava esta ...

Os terroristas das FARC alegam falta de segurança para não libertarem reféns

Ao que chegou o Mundo ! Se até um grupo de guerrilheiros terroristas sente "falta de segurança" para libertar um reféns, como não se deverão sentir os pacatos cidadãos, no seu dia a dia ...

Ano novo, mais uma "mensagem" ...

Na sua mensagem de ano novo - mais uma vez repleta de banalidades, mas que, mais uma vez, os pretensos "analistas políticos" hão-de classificar de "recados" ou "mensagens" - o Presidente da República, Cavaco Silva, reslveu verberar os (elevados) salários dos gestores, comparando-os com os dos trabalhadores das mesmas empresas.

É evidente que a mensagem subliminar que resulta dessa referência não é a de que os salários dos trabalhadores deveriam ser mais elevados. Aquilo que fica daquela alusão é que os salários dos gestores são muito elevados em comparação com os dos trabalhadores e que, por isso, deveriam baixar o seu valor. Mais uma vez a política do "igualitarismo pindérico": não se deve procurar que os trabalhadores ganhem (cada vez) mais, elevando o valor dos seus salários. O que se deve fazer é baixar o salários dos gestores - os trabalhadores não ganham nada com isso, mas fica-se com a ideia de que assim as coisas melhoram porque ficam todos "mais iguais".

Para além desta evidente constatação, outras notas.
Desde quando é que o Presidente da República se imiscui na política salarial de empresas privadas? E porque razão acha o Presdiente da República que os salários dos trabalhadores das empresas privadas são baixos comparativamente com o dos gestores (de algumas) dessas empresas? Será que o Presdiente da República tem algum termo de comparação? Terá ele, por exemplo, comparado o valor dos salários dos trabalhadores dessas empresas privadas com o vencimento auferido pelos funcionários públicos com idênticas formação e actividade laboral?

Porque razão o Presdiente da República acha que os salários dos trabalhadores das empresas privadas são baixos comparativamente com o dos seus gestores, mas não se refere à situação dos funcionários públicos que, não tendo pessoalmente qualqur culpa na situação financeira dos estado, andam há anos a pagar as loucuras e as demagogias de sucessivos governos, vendo depreciar a cada ano o seu poder de compra, com uns aumentos, quando os há, que não chegam para cobrir a inflacção, e depois, ainda por cima, são apodados pelo governo de "previlegiados" (demagogia que "pega" sempre bem, designadamente entre a turbamulta que gosta de que o Estado lhe sirva benefícios mas que acha que quem faz esse serviço não devia ser pago)?

Pelos vistos o grande problema do país é o do salário dos gestores ...

Depois de mais um Novo Ano com a correspondente mensagem, pode-se "tirar" pela "amostra" que em 2008, tudo vai ficar exactamente na mesma, senão pior ...

Está na altura da grande aventura

terça-feira, 1 de janeiro de 2008

Série "felizmente só a inflacção é que não sobe"...!!! (VIII)

Em Janeiro as prestações da casa vão voltar a aumentar para quem tenha crédito à habitação

Etiquetas:

Série "felizmente só a inflacção é que não sobe"...!!! (VII)

Aumento de 4 % nas taxas moderadoras de urgências

Etiquetas: ,

Série "felizmente só a inflacção é que não sobe"...!!! (VI)

A Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares (FIPA) estima que em 2008 os portugueses pagarão entre cinco a 10 por cento a mais pelos chamados produtos industriais (onde se incluem todos os exemplo citados, excepto o pão que, segundo o Diário Económico, vai sofrer um aumento de 30 por cento).

Etiquetas: ,

Certamente por serem os culpados de todos os males do Estado ...

Funcionários públicos devem perder poder de compra no próximo ano, enquanto no sector privado o cenário global poderá ser ligeiramente melhor.

Etiquetas: