<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Miserabilismo e ponderação

domingo, 31 de janeiro de 2010
Em 2010 cada ex-político recebe uma pensão vitalícia cujo valor médio é 1900 euros/mês e Pensões dos políticos custam 8,8 milhões ao Estado.

Não vale a pena sermos miseráveis. Se se entende que os políticos devem ser retribuídos por se terem dedicado à actividade política (e nem todos os cidadãos «estão para isso» ou são aptos para tal), não parece que a isso se levante qualquer óbice.

O que está em causa, contudo, é saber quanto tempo é necessário para que um politico receba essa subvenção mensal vitalícia e o valor desta, e quanto é que esses mesmos políticos exigem para que um cidadão receba uma pensão de reforma por se dedicar ao trabalho uma vida inteira e o valor dessa pensão.
Isto é que é necessário (re)equacionar e ponderar em termos de justiça relativa.

«Arabesco lateral»

A aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo e o acordo com os sindicatos dos professores são duas das ‘vitórias’ destacadas pelo Governo em 100 dias de governação.

O país está à beira do abismo - do descalabro económico, da desagregação social, da implosão do Estado - e o governo ufana-se de legislar em matérias meramente laterais ou em conseguir acordos de «pacificação» (se é que o serão...) em guerras que ele próprio armou.
É curto. Demasiado curto, para as exigências do momento.
Para completar o ramalhete das puras irrelevâncias a que o governo empenhadamente se dedica, só falta mesmo «chamar ao palco» a regionalização.

"Chega-te para lá panela, não me enfarrusques"...

Manuel Alegre: "Não serei candidato em nome de nenhum partido"

... porque é preciso dar a aparência de que não é apoiado pelo Bloco...

Isto apesar de no almoço estarem presentes o deputado da Assembleia da República, João Semedo, os deputados municipais Alda Macedo e José Castro e o ex-candidato à Câmara do Porto, João Teixeira Lopes... todos do Bloco...!!!

Gregos

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010
O ministro das Finanças considerou hoje “uma interpretação abusiva” relacionar o aumento dos spreads da dívida pública com a proposta de Orçamento apresentada, e afirmou que este aumento “tem a ver com a situação grega”.

E tem toda a razão: «estamos gregos», «vemo-nos gregos» e ainda por cima temos um primeiro ministro que se chama sócrates...
É o que se pode chamar, na verdade, uma situação «grega»...!!!

Ou isto não tem qualquer importância porque nessa altura Portugal já não existe...

Sócrates deixa de liderar os socialistas em 2012

... ou então é para dar ânimo: estamos quase livres dele...!!!

E o prémio vai para...

Confirmando o que se disse aqui, é inequívoco que ao afirmar que "Com certeza que fui surpreendido pelo défice de 9,3%" em 2009 o ministro das finanças ganha o prémio «melhor "paleio de p..."»

Vamos matar o mensageiro, sim...!!! Pode ser que isso mude a realidade.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010
"Agências de notação servem interesses comerciais" afirmou o ministro das Finanças

Desculpem, mas é irresistível...

Governo alarga programa Porta 65; vai passar a programa Porta 69...!!!

A recôndita ciência económica...

Ficou a saber-se, com o orçamento para 2010, que a forma de mostrar que se vai reduzir o défice num dado ano (mesmo sem fazer nada...) é juntar «uns pós» à percentagem do défice apurado para o ano anterior...

Perdeu-se a oportunidade. E oportunidades destas não há muitas...

Finanças regionais: Sócrates ameaçou demitir-se

Que engraçado...!!!

O Grupo Espírito Santo, através de um fundo imobiliário, é o proprietário do terreno que desabou para a CREL na última sexta-feira, provocando o corte da auto-estrada

Para «apimentar» o jantar...

... nada melhor que um pouco de demagogia: Ministro das Finanças admite cortes de salários no Governo

Ora o que se poupa com um corte destes dá o que se pode chamar de «economia de "caca"»...

Mas assim o governo passa a ter justificação para cortar nos salários dos funcionários públicos.
Mas atenção: só vai cortar no vencimento dos «miseráveis» das carreiras gerais, que o governo não tem «tomates» para cortar nos vencimentos dos juízes, dos militares, dos médicos, e principalmente dos professores (que é exactamente a classe profissional que «pesa» mais na despesa em vencimentos)...

Orçamento «a metro»...

Num documento com setecentas e tal páginas o défice anda por volta dos 8,3%...

Por este andar, a crise acaba quando o orçamento atingir as duas mil páginas e deixa de haver défice quando chegar perto das quatro mil e oitocentas...

Mais um marco histórico de um governo PS...

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010
Défice de 2009 é de 9,3%

As espectaculares, inovadoras e nunca vistas «panaceias orçamentais» para eliminar definitivamente o «monstro» do défice e relançar a economia...

OE 2010: Governo limita novas contratações na Função Pública, congela os salários dos seus trabalhadores e penaliza as pensões de aposentação

Já está...!!! Aí está a «morte» do défice numa penada...!!! E, agora, a economia vai crescer a olhos vistos...!!!

A loucura geral alastra e agrava-se...

