<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Certificados ...

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008
DECO diz que certificados de reforma são produtos de fraca liquidez , tendo em conta que não permite o resgate de capital, à excepção de determinadas situações, como doença ou desemprego

Ora foi, de algum modo, para "beneficiar" este "certificados" que o governo "deu cabo" dos certificados de aforro, que permitiam total liquidez ...

Possivelmente, mais verdade do que possa parecer ...

O senhor zanga-se com toda a gente, um dia toda a gente acaba zangada consigo - Paulo Portas para o primeiro ministro, hoje no debate parlamentar.

E por falar nisso ...

Via do Infante vai manter-se sem portagem para já

E a A23, a auto-estrada Torres Novas-Guarda, pomposamente designada da "beira interior" (apesar de na sua maior extensão atravessar os distritos de Portalegra e Santarém ...)?
Vai continuar a "mama" dos albicastrenses?
É curioso que para portajar as SCUT o governo diz atender ao desenvolvimento da região, mas para fechar escolas, maternidades, urgências e tribunais já não é preciso atender a nada. (Mas também é verdade que naquela zona raiana ainda não "fechou" nada ... vá-se lá saber porquê ...)

Opções de carreira ...

(by mail)

Ir por lã e sair tosquiado ...

No debate quinzenal no Parlamento, Santana pergunta por "fragilização" da justiça e acaba a justificar o fim do acordo sobre mapa judiciário ...

Efeitos de "verbalizações" pouco "ortodoxas" na "ortodoxia" da classificação do desempenho ...

Parece que já estão a aparecer, de entre os indicadores de desempenho do "Siadap", alguns muito "específicos" e "ortodoxos"...
Verbaliza a sua insatisfação/satisfação face a mudanças ocorridas no Sistema Educativo/na Escola através de críticas destrutivas potenciadoras de instabilidade no seio dos seus pares

Alternativas ...

Compras a crédito estão a crescer apesar da crise financeira

Ou então as compras a crédito estão a crescer por causa da crise financeira ...

Ou então ninguém gosta de viver apenas com o que tem, mas não tem para ter mais do que isso ...

A (in)disciplina dos Bastonários

Ultrapassando Júdice pela rapidez com que o conseguiu, Marinho Pinto, Bastonário da Ordem dos Advogados, já tem um processo disciplinar "às costas".

Por seu lado, Júdice, consegue levar a primazia em número de processos disciplinares - acaba de "obter" o terceiro.

A isto chama-se Bastonários "disciplinados" ...!!!

104º

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

O país está a ficar num completo desconchavo ...

O indigitado director da PJ Porto, Almeida Pereira recusou o cargo. O magistrado justifica a decisão com o ambiente gerado na sequência da sua nomeação.

Ninguém se entende ...!!!

Enquanto as lâmpadas não acabam ...


Ministro da Economia diz que fim das lâmpadas incandescentes em 2011 é uma questão “a ver”

Mais uma ...

Como é que se pode exigir às escolas que, no meio do ano lectivo, até ao final do ano façam a avaliação dos professores. Foi preciso a ministra da avaliação... perdão, da Educação, disse o primeiro ministro.

Não aconteceu em S. João da Talha ...

mas podia ter acontecido ...!!!

Aquilo é que vai ser uma "animação" na zona ...!!!

Onze toneladas e meia de droga vão ser queimadas hoje nas instalações da Valorsul, em São João da Talha, Loures, conforme anunciou a Polícia Judiciária (PJ).

Safa ...!!!

Nenhum deputado português está envolvido nos vários casos de fraude no pagamento a assistentes de europarlamentares denunciados num relatório interno e confidencial do Parlamento Europeu, avançaram hoje à Lusa fontes da instituição

Já é uma regra conhecida. Quando vamos lá para fora, portamo-nos sempre bem ...

Apenas uma questão de "record" ...!!!

«Estamos a tentar bater um recorde. A última vez que um ministro (o da saúde, Correia de Campos) foi ao Prós e Contras durou 10 dias», declarou o secretário-geral da FENPROF aos jornalistas. A ministra da educação esteve presente na passada segunda feira nesse programa da RTP.

Não são de estranhar, assim, as várias marchas dos professores que agora estão na moda - trata-se apenas de um "tour de force", a ver se "despacham" a ministra e, com ela, a anunciada avaliação.

A contestação sindical à politica da educação - verdadeiramente à avaliação dos profesores - afinal é apenas uma questão de "guiness book of records" ...

A identidade europeia ...!!!

Um relatório interno da Comissão de Controlo Orçamental do Parlamento Europeu (PE) dá conta da existência de fraudes orçamentais no seio desta instituição comunitária. O documento dá conta de certas irregularidades nos pagamentos dos eurodeputados aos seus assistentes, que passam por empresas fictícias ou por empregos a familiares

Há, na verdade, profundos traços identitários que atravessam todos os povos europeus ...

Negócio do "petro-leite"

A Venezuela poderá vender a Portugal petróleo, que Lisboa pagará com bens e serviços, nomeadamente leite.

Depois da vitória contra o Estrela da Amadora, o Sporting manifestou interesse neste negócio …

Avaliações ...

Luis Filipe Meneses sustentou, depois de ouvir os sindicatos, que "a avaliação dos professores deve estar fora da tutela governativa".

Em primeiro lugar, não se percebe bem (ou percebe-se bem demais) esta "colagem" de Meneses aos sindicatos. Não tarda, com a experiência de "aproveitamento" e de "força" que estes têm, Meneses está refém deles sem se dar conta. Sindicalistas nunca foram boa companhia para ninguém.

Tirando isto - ou precisamente por causa disso, ou seja, em consequência dessa "captura" (como agora se usa dizer ...) - Meneses veio defender que a avaliação dos professores "deve ficar fora da tutela governativa".
Convém aqui lembrar que os professores são funcionários do Estado, e tão "funcionários públicos" como os demais. Ora se todos os funcionários são avaliados num sistema de avaliação "administrativo", porque razão é que os professores haveriam de ficar fora dessa lógica?
Coisa diferente é saber se, neste momento, se encontram reunidas as "condições mínimas" para se realizar a avaliação - sendo certo que esperar pelo momento em que se hão-de encontrar reunidas as "condições ideais" ou "todas as condições" é o mesmo que dizer que nunca vai haver avaliação - que é isso que os sindicatos querem. Ou melhor: até nem querem. O que eles querem é que haja avaliação - mas a "sua" avaliação, feita pelo "seu" método de avalição.

Por outro lado, sendo os professores pagos pelo Estado, porque razão não há-de ser o Estado, seu patrão, a ter o controlo da avaliação? Como é que seria essa avaliação "fora da tutela governativa"? Feita por quem e com que métodos? Que valor lhe seria reconhecido? Serviria para quê? Seria uma classificação do funcionário "imposta" ao Estado-patrão?
Mas alguém pensa que um qualquer empresário de sucesso deixaria que a avaliação dos seus funcionários fosse um processo ao qual ele fosse totalmente estranho, mas cujos resultados se lhe impusessem e ele tivesse que os aceitar?

Os profesores - ou melhor, todos os funcionários públicos - têm sido maltratados por este governo, o qual parace que, para ganhar ânimo antes de iniciar qualquer politica de reforma da administração, carece previamente de insultar ou denegrir os seus trabalhadores. Mas também é certo que, de há muito, os professores tudo têm feito para se colocarem em situação de privilegiada excepção. E certo é também que havendo caso de docentes que são um exemplo de dedicação ao ensino, referência de qualidade e exigência para gerações de jovens, casos há também de professores que "passam" pela carreira como uma "ligeira brisa da tarde" - quase nem se notam por ausência ou por falta de qualidade.

Um ensino que qualidade só é possível com mestres de qualidade. E com estudantes de qualidade. Ora esta qualidade começa-se a ganhar, desde logo, na (velha) escola primária. É aí que deve começar a qualidade e a exigência. Quer quanto aos professores quer quanto aos alunos.
Depois o (velho) liceu há-de servir para um ensino e preparação gerais suficentemente aprofundados que permitam no final deste ciclo de ensino, deter uma conjunto de conhecimentos e cultura relevantes e adequados quer para entrar no mercado de trabalho quer para aceder à universidade.
É que esta mania que toda a gente tem que tirar um curso universitário qualquer que seja tem como imediata consequência o desemprego de licenciados (ou dos advenientes "mestres" e "doutores" "bolonheses" que andam para aí a "germinar" ...) que agora se verifica. E é um lôgro para aqueles a quem foi dito que tirar um (qualquer) curso de "dótôr" era "emprego garantido".