Vários dirigentes da Frente de Libertação do Estado de Cabinda, designando-se como «FLEC Unificada», acusaram Portugal de «implicação» e «responsabilidade» no ataque à equipa de futebol do Togo, que causou a morte a três pessoas

Um dos dois...

Depois da apresentação deste Orçamento, já não se sabe muito bem quem dos dois tem, afinal, melhor «paleio de p...»: o primeiro ministro ou o ministro das finanças...

A culpa nunca é de ninguém...

terça-feira, 26 de janeiro de 2010
Deslizamento de terras corta trânsito na CREL

CREL cortada parcialmente durante «vários dias»

Câmara da Amadora responsabiliza Brisa e proprietário do terreno pelo incidente que causou corte da auto-estrada (CREL)

CREL: Brisa devolve responsabilidades à Câmara da Amadora

Deslizamento de terras na CREL poderá ter resultado de despejos ilegais

Brisa admite que o corte de troço da CREL vai durar semanas

Depois desta "bandalheira" o Governo quer apurar responsabilidades no deslizamento de terras na CREL

Enquanto «o pau vai e vem» e os automobilistas desesperam a PSP vai disponibilizar um helicóptero para monitorizar os congestionamentos nas vias alternativas à CREL de acesso a Lisboa

E não acontece nada...

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010
Défice ficará entre os 8 e os 8,3 por cento em 2010

Estamos totalmente inebriados... Qualqur coisa nos serve...Já não reagimos...

Vai ter que se habituar...!!!

Coelho diz estar farto «de levar pancada»

Os quatro grandes...

FC Porto, Sporting, Benfica e Académica estão nas meias-finais da Taça da Liga

«Correcção do tiro»...

domingo, 24 de janeiro de 2010
BE anuncia apoio à candidatura «supra-partidária» de Manuel Alegre

Da arte...

Distinguir o Sol da Lua não é uma prova de clarividência; ouvir o som de um trovão não indica que se possui um ouvido apurado.

Sun Tzu

Tachos para todos...

sábado, 23 de janeiro de 2010

Sócrates premeia despedidos e derrotados
Depois de Maria de Lurdes Rodrigues na FLAD, agora Mário Lino na REN... E não só...

É «doido», é «doido» (dizem alguns seus colegas...), mas vai dizendo umas verdades incómodas...

O bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, criticou hoje os sucessivos governos e direcções da Ordem pela proliferação “escandalosa” de cursos de Direito em Portugal

O mundo deve mesmo estar para acabar...

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010
É que há cada vez mais doidos...!!!: Chávez acusa EUA de provocar sismo no Haiti

Sportinguismo...

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010
Repare-se bem:
Sá Pinto - note-se: director desportivo do Sporting - envolve-se em discussão com um jogador e tê-lo-á agredido (verbal oiu fisicamente) (coisa aliás para a qual não se ensaia nada...). Demite-se e pronto: assunto arrumado.

Vai daí o Sporting instaura processo disciplinar a Liedson (o dito jogador).

E quer o Sporting que a equipe renda e que haja empenho dos jogadores...

Para memória futura...

Oiça as escutas do Apito Dourado
antes que as silenciem (e «reescrevam» a história...)

Se isto não é hipocrisia, é, pelo menos, falta de vergonha...

RTP quer que Marcelo continue na estação

(resta saber se isso não é uma forma de o silenciar...)

Nunca antes um só governo tinha conseguido fazer tanto...

Défice orçamental atinge 8,6% do PIB

E nem foi preciso chamar o Constâncio para calcular o défice...

Um ministro também não tem que saber estas coisas...

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010
Ministra do Trabalho admite que não sabe até onde vai crescer o desemprego

Que se saiba, o governo, apesar do esforço que faz em combater o desemprego através do emprego de «boys» e «girls», não consegue ainda dar emprego toda a gente... Mas ainda lá havemos de chegar...

Ao que chegámos...!!!

Supremo investiga desembargadores que absolveram empresa de Godinho

A questão não está no facto do STJ decidir investigar os senhores desembargadores.
A questá está em que senhores desembargadores, que deveriam ser pessoas respitáveis e probas, «conseguirem», pelas suas sentenças, dar azo a estas suspeitas...

Injecção «cavalar»...

Caixa já injectou €4,2 mil milhões no BPN

Ajuda

Programa Novas Oportunidades vai chegar aos empresários ... e (alguns) (ex-)banqueiros vão certamente inscrever-se ...

Não há qualquer problema...

A maioria das estradas têm limites de velocidade abaixo do que deviam... mas o portuguesinho «corrige» sempre esse «desvio» enquanto conduz...

Sinonímia...

Pode dizer-se: Portugueses vão poder votar em qualquer ponto do país, ou então dizer-se: Portugueses vão poder abster-se em qualquer ponto do país...

Seguro de vida...???

António José Seguro antecipa-se à direcção do PS e coloca-se ao lado da candidatura de Alegre

As coisas, aqui nos vizinhos do lado, também não estão nada fáceis...

terça-feira, 19 de janeiro de 2010
A Universidade de Sevilha reconheceu o direito dos alunos a copiar nos exames.

A maluqueira está a alastrar...!!!

Na mouche...

Podemos e devemos laicizar os Casamentos de Santo António. Estou de acordo. Chega das abusivas ingerências da Igreja em tudo o que são tradições, hábitos e festas. E começamos pelo nome. De agora em diante a coisa deve ser conhecida apenas por "Casamentos do António".

RMD, no 31 da Armada

Porquê ele...???

O instituto meteorológico britânico (Met Office), ligado à BBC há 90 anos, poderá perder o contrato com a estação por ter errado várias previsões

Ora essa ...!!! Porquê ele...???

As agências de rating e auditoras internacionais também erraram completamente as previsões sobre a saúde da economia mundial e a crise financeira internacional, não lhes aconteceu (rigorosamente) nada (apesar das falências estrondosas de empresas que consideravam «seguríssimas»), e agora, que as coisas melhoram um pouco, já andam de novo a dar «bitaites» sobre «saúde económica» sem certezas nenhumas...

Mais outro...!!!

Tribunal arquiva processo interposto por Pedroso.

Esta decisão, «juntamente com outras já proferidas pelo TICL e pelo Tribunal da Relação de Lisboa, comprova que os testemunhos dos alunos da Casa Pia que referem actos pedófilos de Paulo Pedroso não podem ser considerados falsos»

É uma coisa mesmo difícil de explicar...

O Governo português pediu mais tempo à Comissão Europeia para responder às questões levantadas sobre a adjudicação à JP Sá Couto do fornecimento dos computadores Magalhães

Têm que respirar fundo...

Ministros adiam para Fevereiro decisão sobre Vítor Constâncio

Citius, Altius, Fortius...

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010
Foi descoberto um novo medicamento mais eficaz do que o Viagra...

Porquê...??? Não pode...???

domingo, 17 de janeiro de 2010
PSD acusa Governo de querer negociar Orçamento com CDS

O PSD continua a ter um pensamento que o consome sem qualquer resultado visível: o de que ele é o lídimo representante da direita e que, nessa área política, todos os outros partidos lhe devem prestar vassalagem.

Esse foi o erro de Cavaco e dos jantares homéricos em que ele anunciava centenas de adesões ao PSD de ex-militantes do CDS. O que ganhou ele com isso? Nada.
O mais que conseguiu foi confinar o CDS ao «partido do taxi». Reduziu-o, encolheu-o, mas não o eliminou.

E não o eliminou porque haverá sempre no CDS um «núcleo duro» de votantes que nunca será capaz (et pour cause...) de dar o seu voto ao PSD. Não só por razões ideológicas como também de praxis política (como se pode constatar...).

Em vez de lidar com a diferença e a semelhança, com o que distingue e aproxima, o PSD prefere invocar a sua proeminência e a «vassalagem» que entende ser-lhe devida por ser quem ou o que é.
Ainda não percebeu que no jogo parlamentar o que conta são os votos necessários para se ganharem as votações e não qualquer pretensa «hierarquia» interpartidária.

O PSD que faça o seu «trabalho de casa» e que mostre o que vale, e deixe em paz os outros partidos que se afirmam por si próprios e pelo seu trabalho...

O PSD considera que um acordo do governo com o PSD é uma coisa boa mas se for com o CDS passa a ser uma calamidade. Tanto pior para o PSD...

«Prontos»...!!! Temos todos os problemas resolvidos...

«Michelle, Ma Belle» dos Beatles vive nos Açores

Sapos ao pequeno almoço ...

Parece que o PS vai ter que engolir mais um sapo ao pequeno almoço: Bloco de Esquerda apoia candidatura de Manuel Alegre

De esquerda é que eles são bons...

sábado, 16 de janeiro de 2010
Alegre disse que à opção de um bloco conservador que quer uma maioria, um governo e um presidente, há uma alternativa, de esquerda: uma maioria PS, um governo PS e um presidente poeta...

Há coisas do caraças...

Vendo o que hoje temos em S. Bento, Santana Lopes pode, sem favor nenhum, ser considerado um grande governante.

Porque uma mentira repetida muita vezes pode tornar-se verdade ...

... fica aqui a prova provada de que quem «inventou» o «pagamento especial por conta» foi o governo socialista de Guterres, do qual fazia parte o actual primeiro ministro e não Ferreira Leite, a quem o primeiro ministro, de forma deliberadamente mentirosa (ou ostensivamente ignorante, mas sacana), resolveu imputar a criação do PEC...