A qualidade do sistema de ensino resulta da qualidade dos seus intervenientes. E se nos poucos (velhos) exames, grande parte dos alunos prova que não sabe, isso é o espelho de que no ensino há graves deficiências.
E porque "o sistema" tem sido desculpa para tudo, é tempo de avaliar todos quantos intervêm nesse processo de ensino. Com regras justas e equitativas, evidentemente. E com processos transparentes, como não pode deixar de ser. Mas só assim se poderá separar o "trigo do joio". Com o que, decerto, todos beneficiarão.
Sem ter que com isso calar os excessos do governo na matéria e as questões que são criticáveis no sistema, não ficaria mal a Menenes não dar tempo de antena a sindicatos. Eles nunca o agradecerão. E se um dia Meneses chegar a primeiro ministro, eles não serão por isso mais brandos consigo - e não deixarão de atacá-lo.
Entre uma oposição fundada e consistente às medidas excessivas do governo ou a solução fácil do descontentamento sindical, parece que Menese preferiu aproveitar o descontentamento ...

E fica resolvida a questão do aumento do pão ...

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008
O ministro da Agricultura afirmou hoje, em Coimbra, que não há qualquer razão para o preço do pão aumentar em 50 por cento, como afirmam os industriais, pois isso seria um "aumento especulativo".

O ministro da agricultura ou pensa que também controla o mercado e o mecanismo de de determinação dos preços dos produtos ou então está a pensar em "nacionalizar" as padarias que aumentarem o preço do pão ...

Cá é que era bom ...!!!

Comissão Europeia impõe nova multa recorde de 899 milhões de euros à Microsoft

Se o ministério das finanças ou, em alternativa, a ASAE, pudessem também aplicar multas deste quilate à Microsoft (ou a outra empresa qualquer, que isso é o menos, desde que tivesse capacidade financeira para pagar), a questão do nosso défice resolver-se-ia num ápice ...!!!

Há que passar a comer pedras ...!!!

Indústria diz que para sobreviver precisa de aumentar 50 por cento o preço do pão

Ah, pois não ...!!!

O programa Novas Oportunidades, tal como está montado, «não tem espaço para o facilitismo», garantiu, em Matosinhos, o ministro do Trabalho e da Solidariedade

Pois não...!!! Todo o espaço está ocupado pela ignorância ...!!!

A resposta do senhor ministro ...

... que ele até é da "área" ...!!!

"O que cura é a fé e não o pau da barca" ...

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008
Prozag, o conhecido anti-depressivo, assim como os outros medicamentos similares, é tão eficaz como um placebo, alerta um estudo publicado esta terça-feira numa revista cientifica

Depois admirem-se ...

Manuel Vicente, presidente da Sonangol, falando sobre a Enacol, a empresa distribuidora de combustíveis de Cabo Verde, onde a Sonangol detém uma posição de 36,7%, contra 37,6% da Galp declarou: “A Galp hoje tem de obedecer às nossas instruções em Cabo Verde. Não há batalha nenhuma. Nós somos os patrões, vamos ditar as regras do jogo. Ponto final”.

Pois ...!!!

Mais "Bexigas" ...???

Rui Santos agredido no parque de estacionamento da SIC

"Inincompatibilidades" ...

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008
A ministra da Saúde, Ana Jorge, vai continuar à frente da Assembleia Municipal da Lourinhã, presidindo sexta-feira a uma sessão em que serão votadas duas propostas a favor da manutenção do Serviço de Atendimento Permanente (SAP), encerrado em Dezembro

Ante-pós-previsões ...

Depois do Professor (naturalmente, Marcelo) ter previsto ou predito, na "liturgia" de domingo à noite, que Eduardo Barroso se devia demitir do cargo de presidente da Autoridade para os Serviços de Sangue e da Transplantação (ASST), este apresentou a sua demissão "no final da semana passada"...

Será um caso de antevisão, de "pósvisão" ou, simplesmente, de "propaganda" ...???

Óscares

A propósito daquele filme que ganhou o Óscar do melhor filme - o Este país não é para velhos - uma pergunta:

- A acção passa-se cá em Portugal? É que as alterações feitas pelo governo ao sistema de reforma podem levar a pensar isso ...

Ideia fixa e obsessiva ...

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) quer que a verificação do cumprimento da lei do tabaco, através de testes de fumo, aconteça prioritariamente em locais para fumadores sem separação física das áreas para não fumadores

O zelo dos filhos e dos seus serventuários ...

A Direcção-Geral dos Impostos (DGCI) penhorou uma conta bancária ao fiscalista e presidente da comissão que preparou a introdução do IRS e do IRC em Portugal, em 1989, Paulo Pitta e Cunha, por uma alegada dívida de pouco mais de 340 euros.

Tal como dizia ainda há bem pouco tempo o presidente da câmara municipal de Lisboa, a respeito de um dissabor fundado numa lei da sua autoria, "as leis são como os filhos, ganham vida própria" ...

E ao ganharem vida própria, as leis, pela mão de quem as aplica, tornam-se mais zelosas do que alguma vez os seus pais poderiam imaginar ....

Feira franca ...

Depois da promessa de 150.000 empregos, agora "5.000 camas de cuidados continuados"

Então, e agora ...

... já não se vai falar mais no ministerial "despacho" da "última noite" ...?

O ex-ministro do PSD José Luís Arnaut confirmou no sábado que a não reversibilidade para o Estado do edifício do casino de Lisboa constava do texto inicial da proposta de diploma de concessão à Estoril Sol.

O ex-inspector-geral de jogos Joaquim Caldeira, confirmou que a primeira minuta do diploma de concessão enviada à Inspecção-Geral de Jogos (IGJ) dizia expressamente que o edifício do casino não era reversível para o Estado e seria propriedade plena da Estoril Sol no final do período de concessão e assumiu que se esta versão não ficou no texto final isso deveu-se a um lapso seu.

Fala o rôto do descosido ...

Sócrates acusa PSD de faltar à palavra

Retalhos da vida de "coxos" e "paralíticos" ...

Benfica voltou a empatar na Luz

Sporting perde em Setúbal e desce para quarto lugar

Uma surpresa total ...

Raúl Castro é o novo Presidente de Cuba

A bem dizer, ninguém estava à espera ... que fosse outro ...!!!

País das maravilhas ...

domingo, 24 de fevereiro de 2008
Portugal é um dos oito países da União Europeia (UE) onde se registam níveis mais elevados de pobreza nas crianças, nomeadamente nas que vivem com adultos empregados, segundo um relatório da Comissão Europeia

Domingo

Dia de descanso semanal ...

Lusitânia ...

sábado, 23 de fevereiro de 2008
Sobre a cabeça os aviões
Sob os meus pés os caminhões
Aponta contra os chapadões
Meu nariz
Eu organizo o movimento
Eu oriento o carnaval
Eu inauguro o monumento
No planalto central do país...

Caetano Veloso, Tropicália

Até quando ...????

Até quando, ó Catilina, abusarás da nossa paciência? Por quanto tempo ainda há-de zombar de nós essa tua loucura? A que extremos se há-de precipitar a tua audácia sem freio? Nem a guarda do Palatino, nem a ronda nocturna da cidade, nem os temores do povo, nem a afluência de todos os homens de bem, nem este local tão bem protegido para a reunião do Senado, nem o olhar e o aspecto destes senadores, nada disto conseguiu perturbar-te? Não sentes que os teus planos estão à vista de todos? Não vês que a tua conspiração a têm já dominada todos estes que a conhecem? Quem, de entre nós, pensas tu que ignora o que fizeste na noite passada e na precedente, em que local estiveste, a quem convocaste, que deliberações foram as tuas?

Cícero, Catilinárias

Ideias por teleponto ...

(Foto: Público)

Alguém é capaz de explicar ...

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008
... porque é que o Benfica joga sempre, na sua defesa, com um "avaçado" da equipe contrária (qualquer que ela seja ...) ...!!!

Mau tempo ...

Depois de umas inundações em Lisboa e arredores, vá de começar a alertar o país para a chuva que aí vinha. O medo do imprevisto leva a estes alarmes. E porque algumas vezes sucedem umas tragédias, nada melhor que os organismos oficiais, sempre que se prevê uma nova vaga de mau tempo, fazerem avisos a informar que vem aí chuva e vento forte. Não resolvendo as ineficiências costumeiras, sempre sacodem as "pingas" do capote: fizerem o que tinham a fazer - avisar ..."

Porém, até agora, de chuva e vento, nada .... Apenas sol e calor ...

Tu quoque, Brute, fili mi ...!!!

SEDES alerta para crise social de contornos difíceis de prever

A lógica do ministro

O ministro das finanças afirmou ontem no Parlamento que “se queremos bons gestores e bons trabalhadores é preciso que lhes paguem bem”, dizendo ainda que o País tem que “pagar bem aos gestores para que eles sejam capazes de poupar muitos milhões de euros”.