Decreto-Lei n.º 44/98
de 3 de Março
O presente diploma reduz a taxa do IRC em 2 pontos percentuais, tendo em conta a necessidade de promover a competitividade do tecido empresarial português e de manter a referida taxa dentro dos níveis médios europeus.
Por outro lado, é sabido que o actual regime de tributação do rendimento instituído pela reforma fiscal de 1989 assenta, em princípio, na presunção de veracidade de que gozam os elementos declarados pelos sujeitos passivos.
Tratando-se, porém, de um sistema de declaração controlada, a administração fiscal, nos casos previstos na lei, perante a ausência ou a comprovada inexactidão da declaração, dispõe de poderes para proceder à fixação ou alteração do lucro tributável.
A concretização deste sistema evidenciou as suas insuficiências. As estatísticas mostram que os rendimentos das pessoas colectivas sujeitos a tributação em IRC são frequentemente, e sem qualquer razão plausível, objecto de uma colecta muito inferior à real.
As práticas evasivas de ocultação de rendimentos ou de empolamento de custos são manifestamente geradoras de graves distorções dos princípios da equidade e da justiça tributárias e da própria eficiência económica e lesivas da estabilidade das receitas fiscais. Delas resulta uma injusta repartição da carga tributária, tanto mais sentida quanto muitos sujeitos passivos de IRC, durante anos sucessivos, em nada ou quase nada contribuíram para o Orçamento do Estado, continuando, contudo, a usufruir, por vezes de modo privilegiado, dos direitos económicos e sociais previstos na Constituição.
Neste contexto, o presente diploma estabelece um pagamento especial por conta, através de um novo mecanismo, sobre os rendimentos dos anos de 1998 e seguintes, para as pessoas colectivas sujeitas a IRC.
A fórmula de cálculo usada para o seu apuramento e o mecanismo utilizado permitem aproximar o momento da produção dos rendimentos do momento da sua tributação.
Note-se que foram devidamente asseguradas as garantias dos sujeitos passivos, prevendo-se que estes, os seus representantes e as pessoas solidária ou subsidiariamente responsáveis pelo pagamento possam reclamar contra a respectiva liquidação ou impugná-la, nos termos e com os fundamentos estabelecidos no Código de Processo Tributário, não havendo, neste caso, dedução à
colecta.
Foram consultadas a comissão de acompanhamento do Acordo de Concertação Estratégica e a Comissão Permanente de Concertação Social, dando cumprimento ao n.º 2.4 do capítulo VIII do Acordo de Concertação Estratégica.

Assim:
No uso da autorização legislativa constante da alínea c) do n.o 4 do artigo 30.o e da alínea c) do n.º 1 do artigo 32.º da Lei n.º 52-C/96, de 27 de Dezembro, e nos termos das alíneas a) e b) do n.º 1 do artigo 198.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte:

Artigo 1.º
Alterações ao Código do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas

1 — São aditados ao Código do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (IRC), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 442-B/88, de 30 de Novembro, os artigos 83.º-A e 74.º-A, com a seguinte redacção:

«Artigo 83.º-A
Pagamento especial por conta
1 — Sem prejuízo do disposto na alínea a) do n.º 1 do artigo 82.º, os sujeitos passivos aí mencionados ficam sujeitos a um pagamento especial por conta, a efectuar durante o mês de Março ou, em duas prestações, durante os meses de Março e Outubro do ano a que respeita
ou, no caso de adoptarem um período de tributação não coincidente com o ano civil, no 3.º mês e no 10.º mês do período de tributação respectivo.
2 — O montante do pagamento especial por conta será igual à diferença entre o valor correspondente a 1% do respectivo volume de negócios, com o limite mínimo de 100 000$ e máximo de 300 000$, e o montante dos pagamentos por conta efectuados no ano anterior.
3 — Para os efeitos do disposto no número anterior, o volume de negócios será determinado com base no valor das vendas e ou dos serviços prestados, realizados até ao final do exercício anterior, podendo ser rectificado no ano seguinte se se verificar que foi distinto do que serviu de base ao respectivo cálculo.
4 — O disposto no n.º 1 não é aplicável no exercício em que se inicia a actividade.
5 — Quando seja aplicável o regime de tributação pelo lucro consolidado, é devido um pagamento especial por conta por cada uma das sociedades dominadas, a efectuar pela sociedade dominante.

Artigo 74.º-A
Crédito de imposto relativo ao pagamento especial por conta
1 — A dedução a que se refere a alínea e) do n.º 2 do artigo 71.º é efectuada ao montante apurado na declaração a que se refere o artigo 96.o do próprio exercício a que respeita ou, se insuficiente, ao do exercício seguinte, depois de efectuadas as deduções referidas nas alíneas a) a d) do n.º 2 e com observância do n.º 6, ambos do artigo 71.º
2 — Relativamente à parte que não possa ser deduzida nos termos do número anterior, quando existir, poderá ser solicitado o reembolso, mediante requerimento do sujeito passivo, dirigido ao chefe da repartição de finanças da área da sede, direcção efectiva ou estabelecimento estável em que estiver centralizada a contabilidade, apresentado nos 30 dias seguintes ao termo do prazo de apresentação da declaração periódica de rendimentos relativa ao último exercício a que se refere
o número anterior ou, no caso de cessação da actividade, da declaração do período em que esta ocorrer.»

...

Artigo 2.º
Âmbito de aplicação
O presente diploma é aplicável aos períodos de tributação iniciados a partir de 1 de Janeiro de 1998, inclusive, com duração anual, com excepção da alteração introduzida no n.o 1 do artigo 69.o do Código do IRC que é aplicável aos rendimentos obtidos em períodos de tributação cujo início ocorra a partir de 1 de Janeiro de 1997.

Visto e aprovado em Conselho de Ministros de 30 de Dezembro de 1997. —António Manuel de Oliveira Guterres — António Luciano Pacheco de Sousa Franco.

Promulgado em 12 de Fevereiro de 1998.
Publique-se.
O Presidente da República, JORGE SAMPAIO.

Referendado em 18 de Fevereiro de 1998.
O Primeiro-Ministro, António Manuel de Oliveira Guterres.

Ia, mas já voltou...

Uma avaria num motor obrigou hoje o avião da missão humanitária portuguesa para o Haiti a regressar a Lisboa

Ainda bem que não era uma missão de socorro...

Tanta «trêta», tanto «rodriguinho» para se chegar ao óbvio...

Manuel Alegre é candidato à Presidência

Lá voltamos nós ao «programa político» do costume...:
Mesmo na noite mais triste
em tempo de servidão
há sempre alguém que resiste
há sempre alguém que diz não.

Uma verdadeira democracia

O Presidente de Angola passa a ser eleito pela Assembleia Nacional.

Na Assembleia Nacional, o MPLA ocupa 191 dos 220 lugares.

Por seu lado, o Presidente da República nomeia um vice-presidente e os demais membros do Governo, deixando de haver primeiro-ministro e sendo ele próprio a presidir ao Conselho de Ministros. Além disso, nomeia o Governador do banco nacional, os juízes do Tribunal Supremo, o procurador-geral da República e os membros do Conselho Superior da Magistratura.

Olha...!!! A «má moeda» vai ser condecorada...!!!

Santana Lopes condecorado (pelo Presidente da República), terça-feira, por exercício de "funções públicas de alto relevo"

As voltas que a vida dá...

Confirma-se: vai haver mesmo aumento de impostos...!!!

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010
O primeiro-ministro disse hoje que é "desejo" do Governo não aumentar impostos

Já se estava à espera. O que faltava era um pretexto...

Ministro das Finanças admite subir impostos

Está tudo parvo...

Câmara de Lisboa vai permitir casais gays nos casamentos de Santo António

Se a câmara de Lisboa se deixasse de paneleirices (e de loucuras financeiras por causa de sacanices...) e se dedicasse àquilo que deve fazer - resolver os inúmeros e graves problemas de Lisboa e dos lisboetas - é que era bom...

Será verdade ou apenas uma «pressãozita» para «apressar» a extradição?

O ministro do Interior espanhol, Alfredo Rubalcaba, disse hoje que a ETA se queria instalar em Portugal.

Rio seco em tempo de seca, enxurradas em tempo de chuvas...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010
Espanha acorda reposição de 300 hectómetros cúbicos de água no Tejo

Quando a água é mais precisa (designadmente em tempo de escassez ou de seca), os espanhois ficam com ela; quando não é precisa ou é prejudicial (designadmente em invernos chuvosos), os espanhois «abrem» as barragens...

De lá, nem água, «nem bom vento, nem bom casamento»...

Corre, corre...


Coelho constituído arguido por suspeitas de financiamento ilícito a centro de exposições

Run, run rabbit run
Dig that hole, forget the sun,
And when at last the work is done
Don't sit down it's time to dig another one

Breathe, Pink Floyd, do álbum Dark Side of the Moon

«Crescimento económico»

Falências aumentam 50% num ano.
Número de constituição de novas empresas cai 15%.

Encontro de Titãs

FC Porto desengonçado - 0; Académica descomplexada - 0

Um novo Alcácer Quibir

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010
Moodys considera que economia portuguesa enfrenta risco de “morte lenta”

«Morrer sim, mas devagar...»

Peso morto...

Alqueva: o maior lago artificial da Europa.

Alqueva é, tão somente, isto: o maior lago.
Não há sistemas de rega, não há aproveitamentos agricolas, enfim, não há nada...
Espera-se, ainda assim, que nunca se transforme no maior pântano da Europa...

Philosophia da batata...

"Alguns com esse investimento na saúde falam nas futuras gerações. Pois eu gostaria também de falar nas futuras gerações porque estamos a fazer este investimento no Hospital de Loures para que ninguém nas futuras gerações se possa queixar da nossa geração, de não termos feito o que devíamos para que eles tenham melhor saúde" disse o primeiro ministro

As gerações futuras não vão deixar de agradecer às gerações presentes a sua preocupação em lhes proporcionar melhor saúde.
Porém, com as dívidas que as gerações presentes vão deixar às gerações vindouras por causa da construção dos hospitais para elas terem melhor saúde, estas, quando um dia estiverem doentes, nem sequer vão ter dinheiro para comprar um frasco de álcool, uma uma caixa de aspirinas ou, sequer, um penso-rápido.
A solução é as gerações futuras conservarem a saúde, para poder trabalhar muito, para pagar os impostos com que hão-de ser saldadas as dívidas com a construção dos novos hospitais que afinal lhes hão-de «tratar da saúde», dar imensas «dores de cabeça» e causar uma imensa frustração ao darem-se conta que as gerações passadas foram tão cretinas e egoístas que, para «resolver» provisoriamente os seus próprios problemas, hipotecaram o futuros dos seus netos...

Já se está a ver qual vai ser o epílogo desta história...

terça-feira, 12 de janeiro de 2010
Depois disto ... Os socialistas admitem vir a mexer no artigo que veta a adopção por casais de homossexuais, no sentido de evitar que sejam postos em causa direitos já adquiridos

... e disto ... Mais de um terço dos deputados socialistas queriam a adopção

...já se adivinha como é que as coisas vão terminar...