Portanto pagando bens aos gestores poupam-se muitos milhões de euros ... Mas que raio de lógica é essa?
Como é que se poupa por pagar bem aos gestores?
O que faria o Estado sem os seus funcionários - aqueles mesmos a quem vitupera, trata mal e paga pior ainda?
Porque remunerar bem os (bons) gestores e não remunerar bem os (bons) funcionários?

Médias ...

Teixeira dos Santos sublinhou ainda que o rendimento médio disponível dos portugueses aumentou 1,3 por cento, desde 2005

Até pode ser que seja verdade, mas os portugueses sentem exactamente o contrário ...!!!

O tal país "cor-de-rosa" ...

A confiança das famílias na economia atingiu em Janeiro o valor mais baixo desde Setembro de 2005 e os consumidores começaram a cortar no consumo alimentar na recta final do ano passado

Lá vai aumentar o défice ...

Câmara de Lisboa pediu pareceres sobre a recusa de visto do TC a três juristas: Marcelo Rebelo de Sousa, Vital Moreira e Jorge Miranda

Ficava mais barato cumprir as normas da lei das finanças locais ...

Será possível ...


... que alguém entregue isto ao Makukula?

Muito recomendável ...

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

O aparelho sempre necessário em todos os jogos do Benfica ...

Carapauzinhos alimados

A Associação da Restauração e Similares de Portugal (ARESP) iniciou conversações com a Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC) para definirem como os restaurantes terão de cumprir a lei no pagamento do «couvert»

A "vida" das "entradas" está, portanto, "nas mãos" da APDC ...!!!

Apesar da "crise" ...

Millennium BCP eleito melhor banco a operar em Portugal pela revista Global Finance

Se o BCP, apesar da "crise" que atravessou, ainda conseguiu ser o melhor banco a actuar em Portugal, significa os demais bancos nacionais, mesmo sem "crise" nenhuma, devem ser mesmo muito mauzinhos ...

Uma ajudinha à câmara municipal de Lisboa ...

Lei das Finanças Locais
Lei nº 2/2007, de 15 de Janeiro

(proposta, discutida e aprovada durante o mandato ministerial do actual presidente da câmara municipal de Lsboa)

Artigo 41.º
Reequilíbrio financeiro municipal
1 - Os municípios que se encontrem em situação de desequilíbrio financeiro estrutural ou de ruptura financeira são sujeitos a um plano de reestruturação financeira.
2 - A situação de desequilíbrio financeiro estrutural ou de ruptura financeira é declarada pela assembleia municipal, sob proposta da câmara municipal.
3 - A situação de desequilíbrio financeiro estrutural ou de ruptura financeira pode ser, subsidiariamente, declarada por despacho conjunto do Ministro das Finanças e do ministro que tutela as autarquias locais, após comunicação da Direcção-Geral das Autarquias Locais, sempre que se verifique uma das seguintes situações:
a) A existência de dívidas a fornecedores de montante superior a 50% das receitas totais do ano anterior;
b) O incumprimento, nos últimos três meses, de dívidas de algum dos seguintes tipos, sem que as disponibilidades sejam suficientes para a satisfação destas dívidas no prazo de dois meses:
i) Contribuições e quotizações para a segurança social;
ii) Dívidas ao Sistema de Protecção Social aos Funcionários e Agentes da Administração Pública (ADSE);
iii) Créditos emergentes de contrato de trabalho;
iv) Rendas de qualquer tipo de locação.
4 - Declarada a situação de desequilíbrio financeiro, o município submete à aprovação do Ministro das Finanças e do ministro que tutela as autarquias locais um plano de reequilíbrio financeiro, no qual se define:
a) As medidas específicas necessárias para atingir uma situação financeira equilibrada, nomeadamente no que respeita à libertação de fundos e à contenção de despesas;
b) As medidas de recuperação da situação financeira e de sustentabilidade do endividamento municipal, durante o período de vigência do referido contrato, designadamente o montante do empréstimo a contrair;
c) Os objectivos a atingir no período do reequilíbrio e seu impacte anual no primeiro quadriénio.
5 - A aprovação do plano de reequilíbrio financeiro, por despacho conjunto do Ministro das Finanças e do ministro que tutela as autarquias locais, autoriza a celebração do contrato de reequilíbrio financeiro entre o município e uma instituição de crédito, desde que se mostre indispensável para os objectivos definidos no número anterior.
6 - Os empréstimos para reequilíbrio financeiro não podem ter um prazo superior a 20 anos, incluindo um período de diferimento máximo de 5 anos.
7 - Na vigência do contrato de reequilíbrio, a execução do plano de reequilíbrio é acompanhada trimestralmente pelo ministro que tutela as autarquias locais, devendo os municípios comunicar previamente:
a) A contratação de pessoal;
b) A aquisição de bens e serviços ou adjudicação de empreitadas de valor superior ao legalmente exigido para realização de concurso público.
8 - O incumprimento das obrigações de comunicação previstas neste artigo, bem como os desvios relativamente aos objectivos definidos no plano de reequilíbrio, determina a retenção de 20% do duodécimo das transferências do FEF até à regularização da situação.
9 - O despacho conjunto referido no n.º 4 e o plano de reequilíbrio financeiro são publicados na 2.ª série do Diário da República.

Nova imagem ...


O novo símbolo do PSD ...!!!

Francisco Lucas Pires

Por informação do 31 da Armada, descobre-se um blog com textos de Francisco Lucas Pires, construído pelos seus filhos - agora que passam dez anos sobre o seu súbito e inopinado falecimento.

Num país deserto de ideias - ou, mais correctamente, num deserto de políticos com ideias e ideais, o que quer dizer, de verdadeiros políticos - será bom recordar ideias e concepções de um homem e de um político que as tinha, eventualmente "antes do tempo", corporizando os seus rasgos visionários.

Para situações excepcionais, saídas excepcionais ...

A câmara municipal de Lisboa apresta-se a arranjar uma solução excepcional para a sua situação financeira para não se submeter às exigências da lei das finanças locais ...

E quantos aposentados há agora?

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008
Número de funcionários públicos diminuiu quase 40 mil em dois anos

Que não tem cão, caça com gato ...

Câmara de Lisboa pondera contrair empréstimo que não careça de visto do Tribunal de Contas

E isso é possível?

"Valentão" ...

A inspectora Leonor Brites queixou-se, ao início desta manhã, ao Tribunal de Gondomar de que, na véspera, Valentim Loureiro a abordara no átrio do edifício, de forma agressiva. O Major terá dito «eu não tenho medo da polícia, você não me intimida»

Entra-se agora na fase "Guterres" ...

José Sócrates vira-se para o diálogo à procura de uma nova maioria

Chutar para canto ...

O Presidente da República promulgou hoje o decreto da Assembleia da República que estabelece os regimes de vinculação, carreiras e remunerações dos trabalhadores que exercem funções públicas.

Da nota informativa no “site” da Presidência da República, infere-se que o Chefe Estado aprova o diploma porque não quer levantar dificuldades a aplicação desta reforma, mas não concorda com todos os seus pressupostos

Sorteio "a dedo" ...

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

"Apito Dourado": Árbitros eram escolhidos a dedo

Agora é que o "crescimento" económico vai crescer mesmo ...

O preço do barril de petróleo ultrapassou os cem dólares hoje, em Nova Iorque, um recorde absoluto

Receitas "extraordinárias" ...!!!

PSD condenado a pagar 35 mil euros, Somague 600 mil

"Pró tecto" ...

Os juízes do Tribunal de Contas (TC) chumbaram o pedido de empréstimo da Câmara de Lisboa por unanimidade. Em causa está a fundamentação apresentada por António Costa

Tanta trêta, tanta cantiga, tanta segurança do presidente da câmara de Lisboa na aprovação do empréstimo "salvífico", para um desfecho destes ...

Fraternal sucessão dinástica ...


Deu ontem à noite na televisão


Curto, conciso e preciso ...

Qual é o balanço que José Sócrates faz dos seus três anos de Governo, que se cumprem amanhã? Positivo, muito positivo. Que imagem tem o primeiro-ministro da sua acção e das suas políticas? Reformistas. Alguma coisa correu mal? Não, tudo correu lindamente.
Este é o resumo da entrevista que José Sócrates deu à SIC.

No Público ...