O actual estado de coisas

O nível de emprego contraiu-se 2,8% em 2009 e deverá continuar a cair este ano (-1,3%)

Bem podemos esperar melhores dias, melhores políticas e, fundamentalmente, melhores políticos e governantes...

Para quem pensava que seria macho até ao fim da vida...

Alguns grupos LGBT têm promovido em blogues como o Stop Avatar Movie a ideia de que o blockbuster da temporada é «homofóbico».

«O futuro é transgénero e não heterossexual», defende o blogue, que argumenta que a evolução da espécie humana - e das alienígenas - vai conduzir ao fim da divisão entre homem e mulher.

RTP radical

Saída de Vitorino da RTP levou ao fim d' As Escolhas de Marcelo

O Novas Oportunidades chegou à Universidade...

Nos próximos quatro anos, o Governo quer cem mil activos com diploma do ensino superior

A quem cozer pão há mais de 30 anos também dão doutoramento de padeiro...??? E diplomas ao domingo, há...???

O PS é um catavento...

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010
O PS comandado por sócrates é a imagem do seu chefe - é um catavento sem pingo de vergonha e está na política como o «homem de borracha»: desdiz hoje o que disse ontem; «estica» para onde for preciso, «vira-se» para onde lhe convenha...

Os socialistas admitem vir a mexer no artigo que veta a adopção por casais de homossexuais, no sentido de evitar que sejam postos em causa direitos já adquiridos

Pergunta-se: mas quais direitos? O de adoptar? Então não tinha sido o próprio PS a rejeitar, na sexta feira passada, a possibiliade de adopação? Dois dias depois já desdiz o que defendeu dois dias antes?

O estado (do ministério) da justiça ...

Justiça pagou 800 mil euros em cheques falsificados

Ministério tem 850 milhões de euros em 12 contas bancárias ilegais na Caixa Geral de Depósitos.

Há milhões de euros por explicar nas contas.


Mas se justiça está a bandalheira que se conhece, o ministério da dita há-de estar no mesmo estado ...!!! Verdadeiramente, nada de estranho...!!!

A balada do momento

Batem leve, levemente,
como quem chama por mim.
Será chuva? Será gente?
Gente não é, certamente
e a chuva não bate assim.

É talvez a ventania:
mas há pouco, há poucochinho,
nem uma agulha bulia
na quieta melancolia
dos pinheiros do caminho...

Quem bate, assim, levemente,
com tão estranha leveza,
que mal se ouve, mal se sente?
Não é chuva, nem é gente,
nem é vento com certeza.

Fui ver. A neve caía
do azul cinzento do céu,
branca e leve, branca e fria...
Há quanto tempo a não via!
E que saudades, Deus meu!

Olho-a através da vidraça.
Pôs tudo da cor do linho.
Passa gente e, quando passa,
os passos imprime e traça
na brancura do caminho...

Fico olhando esses sinais
da pobre gente que avança,
e noto, por entre os mais,
os traços miniaturais
duns pezitos de criança…

E descalcinhos, doridos…
a neve deixa inda vê-los,
primeiro, bem definidos,
depois, em sulcos compridos,
porque não podia erguê-los!...

Que quem já é pecador
sofra tormentos, enfim!
Mas as crianças, Senhor,
porque lhes dais tanta dor?!...
Porque padecem assim?!...

E uma infinita tristeza,
uma funda turbação
entra em mim, fica em mim presa.
Cai neve na Natureza
e cai no meu coração.

Balada da Neve, Augusto Gil

Lá isso foi ...!!!

MIT considera parceria com Portugal um sucesso

De certeza. Principalmente pela quantidade de dinheiro que o MIT recebeu de Portugal. Não deve haver assim muitos «sucessos» destes...

Vamos a isso...!!!

PPM quer alterar Constituição e referendar monarquia

Ao fim de 100 anos, está na altura de dar descanso à República...!!! Coitada, tem tido tantos trabalhos...!!!

Quem não acredita, levante um dedo...

MP acredita que Godinho pagou 25 mil euros a Vara em Junho

A crua realiade

A geração que está agora com 16-25 anos estará perdida?

Não vale a pena interrogarmo-nos. Esta geração jovem está irremediavelmente condenada.
Não por ela ou pelo que ela tenha feito, mas pelo que lhe fizemos ou deixámos que ela fizesse.
«A politica», «as políticas», e o que delas resultou, hipotecaram-lhes os horizontes da esperança. A geração criada na vida da abundância e do facilitismo vai viver a sua vida adulta na agrura e na contingência. Foi isso que lhe deixámos.
Mas pior que tudo isso é que continuamos a resolver os problemas de hoje, criados ontem, atirando para amanhã os ónus e responsabilidades pela sua resolução, hipotecando o futuro de quem hoje desperta para a vida.
Além de irresponsáveis, somos inconsequentes e egoístas. Não há desculpas.

É bem verdade:

domingo, 10 de janeiro de 2010
num instante, tudo muda...!!!

«A agricultura não é nenhum fardo para Portugal». disse José Sócrates .

Com «filhos do tio» como este, não são precisos primos, inimigos políticos ou jornalistas...

Hugo Monteiro disse que «está tudo esclarecido», depois de ter assegurado aos investigadores que José Sócrates o autorizou a dizer que são primos para conseguir um contrato com o outlet, nomeadamente numa reunião com Simon Jobling, director de marketing do empreendimento.