Uma mentira cândida

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008
O primeiro-ministro explicou esta segunda-feira, numa entrevista à «SIC», porque é que as taxas de juro dos certificados de aforro foram reduzidas: «era necessário ajustá-las às taxas do mercado»

Dito assim até parece verdade. Mas não é.
Os certificados de aforro da serie B sempre permitiram taxas de juros mais favoráveis, designadmente por virtude dos prémios (ou bonificações) de permanência. E isso é que os tornava atractivos, designadamente para um grande número de investidores ditos "tradicionais" que não estando para se aventurar em jogos de bolsa ou produtos financeiros mais arriscados, investiam aí as suas poupanças.

E é evidente que em tempos de juros comerciais baixos ou em baixa, os juros dos certificados eram bastantes favoráveis.
Por isso é que incentivavam o aforro - mas o pequeno aforro. Eram as pequenas poupanças que eram canalizadas para lá. Não parece que os grandes magnatas aplicassem os seus milhões fazendo investimentos em certificados de aforro em vez de ir à bolsa.

Os certificados de aforro eram já uma forma tradicional de pequena poupança - de "aforro" - facilmente acessível a toda a população nacional, porque eram subscritos nas estações dos correios e podiam ser subscritos com pequenas quantias.

Ao impor condições "de mercado" nos certificados, o estado (leia-se, o governo) apenas arredou uma grande número de pequenas poupanças de um juro um pouco mais favorável, atirando-as para as mãos vorazes dos bancos, onde são cobrados custos de manutenção e de gestão de títulos (a que acrescem os tradicionais impostos do estado) que consomem completemente os juros e os dividendos.

Ao acabar com o atractivo dos certificados de aforro que era o seu juro, o estado (leia-se, o governo) deu mais uma machadada no aforro, uma prática quase desapareceida em tempos de cartões de crédito e de crédito (ao consumo imediato) por telefone. Num tempo em que o endividamento familiar ronda os 120%, nada melhor para o combater do que promover o despesismo consumista, acabando com o atractivo de uma forma "tradicional" de "aforro".

Não deixa porém de ser curioso que ao mesmo tempo que alterava o regime dos certificados de aforro o governo tivesse lançado cá para fora os "certificados de reforma do estado", prometendo a quem os subcreva uma melhor reforma a troco de um desconto adicional no salário - mas, no fundo, pretendendo apenas "esportular" a quem trabalha mais uns "cobres" para sustentar a segurança social, ao mesmo tempo que quer fazer crer que esse "investimento" permite vir a ter uma reforma "por inteiro" a quem a ela já tinha direito mas que lhe foi entretanto retirado.
Ora até para isso os certificados de aforro eram bastante mais benéficos. Só que eles não davam dinheiro à segurança social ...

Será que a polícia italiana se importaria de vir cá fazer uns "biscates"...???

Polícia italiana detém o líder da máfia calabresa

Conlcusão de entrevista

Culpado ...

O secretário geral do PS continua a afirmar que é o único responsável pelos projectos ...

Às metades ...

Depois de ter passado "metade" da entrevista a dizer bem da política económica governamental e de promoção do emprego, o secretário geral do PS passou a seguinte metade da entrevista a dizer bem da "reforma" do ensino, seguindo-se nova "metade" a dizer bem da reforma da saúde ...

Mau feitio e boa propaganda ...

O secretário geral do PS que está na televisão a fazer propaganda ao governo, manifesta um evidente desagrado sempre que os entervistadores lhe fazem perguntas que não permitam respostas elogiosas.

E sempre que os entrevistadores lhe fazem perguntas incómodas, o entrevistado desata a falar e não os deixa fazer perguntas. E quando os entrevistadores querem mudar de assunto o entrevistado continua insistentemente a falar do que lhe interessa ...

Vantagens da fama (e proveito) de arrogante "mau feitio" ...

Radiações


O presidente do Vitória de Guimarães disse que o treinador do Nacional devia ser "radiado".
Mas para além de "apitos dourados", será que também já há "radiações" no futebol ...???

Tirar o cavalinho da chuva ...

Ministério do Ambiente responsabiliza autarquias pelas cheias e trânsito

Será que já estamos em campanha eleitoral?

É que está a dar na televisão o secretário geral do PS a debitar números, percentagens e valores que ninguém percebe nem pode saber se são correctos ou não, mas que toda a gente nota que é a mais pura propaganda ao governo ...

E eles insistem e insistem e insistem ...

Eles desmentem e desmentem e desmentem...

E isto não é nehuma campanha, nenhuma campanha, nenhuma campanha ...

A esperança dos cábulas ...

Os alunos mais "renitentes" em aprender ou, pelos menos, em conseguir umas positivas sem ter que queimar as pestanas , estão mortinhos que entre em pleno vigor o novo regime de avaliação dos professores.

-Atão qdo é q'é? - perguntam eles, na composição de português, certos de que o "prof" até lhes vai dar boa nota - porque agora "quando ganha um, ganham todos" ...

Os divórcios ficam sempre mais caros que os casamentos ...

Banco Espírito Santo cobra 104 euros pelo encerramento de contas dos clientes

Votos de boas melhoras

Ramos Horta já vai na quinta operação. Desejam-se as mais rápidas melhoras e formulam-se sinceros votos de que os australianos não o "avariem" de vez com tanta operação ...

Um efeito bem conseguido ...

Enquanto que as assinaturas de despachos - ditos 300, mas afinal 50, ou menos - ainda são conversa de todos os dias na televisão e jornais, quem é que se lembra ainda que o primeiro ministro, quando ainda era (só) engenheiro técnico (designação elegante para "agenté técnico de engenharia") assinava projectos que não seriam exactamente da sua autoria ainda que ele agora se delcare "responsável" pelos mesmos (mesmo que não se saiba bem o que isso quer dizer), pelos quais terá sido remunerado, tudo isto para contornar normas legais e infringindo regras éticas?

Isso já foi esquecido (eventualmente por efeito dos esgares mal encarados do primeiro ministro quando lhe lembram o seu passado). O "casinito" é que não ...

Constipou-se ...!!!

A "fábrica" de vacinas antigripais, que foi anunciada para Condeixa-a-Nova, numa cerimónia apadrinhada por vários membros do Governo, em Janeiro de 2006, já não vai ser constuída ...

Mais um take do "Quem se mete com o PS, leva!"

domingo, 17 de fevereiro de 2008
Uma profesora presente no "aplauso" ao primeiro ministo, ontem, no largo do rato, questionada sobre a razão pela qual não se quis identificar, a resposta surgiu em eco: “Porque podemos ter negativa na avaliação.”

Perdeu a piada ...

Afinal, o ministro Telmo Correia não assinou 300 despachos na última noite de governo ...

Ooooohhhhhh ... Perdeu a piada toda ...

Como é que agora se pode "zunir" no governo Santana-Portas e no CDS-PP por causa de "despachos"?

Só se aparecesse agora um despacho a louvar um motorista do seu gabinte pelo "apoio automóvel" prestado "à família directa" ... É que não é coisa que não se tenha já visto ...

Mais uma "independência" ...

Hoje, um território balcânico, com pouco mais que a área do nossso distrito de Beja, declarou unilateralmente a independência.

A ideia de independência começa a banalizar-se. Está a tornar-se numa "construção" artificial, fruto de conjunturais "vontades políticas", mas que pressupõem o apoio empenhado (mas não necessariamente desinteressado ou não interventor) de terceiros paises e organizações internacionais, que suportam a independência - e sem a qual essa independência é uma pura ideia lírica ....

Faz lembrar aqueles jovens muito "independentes" mas que vivem à custa da mesada dos pais ...

Sem tirar nem pôr ...

A organização benfiquista vista pela lupa do FNV ...!!!

Carnaval é sempre que um fiscal da câmara quiser ...

sábado, 16 de fevereiro de 2008
Dois repórteres da RTP foram abordados, na quinta-feira de manhã, por um fiscal municipal, que lhes perguntou se tinham licença de ocupação da via pública, pois estavam a utilizar uma câmara com tripé.

O fiscal informou, então, que actuava ao abrigo de «um regulamento que existe na Câmara desde 1991», ao abrigo do qual quem for apanhado sem licença de ocupação da via pública paga uma coima entre um e 4,5 salários mínimos.

Presume-se que também seja exigível licença de ocupação da via pública a quem use bengala, canadianas ou ande de cadeira de rodas no passeio.

Um exemplo de evidente pluralismo democrático

A única lista concorrente ao Conselho Nacional da Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses (CGTP) para o quadriénio 2008/2012 foi hoje eleita no XI Congresso da central sindical com 95,4 por cento dos 857 votos expressos.

Apagão "na hora"

A segurança dos servidores informáticos do Ministério da Justiça não está garantida, existindo o perigo de os arquivos dos tribunais e dos registos Civil, Predial e Comercial se perderem

Macacos de imitação

Os gorilas também têm relações sexuais de frente um para o outro, posição tipicamente humana

Aliás, como toda a gente sabe, foi com quem ele reuniu mais nos últimos anos ...

A ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, considerou hoje "de rotina" a reunião que o secretário-geral do PS, José Sócrates, terá sábado em Lisboa com professores socialistas de todos os distritos.

Aliás, estas reuniões, para ele, são um verdadeiro prazer ...

"Prevenção rodoviária" ...

O ano de 2007 foi especialmente simpático para as contas do Estado no que respeita às multas do Código da Estrada. De acordo com os dados constantes no boletim de Dezembro da Direcção-Geral do Orçamento, as infracções ao Código da Estrada trouxeram aos cofres do Ministério das Finanças 75,2 milhões de euros, mais 8,6 milhões que em 2006

Já se espera que, no corrente ano, esta "prevenção rodoviária" continue a aumentar exponencialmente ...

A reorganização do INEM


Médico militar é o novo presidente do INEM

A miséria a que se chegou ...

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008
Numa sondagem, na escolha entre José Sócrates e Luís Filipe Menezes para o cargo de primeiro-ministro, as preferências recaem sobre o actual chefe de Governo.
Questionados sobre em qual dos dois líderes partidários têm mais confiança para primeiro-ministro: 36,6 por cento dos inquiridos nomeou José Sócrates, enquanto 26,1 por cento escolheu Luís Filipe Menezes.

Os restantes 37,3%, quando questionados, devem ter desatado a gritar: Por favor, tirem-nos daqui ...!!!

Cenouras "suficientemente grandes" ...


A ministra da Saúde, Ana Jorge, revelou que vai ser enviada esta quinta-feira aos parceiros sociais a portaria que define incentivos financeiros aos profissionais organizados em Unidades de Saúde Familiar (USF), que permitirá que estes receberem “montantes suficientemente aliciantes" pelo seu desempenho

E depois de uma "trabalheira" destas, ainda o criticam ...!!!

O Ministério Público do Porto tem apenas registadas duas diligências relevantes no caso Ricardo Bexiga, entre Janeiro de 2005 e Novembro de 2006. A audição do queixoso (24 de Fevereiro de 2005, um mês depois da agressão), bem como um reconhecimento fotográfico, a 14 de Março do mesmo ano

Perante todo este evidente "empenho, dedicação e perseverança" na descoberta da verdade, sempre na busca de uma justiça rápida e "justa", é mais que natural que os magistrados do DIAP do Porto, se sintam violentados na sua honra profissional

Há quem se satisfaça (mesmo) com (muito) pouco ...

O primeiro-ministro, José Sócrates, mostrou-se hoje satisfeito com o crescimento de 1,9 por cento da economia portuguesa no ano passado

Então o remédio é "comer e calar" ...?

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008
Procuradores do DIAP (Departamento de Investigação e de Acção Penal) do Porto admitem queixar-se de Ricardo Bexiga por difamação e denúncia caluniosa. Os magistrados não se conformam que Bexiga tenha afirmado que o DIAP do Porto meteu "meticulosamente" durante dois anos na gaveta a investigação da agressão de que foi vítima, em Janeiro de 2005.

Isso é que vão ser "averiguações" ...!!!


Ao que parece, um conjunto de funcionários da câmara da Guarda - pomposamente designados como comissão para averiguar alegadas irregularidades no licenciamento de obras particulares no concelho na década de 80, relativas a projectos assinados por José Sócrates - vai "averiguar" se os ditos "projectos" "do" primeiro ministro, são ou não são dele ...

O que irão fazer? Ouvir em declarações o primeiro ministro? Onde? Em S.Bento? Na câmara municipal?

E o resto é paisagem ...!!!


José Sócrates anunciou no Parlamento um investimento de 100 milhões de euros para aumentar a rede de creches e do pré-escolar nas áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto

O resto do país, como é pura "paisagem", não precisa de nada ...

Engano ...

"Sr. Eng. Guterres ... Sócrates"...!!!

E quem foi o autor?

O primeiro ministro afirmou no Parlamento que Todos os projectos que assinei são da minha responsabilidade

Continuando sem se saber quem foi o seu autor, ficamos, ao menos, a saber que o primeiro ministro é o "responsável" de "estrampalhos" como este ...!!!

Nada de trapalhadas ...

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008
O "insupeito" e geralmente bem informado DN, afirma hoje que o Governo vai adiar a cobrança mensal do imposto único de circulação - o ex-imposto municipal sobre veículos, vulgo "selo do carro" - durante os próximos meses, à semelhança do que aconteceu à matriculas de Janeiro, quando foi prorrogado o prazo de cobrança do imposto até 25 de Fevereiro.

Acto imediato, o Ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, negou hoje a possibilidade de um novo adiamento da cobrança do imposto único de circulação automóvel, em declarações aos jornalistas à entrada da comissão parlamentar de Orçamento e Finanças

Ainda que (já) "ninguém leve nada a mal" (a "habituação" às costumeiras confusões, com afirmações num sentido, logo desditas, começa a entranha-se ...) em que ficamos: adiam ou não adiam?

Começou o duelo ...

(Foto tirada daqui)

Tá bem, bébé ...!!! Desculpas ...

A evidência dos factos levou o Governo australiano a reconhecer os actos infames infligidos sobre o povo aborígene. Nesta quarta-feira, foi dado mais um passo para a uma relação mais harmoniosa, com um pedido de desculpas formal pelos maus-tratos a que foram submetidos durante décadas.

Eleições EUA

As "coisas" estão a ficar negras para a senhora Clinton ...!!!

Já ...???

A Comissão Europeia considerou hoje, em Bruxelas, que a estratégia orçamental do Governo português "é coerente com uma correcção do défice excessivo" em 2008, mas adverte que o equilíbrio das contas pretendido até 2010 "poderá requerer medidas suplementares".

Será que isto se destina a "preparar o terreno" para novas medidas de contenção orçamental num eventual "segundo mandato" - mas permitindo "folga" até às eleições?

Isso é que vai ser dar-lhe ...!!!

O Director-Geral da Saúde anunciou, esta segunda-feira, que os centros de saúde vão passar a distribuir gratuitamente, ainda antes do final do primeiro semestre de 2008, pílulas para seis meses ou mais

Os outros são sempre o pior...

A ministra da Educação acusou hoje o Conservatório de Lisboa de «arrogância» na forma como tem contestado a reforma do ensino artístico

Defesa da honra

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008
(Foto tirada daqui)

Ao que refere a RTPN, os magistrados dos MP do norte querem "defender a sua honra".

E que tal, para o efeito, um duelo com flortete?

Só quando ficar completamente "tratado" ...

... é que os australianos o "largam" ...!!!

O Presidente timorense, José Ramos-Horta, permanece internado em estado crítico, embora estável, num hospital de Darwin, onde será submetido nos próximos dias a novas intervenções cirúrgicas para extracção de fragmentos de balas, devendo permanecer nos cuidados intensivos até à próxima segunda-feira

Leitura para uma qualquer noite de insónia ...

Tratado da União Europeia em texto consolidado, contendo as alterações introduzidas pelo Tratado de Lisboa.

Lá longe, funciona ...!!!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008
O primeiro-ministro, José Sócrates, elogiou esta segunda-feira a actuação profissional dos elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) na resposta aos atentados contra os chefes de Estado e de Governo timorenses

Está visto que "os santos, em casa, não fazem milagres" ...

Quem se mete com o PS, leva! (take 2)

Num tom que teve mais de agressivo do que de espontâneo, foi no programa Mesa para 4, do Rádio Clube Português (RCP), que António Costa disse ontem como classifica o "Público": "Indigno". Mas o ex-ministro de Estado e da Administração Interna, actual presidente da Câmara de Lisboa, foi mais longe e atacou José Manuel Fernandes e Belmiro de Azevedo, bem como o jornalista José António Cerejo.
Entre outras farpas, Costa considera que o diário "faz campanhas de carácter sobre pessoas", e que "José Manuel Fernandes é efectivamente uma pessoa desqualificada para o exercício da função que tem".


Como se pode constatar, as afirmações de António Costa não são nem "ataques pessoais" nem "indignas" de um Presidente da Câmara Municipalde Lisboa e ex-ministro do actual governo, nem, muito menos, revelam, por si mesmas, que o seu autor "é efectivamente uma pessoa desqualificada para o exercício da função que tem"...

Pois ...! Está bem ...!!!

Se eles preferem estar gordos e não fazer ginástica, não parece que algum dia venham a ser grandes apreciadores de novos métodos ...

Está feito ...!!!

O presidente do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) foi substituído pela nova ministra da Saúde, Ana Jorge.

À falta de ambulâncias no serviço, substitui-se o seu presidente ...
Assim, quando se der um próximo episódio do "drama radiofónico" "Está lá? .. Favaios ...? É uma saídinha ...", o governo já se pode desculpar e dizer que foram tomadas as adequadas medidas ...

Rigor nas notas

(by mail)

O Prof. Marcelo Rebelo de Sousa pediu ao Mantorras para dar uma nota, numa escala de 1 a 10, ao Benfica.
Mantorras "dispara":
- Nota dez, professor.
- Dez?!?
- Sim... Dézorganizado, Dézmotivado, Dézestabilizado, Dézactualizado, Dézqualificado, Dézanimado, Dézmoralizado, Dézordenado, Dézactivado e Dézmantelado.
Diz o Professor:
- Bem, dez vezes dez, dá cem.
- É isso professor... Cem vergonha, cem títulos e cem nada!!!

Um "país-mamão" ...

domingo, 10 de fevereiro de 2008
Mais de três em cada quatro portugueses é de opinião que não se deveria pagar impostos sobre os rendimentos do trabalho. Segundo um estudo de opinião elaborado pela Eurosondagem, a que o DN teve acesso, 77,8% dos portugueses acha que pura e simplesmente não se deveria descontar nada sobre o ordenado que aufere mensalmente. Ou seja, dito por outras palavras, o IRS deveria ser extinto.

Os portugueses, aliás, acham igualmente que não se deve pagar impostos sobre o consumo (70,6%), a habitação (70,1%) e sobre o investimento (63,3%). Dinheiro nos cofres do Estado só o que advenha da taxação de "vícios" (álcool, jogo e tabaco), posição defendida por 61,7%. Mais do que isso só o número dos que sustentam o pagamento de impostos pela emissão de "poluição", os quais ascendem a 68,6%.

Por grandes áreas - e não só tendo em vista apenas a ideia de "construção" - os portugueses pensam que "para aumentar o crescimento económico do País e o nível de vida dos portugueses" durante os dois próximos anos, o Estado e a sociedade devem investir em "saúde e segurança social" e de maneira nenhuma em "indústria, comércio e exportações" ou "turismo e ambiente".

Perante isto, a primeira conclusão que vam à cabeça é que este país é uma terra da "mamões".
Toda a gente quer "mama", mas cuidar da "mama" é que não!
Saúde e segurança social dos cidadãos, sim e em abundância ...! Dinheiro para o Estado pagar esse "bem-estar" é que já não é nada com esses mesmos cidadãos...!!!

A segunda conclusão que se tira de tudo isto é que ninguém faz a mais pequena ideia de como funciona e se financia um Estado, ninguém sabe o que é o sistema fiscal nem imagina o que é o "estado social" e o "estado providência".
Isso é coisa que não importa, ou que, quando muito, há-de incomodar apenas quem governa.
O importante (e que verdadeiramente releva no espírito nacional de há trina anos a esta parte) é que a "mama" nunca se acabe ...

É pois neste arreigado estado de espírito e tendo em conta este propósito que o cidadão eleitor deposita o seu voto na urna eleitoral ...

Nem um pequeno prazer ...

Num país "acultural", onde o futebol é o "ópio do povo", o Presidente da República, Cavaco Silva, defendeu hoje que Portugal tem "outras prioridades" e que já tinha levantado reticências à organização do Campeonato do Mundo de futebol quando era primeiro-ministro.

É um evidente "desmancha-prazeres", este Presidente da República.

Então a realização de um campeonato do mundo de futebol, que nos poderia distrair da dureza da realidade (que se situa exactamente "além-futebol"), um campeonato que nos "projectaria no mundo" sem que nos tivessemos que preocupar com os nossos problemas internos, um capeonato que terminaria inexoravelmente com os derradeiros jogos espalhados por estádios de Espanha e a final em Madrid ou coisa que o valha, depois de em Portugal terem decorrido as fases iniciais - e o Presidente da República a dizer que há "outras prioridades".

Até parece que ele não percebeu a "grandeza" da organização do Europeu 2004, os benéficos efeitos que daí advieram para o país e para a nosso desenvolvimento e economia, a quantidade enorme de cimento empregue em estádios agora vazios e sem utilidade alternativa, a emoção que foi perdermos na final e ainda assim "ganhármos moralmente", o período esfuziante que então se viveu e nos permitiu manter "ao largo" de uma realidade que (já então) prenunciava as agruras de hoje, as bandeiras portuguesas nas janelas, em algumas das quais ainda hoje estão e apodrecem "sebastianicamente", como se aguardassem a todo o momento a chegada de um "encoberto" que, milagrosamente, nos tire deste "marasmo".

Até parece que o Presdiente da República não percebeu que tudo isso nos permitiu sair da "cêpa-torta" e nos projectou no mundo como uma nação próspera e desenvolvida.

Quais "outras prioridades" qual quê ...???!!! O que o páis precisa é de "ópio", "ópio", "ópio", ... perdão ..., futebol, futebol, futebol ...!!!

A guerra do gás

A Gazprom, exportadora russa de gás natural, está a preparar-se para cortar o abastecimento de gás à Ucrânia dentro de três dias devido à alegada falta de pagamentos

A Rússia, ou seja Putin, pretende subjugar a Ucrânia e recolocá-la na sua órbita, afastando-a da Europa. Para isso utiliza todos os meios, limpos ou sujos, que na Rússia não se liga a pormenores.

É evidente que a Europa vai resentir-se com estes cortes, pois a Ucrâna vai desviar o gás de passagem e utilizá-lo (aliás, como já fez no anterior corte de fornecimento decretado pela Rússia) para não enregelar.

Perante isto a Europa não tem alternativa viável. Sujeita-se, cala-se e continua a tratar Putin como um grande senhor ...

Buraco

sábado, 9 de fevereiro de 2008
Manuel Alegre disse este sábado que a corrente de opinião socialista que formará pretende preencher «o buraco negro» no PS.

Contudo parece bem mais plausível, face ao estado em que estão as coisas no PS, que esta "corrente de opinião" se torne antes num "grande buraco" para os actuais responsáveis do partido ...

Complex

O anúncio público, pelo primeiro ministro, de umas tantas "medidas" do dito programa "simplex", é sempre um evento muito "complex" ...

Não são excepção à regra ...

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008
Num país ondo o mais normal é "meter água", também os blindados Pandur II que Portugal comprou têm graves problemas técnicos. Metem água pelos periscópios, pelos faróis e pela rampa traseira.

Está visto: quem quer "clarificação" vai ao LNEC ...!!!

O ministro das Obras Públicas afirmou hoje que decidiu mandatar o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) para estudar as opções para a terceira travessia do Tejo porque "quer que as decisões fiquem bem clarificadas".

A confissão da "asneira" ...

O director nacional adjunto da Polícia Judiciária, Baltazar Pinto, afirmou hoje no Funchal que a polémica em torno das declarações do responsável máximo da PJ, Alípio Ribeiro, sobre o caso do casal McCann resulta de “um mal-entendido”.

Perante um dislate com consequências irreparáveis, começam agora as justificações "mal amanhadas" para tentar salvar a situação.
Só que estas justificações ainda "afundam" mais o já muito "afundado" director da PJ ...
Mais valia o silêncio.

Há jornais mesmo chatos ...

Tirado daqui

Será que este jornal também é do Belmiro?

Haja Deus ...!!!

O deputado Guilherme Silva levantou esta quinta-feira, na reunião do grupo parlamentar do PSD, a questão do passado profissional de José Sócrates, lembrando as notícias que, na última semana, punham em causa o comportamento do actual primeiro-ministro quando exercia a actividade de engenheiro técnico.

O parlamentar madeirense considera que o PSD não pode deixar cair as suspeitas que têm vindo a público, segundo as quais Sócrates terá assinado projectos de engenharia que não eram seus e terá beneficiado do subsídio de exclusividade da Assembleia da República ao mesmo tempo que exercia a actividade como profissional liberal. "Andamos a fazer-nos de parvos? Temos medo de quê?", questiona Guilherme Silva, a propósito da falta de iniciativa do seu partido sobre esta matéria.

Para o deputado social-democrata, "é do arco da velha" a ideia de que um deputado possa receber subsídio de exclusividade ao mesmo tempo que exerce a sua actividade de profissional liberal, "ficando sem o subsídio no mês em que recebe um pagamento pela sua actividade profissional, para depois o voltar a receber no mês seguinte" - a situação que alegadamente se verificou com Sócrates no início dos anos 90. "É uma ideia peregrina, e não podemos deixar passar isto em claro!", afirma Guilherme Silva.

Até que enfim que no Parlamento há alguém a dizer alguma coisa de jeito sobre o assunto ...!!!