O que quer que o «filho do tio» possa ser, só uma breve pergunta: face ao que ele afirmou, vai fazer-se de conta que ele não disse nada ou vai-se aprofundar a investigação...???

É escusado disfarçar: é coisa mais que certa...

... apoiada pelo BE e PS (a reboque).

Sócrates: «É cedo para falar da recandidatura de Alegre»

Espera-se que tragam crianças acopladas...

O primeiro-ministro anunciou este sábado a construção de 400 novas creches no país

Ele há cá cada escolha....

Maria de Lurdes Rodrigues substitui Rui Machete na presidência da FLAD

Pelos vistos há que recompensar a "criadagem"...

E agora...???

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010
Depois do casamento gay de hoje, espera-se que a próxima «causa fracturante» defendida pelo governo e pelo o PS - para uma ocasião em que o governo esteja, de novo, «à rasca» com a desgraça em que está o país - seja a da poligamia (a regionalização já «nem aquece nem arrefece»... ).
Depois, numa outra ocasião, e por uma questão de igualdade, pode ser a poliandria...
Por fim, e quando o governo já estiver desesperado com o país em farrapos, então é «atirar» com a «fractura final»: «tudo a monte e fé em Deus»...

«Surpreende-me com uma carta, está bem...???!!!»

Carta de Lacão sobre o Orçamento do Estado foi negociada com PSD

Uma questão: afinal, quem é o detentor do poder soberano...???

A Assembleia da República chumbou hoje a proposta de referendo sobre o casamento homossexual, contida numa petição subscrita por mais de 90 mil cidadãos.


Constituição da República Portuguesa

Artigo 3.º
Soberania e legalidade

1. A soberania, una e indivisível, reside no povo, que a exerce segundo as formas previstas na Constituição.


Artigo 115.º
Referendo

1. Os cidadãos eleitores recenseados no território nacional podem ser chamados a pronunciar-se directamente, a título vinculativo, através de referendo, por decisão do Presidente da República, mediante proposta da Assembleia da República ou do Governo, em matérias das respectivas competências, nos casos e nos termos previstos na Constituição e na lei.

2. O referendo pode ainda resultar da iniciativa de cidadãos dirigida à Assembleia da República, que será apresentada e apreciada nos termos e nos prazos fixados por lei.

3. O referendo só pode ter por objecto questões de relevante interesse nacional que devam ser decididas pela Assembleia da República ou pelo Governo através da aprovação de convenção internacional ou de acto legislativo.

Vamos lá ver, agora, qual é a próxima reivindicação dos senhores professores

Educação: sindicatos e Governo chega a acordo

A contenção é para os outros...

Inês de Medeiros é deputada do PS desde Outubro, mas continua a viver em França. Quase todos os fins-de-semana viaja para Paris para se reunir com a família.
Inês de Medeiros, apesar de viver em Paris foi eleita por um círculo do território nacional - Lisboa.
Porém, para ter ajuda financeira nas deslocações a casa, vai obrigar a uma mudança no regime de ajudas de custo
...

Efeitos da Cimeira de Copenhaga contra o aquecimento global...

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010
Mau Tempo/China: Vaga histórica de frio

Comboios da Eurostar voltam a parar devido ao mau tempo

Temperaturas mínimas descem em Portugal

Mau tempo no Brasil causa pelo menos 138 mortos

Chuvadas de Dezembro garantem ano sem restrições ao uso de água

Igualdade de género

Sócrates chumba prémios a grávidas da TAP

Mas não vai haver discriminação: os grávidos também não vão ter prémios...

Há que liberalizar a nossa sociedade...

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010
... impondo disciplina de voto...!!!

O «estado de graça» não durou muito...

Fenprof acusa ministra de falta de rigor e manipulação da opinião pública

(Quando é que os ministros aprendem que não se domesticam escorpiões...???)

É favor não recomeçar com a piada de «reciclar» os habitantes lá da terra...

Excesso de alumínio leva ao corte de água em Évora

É que essa piada já custou um lugar de ministro ... ainda que, pelos vistos, ele pudesse ter razão...!!!

Apesar de muitos deles merecerem "mau"...

Mais de 80 por cento dos professores foram classificados com Bom

A carta...


O ministro dos Assuntos Parlamentares enviou hoje uma carta aos partidos para aferir da sua disponibilidade para dialogar previamente com o Governo sobre a proposta de Orçamento de Estado para 2010.

Não é só por cá que a justiça anda de rastos...

Tribunal de Paris anula irradiação de Flavio Briatore

"Vão dar banho ao cão"...!!!

A Associação da Hotelaria, Restaurantes e Similares de Portugal (AHRESP) quer que o Governo inclua no próximo Orçamento do Estado a redução do IVA na restauração de 12 para cinco por cento.

Em troca a AHRESP compromete-se a não fazer despedimentos durante um ano e garante que, com a redução do imposto, os preços de venda ao consumidor podem descer sete por cento.


Ainda se garantisse que os preços desciam exactamente na mesma medida da baixa do IVA... Agora prometer que eles «podem» descer ...é o mesmo que dizer que não descem...
E como é que já pode «garantir» que não faz despedimentos durante um ano...???