Uma orquestra muito "manhosa" ...!!!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008
Ontem todos os golos da Itália foram devidamente precedidos de "fífias" caricatas da selecção portuguesa, desde "falhanços" do guarda redes (para não deslustrar o curriculum ...) até "pontapés na atmosfera" de um defesa ....

"Comme d'habitude"

A Selecção Nacional perdeu com a Itália ...

Há males que vêm por bem ...

Os inspectores tributários vão recusar-se a fazer correcções à matéria colectável dos contribuintes com base nos chamados métodos indirectos. Aqueles trabalhadores do Fisco têm receio de que o seu património seja afectado no caso de o Estado ser processado
Trata-se de uma reacção à entrada em vigor da Lei n.º 67/2007 que entrou em vigor no início do mês e que regula a Responsabilidade Civil Extracontratual do Estado e demais Entidades Públicas e pode comprometer os objectivos da cobrança executiva definidos para 2008 (1600 milhões de euros).

Isto parece vir confirmar aquilo que as pessoas "pagadoras de impostos" já pensavam há muito: que os inspectores tributários preocupavam-se de forma demasiado "zelosa" com a determinação da matéria colectável e com o volume da colecta, sem terem o mesmo "zelo" com o fundamento legal ou proporcionalidade dessa cálculo.
Ou seja: enquanto estavam "acobertados" e "iresponsabilizados pela "soberania fiscal" foi possível cumprir os "objectivos" da "arrecadação de impostos"...

A questão surge quando os inspectores tributários podem passar a ser responsabilizados pelos "excessos de zelo". Aí a "coragem" e o "zelo" já cede perante a responsabilidade e os objectivos de cobrança ficam em perigo ...

Em face disto, aguardam-se já alterações à lei Responsabilidade Civil Extracontratual do Estado que excluam os "ovençais" dessa responsabilidade, a fim de poderem ser atingidos os objectivos de cobrança previamente fixados no início de cada ano, no estrito cumprimento do princípio da legalidade fiscal ...

"Centro de doença" ...

Quatro dos seis médicos do Centro de Saúde de Ferreira do Alentejo estão de baixa por doença

"Em casa de ferreiro, espeto de pau" ...!!!

Em conclusão ...

O condutor do automóvel Renault Laguna que se despistou no passado domingo na A6, causando a sua própria morte e a de dois filhos menores, tinha sido detido pela GNR menos de quatro horas antes do acidente, por ter apresentado uma carta de condução falsa

Presume-se que seja esta a "moral da história": cartas de condução falsas provocam acidentes fatais ...!!!

Série "felizmente só a inflacção é que não sobe" (n+3) ...!!!

O preço dos produtos alimentares em cuja composição entra o trigo vai continuar a aumentar nos tempos mais próximos

Etiquetas:

Mais um record português para o Guiness Book ...

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008
TAP é a companhia europeia que mais se atrasa e que mais bagagem perde

A coisa não é o que parece

Afinal não foi um "desbocamento" do director da PJ.
Pelos vistos, tratou-se, tão simplesmente, de veicular a posição oficial do governo sobre o caso McCann.

"O facto de o director nacional da PJ continuar em funções significa tudo o que penso sobre essa matéria", disse hoje o ministro da justiça, Alberto Costa ao ser questionado sobre as declarações do director-nacional da Judiciária, Alípio Ribeiro.

É o que se chama "serrar presunto" ...

O deputado socialista Ricardo Rodrigues anunciou hoje no Parlamento que o PS vai propor a criação de uma entidade para a prevenção da corrupção, até ao final da presente sessão legislativa

Veja-se só a "complexidade":

- propôr
- criação
- entidade
- prevenção
- corrupção
- até final
- sesão legislativa

Já se está mesmo a ver no que isto vai dar: em (rigorosamente) nada ...!!!

"Violência hospitalar"

Hospital de Braga cobra 152 euros a vítimas de violência doméstica (Publico impresso)

Dissolução


O presidente italiano, Giorgio Napolitano, decidiu dissolver o parlamento e convocar eleições antecipadas

Que importa isso ...?! É Carnaval ...!!!

terça-feira, 5 de fevereiro de 2008
As bolsas mundiais (e também a nossa) deram hoje mais um "valente tombo" ...

Em dois tempos ...

Com a entrada em vigor do novo Plano de Avaliação e Certificação de Tiro, de periodocidade anual, o qual prevê o desarme dos agentes que concluam os testes com nota negativa, cerca de 40% dos polícias correm o risco de ficar sem arma.

Porém, a PSP já está a estudar a possibilidade de passar a se praticado o designado "tiro a dois tempos":
Primeiro, estes polícias "desarmados" passam a utilizar pistolas de "paint-ball" só para assinalar os "meliantes".
Depois cabe aos outros polícias, os que andam armados, acertar-lhes com um "balásio"...

Histórias tradicionais

A propósito do que aqui é dito, uma velha história tradicional portuguesa:

Em tempos idos, havia uma tradição de que quando um homem ficava velho e lhe iam faltando as forças para trabalhar, os filhos levavam-no às costas pela serra acima e deixavam-no lá abandonado para falecer longe de casa e da família - em paz, julgavam eles.
Certo dia, um homem ainda jovem e possante levava o seu velho e debilitado pai às costas, serra acima, para o deixar morrer lá no alto.
Quando lá chegou, deitou o pai e tapou-o com uma manta que levava consigo. Despediu-se e foi-se afastando, de regresso a casa.
De repente, o pai chama-o. O filho pára e vem até junto dele.
Então, rasgando a manta ao meio, o velhinho disse-lhe:
- Toma, filho, só preciso de metade.
- Mas... pai, assim vai ter frio! Fique com a manta inteira.
- Não, filho, leva esta parte; para morrer chega-me metade da manta. Guarda esse bocado, que dele vais precisar quando fores velho, sem forças para trabalhar e os teus filhos também te vierem cá abandonar.
O filho pegou na metade da manta e começou a descer a serra. Mas foi pensando:
- O meu pai tem razão: quando eu tiver a idade dele, os meus filhos também me abandonarão na serra. Além disso, apesar de velho e cansado, ele continua a ser meu pai.
Voltou a subir a serra, pôs o pai às costas e levou-o de novo para casa.

Novamente, "em pontas" ...


O Partido da Nova Democracia (PND) defendeu, mais uma vez, a extinção do Tribunal Constitucional (TC)

Indemnizações

O Tribunal de Gondomar recusou a indemnização pedida por Pinto da Costa ao Estado, num processo cível por alegada detenção ilegal em fins de 2004.

Agora, Pinto da Costa devia indemnizar o Estado por as suas instuituições terem que andar a aturá-lo ...!!!

Se bem me lembro ...

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008
... há uns tempos atrás o director da PJ demitiu o então inspector encarregado do caso McCann por este ter produzido declarações consideradas inconvenientes.

Agora o mesmo director da PJ disse o que disse sobre a constitução como arguidos do casal McCann, o que no mínimo e benevolentemente se pode considerar como uma declaração infeliz e que pode pôr definitivamente em causa a investigação - para além de deixar (gratuitamente) mal colocadas, nacional e internacionalmente, o ministério público e a própria PJ.

O director da PJ fez essas declarações (também bastante) inconvenientes, mas ainda não lhe aconteceu nada ...!!!
Por seu lado, o ministro da justiça recusa-se a comentar o sucedido.

Será que o director da PJ pode fazer declaraçõs inconvenientes que nada lhe acontece?

Tratamento radical ...

Pelos vistos, quem tomar Champix para deixar de fumar, arrisca-se a não só deixar de fumar como a deixar tudo ... de vez ...

Safa ...!!! Que tratamento mais radicalmente eficaz ...

Tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é fado ...

Vão começar a ouvir-se notícias ou reacções de admiração e louvor pelo facto de Ronaldo estar em vias de passar a ser o jogador mais bem pago do mundo, auferindo mensalmente cerca de 160 mil contos no velhinho escudo (800 mil euros). Ninguém diz que este salário é um privilégio desmedido, un insulto à pobreza ou um verdadeiro atentado quando comparado com o salário daqueles que trabalham em coisas verdadeiramente úteis à civilização e à humanidade.
Portanto, de reacções de estranheza ou estupefacção é que nada ...!!!

Porém já há quem se sinta terrivelmente incomodado porque os transplantes rendem milhões aos médicos.
Ora não querem lá ver a ignomínia: um médico que faz transplantes - que é uma técnica (ou arte) cirúrgica do mais complexo e avançado que há, técnica que permite salvar vidas, que contribui para o avanço da ciência, o progresso e o bem estar da sociedade (desta sociedade que gosta de ver os craques do futebol que ganham milhões ...) - chegou a ganhar, num mês, 30.000 euros ...!!! Limpos ...!!! O "malandro" ...!!! O "cabrão" do médico ...!!!

Fosse ele futebolista ...!!!

Para quê?

Para quê a escolaridade obrigatória, para quê o programa novas oportunidades, para quê o alargamento do acesso ao ensino superior, para quê estudar, para quê saber, para quê Bolonha, para quê investigar, para quê "queimar as pestanas" ..??? Sim, para quê ...???

Basta que a intelegência esteja na cabeça ... dos dedos dos pés ...??? E, falta dizar, desde que isso não aconteça em Portugal ...!!!

De acordo com o jornal britânico News of The World, o Manchester United quer prolongar o vínculo de Ronaldo até 2014, aumentando o seu ordenado em mais de 100 mil euros. Neste momento, o internacional português ganha 640 mil euros por mês e é o quinto jogador mais bem pago em Inglaterra.
A nova proposta prevê um aumento mensal na ordem dos 110 mil euros, o que significa que Ronaldo passaria a ganhar qualquer coisa como 9,1 milhões de euros por ano, cerca de 800 mil euros por mês. (Convertendo para "moeda antiga", qualquer coisa como 160 mil contos por mês).
Ronaldo passará a sero jogador com o salário mais alto do mundo.

No Sporting ganhava... 1500 euros

Dois estetas!


Está explicada aquela preferenciazinha que o primeiro ministro demonstra pela "arte moderna" de Joe Berardo.

Quem não tem altura ...



... põe-se em "pontas" ...!!!

Partido de Manuel Monteiro desafia CDS a aceitar comissão de inquérito

Incontinência verbal, desbocamento, ou "síndrome do microfone"?

domingo, 3 de fevereiro de 2008
Depois do Bastonário da Ordem dos Advogados ter entrado em "velocidade de cruzeiro", "prego a fundo", na denúncia de corrupções e ilegalidades (ainda que só de algumas ...), o Director Nacional da PJ resolveu seguir-lhe os passos, e em entrevista, pôs em causa a posição do ministério público, tomada na sequência de investigações de um mediático caso levadas a cabo pela polícia que ele próprio dirige.

Será que ninguém - especialmente quem tem responsabilidades públicas - é capaz de se "segurar" perante um microfone aberto?

O tradicional direito "circulatório"

Os aposentados da função pública passaram a ser obrigados a descontar, a partir de 2007, um por cento do seu rendimento para o respectivo subsistema de saúde, seja a ADSE ou outro. Porém esta nova regra não foi acompanhada por uma modificação (legislativa, evidentemete) do código do IRS, para que esse desconto pudesse ser abatido em sede deste imposto, como acontece com os funcionários no activo, tendo tal norma sido apenas inscrita no Orçamento de 2008, mas sem efeitos retroactivos.

Ora vai daí, e perante o "incómodo" (eleitoral ...) da notícia, o governo (que estava calado que nem uma pedra à espera que a coisa passasse ...) resolveu arrepiar caminho (para não se tornais ainda mais impopular e, consequentemente, perder mais votos ...). Vai daí o ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, garantiu ontem que vai dar instruções aos serviços, já na próxima semana, para ser clarificada a situação relativa aos pensionistas do Estado impedidos de deduzir ao seu IRS relativo aos rendimentos de 2007 os descontos efectuados para o seu sistema de saúde.

Tratando-se de matéria fiscal, regulada em código, não se percebe como é que o governo pode dar "instruções" para os serviços "clarificarem" a situação".
Será que sem a alterar irão "interpretar" a lei (leia-se código do IRS) de forma a esta passar a "prever" o que nã0 está previsto, fazendo uma interpretação contra legem das normas do código do IRS, só porque isso agora é conveniente?

Está-se a ver que sim!
O governo acha-se "dono" do sistema fiscal, permitindo-se alterar o que se encontra legislado, através "instruções" para "clarificar" "situações", materializadas em "circulares", "ofícios-circulares" ou "ofícios-circulados", que constituem um verdadeiro acervo de "direito circulatório", desconhecido dos contribuintes mas que serve para o governo e a administração fiscal perpetuarem o seu poder sobre o sistema fiscal.

Alguém aproveita?

A quem aproveitarão politicamente os "casos" da assinatura de projectos pelo primeiro ministro e da titularidade do edifíco do casino Lisboa imputada a Telmo Correia?

Ora aí está ...!!!!

A explicação para o facto do primeiro ministro, há 20 anos, ter andado a assinar projectos de outros colegas para serem apresentados na câmara da Guarda, onde esses colegas eram funcionários, é que, então, há 20 anos atrás, nunca poderia supõr, nem passar-lhe pela cabeça, que um dia, o acaso (e Sampaio) o fizesse vir a ser primeiro ministro.

Visto isto, é melhor deixar o homem!
Pelo andar da carruagem nada garante que se se escavar mais um bocado ainda se descubram outras "barracas" do género, obrigando-nos assim a ouvi-lo dizer mais umas tantas "bacoquices" (um tanto parvas), à laia de "desculpa esfarrapada" para uma conduta que ele pretende sempre como "irrepreensível".
Está mais que visto o que o homem é! Não vala a pena insistir mais, que já não muda!

Em que ficamos?

sábado, 2 de fevereiro de 2008
O gabinete do primeiro ministro desmentiu as notícias sobre os projectos assinados pelo primeiro ministro nos seguintes termos:

Reiteramos a falsidade da notícia, que reporta a factos de há 28 anos

Mas como é?
A notícia é falsa mas os factos verdadeiros?
Ou factos com 28 anos passam a ser falsos?

Passados 100 anos ...

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008
... e depois de três "repúblicas", Portugal não conseguiu deixar de ser uma "piolheira".

In memoriam



O Sobreiro - D. Carlos, Rei de Portugal



Praia de Cascais - D. Carlos, Rei de Portugal

A utilidade da nova contratação do Benfica

Ver aqui. "Sem tirar nem pôr" ...!!!

Ora, ora ....!!!

A Junta Médica da ADSE do Centro considerou apto para trabalhar um cantoneiro de limpeza que só consegue movimentar-se com o auxílio de canadianas

E então? O homem ainda pode agarrar a vassoura com os dentes ...!!!

É, na verdade, um grande injustiça ...!!!!

Maçonaria acusada «injustamente» da morte do Rei

Como toda a gente sabe, a Maçonaria não teve nadíssima a ver com o regicídio - sim, que eles até gostavam muito da Monarquia e do Rei.

Quem andou metida no regicídio até ao pescoço foi a Carbonária. Essa sim!

E como se sabe - ou se diz - a Maçonaria não tem nada a ver com a Carbonária, não osbstante haver, à época, imensos maçons que eram carbonários e carbonários que eram maçons.
Mas isso foi apenas uma mera coincidência ...!!!

Mais uma indecência ...

No afã de conseguir receitas, seja como for e venham lá de onde venham, o governo "inventou" mais uma forma de, subrepticiamente e de má fe, esportular mais uns cêntimos ao incauto e já muito explorado cidadão. Vá então de aplicar IVA à "contribuição para o audiovisual" cobrada nas facturas de electricidade.

A dita contribuição, se, substancialmente, possa não ser um verdadeiro imposto (do que se duvida ...) é, ao menos, uma taxa, ainda que lhe chamem "contribuição" ou lhe possam chamar outra coisa qualquer como "bicicleta a pedais".

Ora aplicar IVA nestas situações é criar (mais) uma "cascata de imposto", o que não passa de uma forma abusiva e ilegítima do Estado obter receita, já que sujeita a tributação os impostos que pagamos ...

Adenda:

Parece que já há fiscalistas duvidam da legalidade da aplicação de IVA na contribuição do audiovisual . Então, o que não se percebe bem é porque o governo é tão mal aconselhado em matéria fiscal ...

Quem manda?

O Exército já não vai participar nas cerimónias do centenário do regicídio. O BE reclamou e o ministro da Defesa proibiu.

- Quem manda?
- O BE ...! O BE ...! O BE ...!

Uma verdade inconveniente

Clima económico e confiança dos consumidores deterioram-se em Janeiro

Deve ser do "efeito de estufa" ...

Uma maldade

De acordo com o Público, José Sócrates assinou numerosos projectos de edifícios na Guarda, ao longo da década de 80, cuja autoria os donos das obras garantem não ser dele.

Até aqui, nada de (verdadeiramente) especial: num país como o nosso, isto não passa de peanuts ...

(Foto: Público)

Agora, verdadeirmente inadmissível é que se pretenda atribuir ao primeiro ministro o projecto de uma casa como esta ...!!! A uma pessoa que usa Prada ...!! Isso pode lá ser ...!!!