Já que não se punem, toca a tributá-los...!!!

CRIME: LUXO ESCAPA AO FISCO

Os serviços das Finanças desconhecem muitos dos elementos do gang, sem quaisquer rendimentos declarados, mas com vários automóveis de luxo, roupas de marca e artigos em ouro

Uma coisa parece certa:

Quem o Presidente da República acabou por "entalar", na sua alocução de Ano Novo sobre o orçamento do Estado, foi o PSD...

Mau olhado

terça-feira, 5 de janeiro de 2010
'Professor Bambo' pode ser julgado por burla

Mania de ser rico

Entre 1 de Dezembro e o segundo dia de 2010, os portugueses pagaram compras no valor total de 3134 milhões de euros com cartão multibanco e levantaram 2616 milhões de euros em igual período.

Há um aspecto ideosincrático do comportamento dos portugueses que nunca os há-de abandonar: a «mania das grandezas», ou melhor a mania de ser rico ou de querer sê-lo, ou, pelo menos, aparentá-lo.

Isto é uma coisa terrível, que nos há-de ajudar bastante a prejudicar-nos como país e como economia. As pessoas gastam o que têm e o que não têm, pedem emprestado, endividam-se até aos ossos, para «ser como os ricos», de acordo com a «máxima» (que acham muito inteligente e «igualitária», já que «"semos" todos iguais») de que «se os ricos têm, os pobres também não são "menos"».

É precisamente esta questão de não querer «ser "menos"» em qualquer situação (ainda que realmente se seja mesmo «diferente», o que não é anátema nenhum) que nos há-de arrastar para o abismo.

Num momento em que há uma crise económica palpável, em que há estagnação económica (o governo insiste em chamar crescimento a uma "coisa" como 0,3% de crescimento), em que o desemprego atinge milhares de famílias e mais de meio milhão de portugueses, como são possíveis estes números...???

Alguém ainda saberá o que é «poupar», o que são «poupanças» e «aforro», o que é «viver dentro das suas possibilidades»...???

Ou este nosso país é, afinal, um país de ricos e nós ainda não nos demos conta disso, ou então todos aqueles velhos conceitos de «economia doméstica» são coisas de antanho, prosaicas e bafientas, e o que importa é ganhar e gastar «à tripa fôrra», «chapa ganha, chapa gasta», sem olhar ao que se ganha e ao que se tem, sempre à espera de que, quando chegarem os apertos ou as «tesuras», haja sempre um expediente, um amigo, um «calote», um empréstimo (para pagar outro empréstimo) ou, «no final da linha», se recorra ou se exija ao Estado que resolva a situação...

Mas «ser menos» que «rico», isso é que nunca ...!!!

«Terror» à moda do Porto....

A equipa de futebol profissional do FC Porto emitiu hoje um comunicado em que anuncia a decisão de "não voltar a prestar declarações" ao jornal "A Bola".

No comunicado, o plantel portista acrescenta ainda que não prestará declarações em "eventos nos quais jornalistas da publicação em causa se encontrem presentes", tendo esta medida "efeitos imediatos".


Porém, segundo o director de A Bola,«nem sequer entendemos muito bem este tipo de comunicado porque o plantel do FC Porto sabe que não está autorizado a falar para A Bola há muito tempo»

Dois pontos de vista...

Jacob Zuma casou-se. Pela quinta vez

Petição para referendo sobre casamento homossexual com chumbo garantido pela esquerda

As «boas mãos»...

Perdão do presidente Mário Soares libertou Óscar Gonçalves, instrutor do «gang do multibanco» que fez mais de 50 carjackings e 174 ataques a caixas ATM.

E nós a pensarmos que o efeito da extinção tinha sido a diminuição das multas...

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010
Aumento de acidentes atribuído à extinção da Brigada de Trânsito

Não havia petróleo, mas descobriram agora um poço...


MANCHESTER UNITED are weighing up a £20million bid for Brazilian striker Hulk.

Strange days...

Supermercado espanhol descobre cem quilos de cocaína em caixas de bananas

E o que é que isso tem de estranho...???
Estranho, estranho, teria sido o dito supermercado espanhol ter descoberto cem quilos de bananas nuns fardos de cocaína...

Esperam-se reacções...

domingo, 3 de janeiro de 2010
Irlanda: quem disser blasfémias arrisca multa até 25 mil euros

«Facilitador de negócios»

Armando Vara regressa ao BCP na segunda-feira como consultor

Afinal, nada muda...

Dez anos depois, continuamos no mesmo pântano, dirigido pelos mesmos sapos...

Mensagem presidencial de Ano Novo (em três tempos)...

sábado, 2 de janeiro de 2010
1º tempo: Estamos bem «lixados»...
2º tempo: Os políticos (governo e oposição) é que nos «lixaram»...
3º tempo: Os políticos que nos «lixaram» (governo e oposição), agora que resolvam a situação e nos tirem do «buraco» onde estamos metidos...!!!

Para começo de ano, não parece lá muito animador...

Novo ano

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010
Já estamos em 2010. A mudança não se notou muito. E espera-se que, caso se note alguma mudança, seja para melhor. O que parece ser (bastante) difícil...