<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Afinal são bons...

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011
Galp "garante qualidade" dos combustíveis "low cost"

Podemos estar descansados. É que durante algum tempo as gasolineiras andaram a dizer que os combustíveis "low cost" eram susceptíveis de provocar danos nos veículos.

Um dia destes, ainda havemos de ver as gasolineiras a confessar que a única coisa que distingue os combustíveis "low cost" dos outros ("hight cost"...) é unicamente o preço...

Aumentos muito "sensíveis"...

O barril de 'brent' superou a barreira dos 100 dólares pela primeira vez desde Outubro de 2008.

Os preços do café tocaram hoje nos valores mais elevados desde 1997

Última hora...

Mulheres vivem mais porque fumam e bebem menos e homens vivem menos porque fumam e bebem mais devido a ter de aturar as mulheres

No fio da navalha

As "revoluções" da Tunísia e do Egipto caminham perigosamente sobre o fio da navalha.

O perigo que correm é o da direcção do seu destino futuro: consolidarem-se como verdadeiras democracias ou descambar num regime fundamentalista islâmico.

O "ocidente" e mais concretamente a Europa convém que se tire de cuidados e que veja o que pode acontecer: o "mare nostrum", o velho Mediterrâneo, pode, de repente ficar bordejado de regimes fundamentalistas islâmicos.
A Europa que, com ele confina, que se cuide...

Conveniência...

Até domingo passado, para o PS Cavaco personificava "o mal": ele era "o ressurgir da direita", "o derrube do governo", o "fim do SNS", o "desmantelar do estado social".

No domingo em que Alegre perdeu, o PS disse logo que a derrota do seu candidato não era uma derrota para os partidos que o tinham apoiado e que nada significava quanto à legitimidade do governo do PS, porque as eleições eram pessoais.

Cavaco ganhou.
Uma semana depois o PS diz que eleitores votaram pela manutenção do PR e do Governo...

Numa semana, muito convenientemente, a reeleição do presidente deixou de ser meramente pessoal, Cavaco deixou de ser "o mal" a a instabilidade, o PS "colou-se" rapidamente à sua vitória e a reeleição de Cavaco passou a representar uma manifestação de vontade de manutenção do governo...!!!

Apesar da conveniência, podiam ser mais discretos...

Coisas não estranhas e coisas estranhas...

domingo, 30 de janeiro de 2011
O grupo de media de Rui Pedro Soares e Emídio Rangel, com o apoio dos espanhóis da Media Pro, está a ser visto em Espanha como um aliado do Governo socialista de José Sócrates.

A imprensa do país vizinho diz que a Media Pro quer imitar a Prisa e construir um império de media favorável aos socialistas.


Não se pode dizer que isto seja estranho. Estranho, estranho é ser o DN a veicular estas notícias...

Vamos nisso...!!!

Sétimo dia: já há novidades ou ainda é muito cedo...???

Passada uma semana já se sabe alguma coisa sobre razão e responsabilidade daquela bagunça com o número de eleitor e as alterações dos locais de voto que ocorreu nas eleições de há uma semana atrás...???
Ou será que isso é coisa para só se saber daqui a uns tempos largos, a ver se (entretanto) esquece...???

Tão incongruente como o próprio país

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011
Prevê-se uma descida do preço dos combustíveis para a próxima semana. Por isso o preço do gasóleo vai subir dois cêntimos por litro...

Ao que parece o aumento de dois cêntimos no gasóleo a partir de 1 de Fevereiro deve-se à nova fórmula de cálculo do preço máximo de venda dos biocombustíveis que as petrolíferas nacionais são obrigadas a incorporar no gasóleo rodoviário, por imposição do Governo.

Sempre o governo a "lixar" o país...

Inocência

O director do Conservatório de Música de Coimbra foi espancado sem razão aparente por um grupo de jovens, perto da Estação de Coimbra B. Manuel Rocha, 48 anos, ficou ferido com gravidade, fracturando uma perna, e foi com o amigo até às Urgências dos Hospitais da Universidade de Coimbra, onde está internado.

A cena de pancadaria ocorreu na segunda-feira, às 20h45, quando o músico esperava um amigo na estação ferroviária. Um jovem abordou-o, junto ao seu carro, e pediu-lhe lume para acender um cigarro. Manuel Rocha disse que não tinha, por não fumar, e após troca de palavras começou a ser agredido. A violência aumentou de intensidade quando amigos do agressor, entre eles uma mulher, se juntaram contra Manuel.


Como habitualmente - ou como já é costume - a notícia escamoteia, inocente ou deliberadamente, quem são os autores desta bárbara agressão. Continuamos a sofrer de um síndroma de incomodidade sempre que acontece alguma coisa que envolve pessoas de certas etnias que gozam - vá lá saber-se porquê - de alforria e de impunidade total. E essa incomodidade, que mais parece receio ou até medo, leva a resultados soturnos. Como o desta agressão. Não seria pior que a notícia referisse que os agressores foram ciganos e que os gadjos que a ela assistiram nada fizerem para lhe pôr termo.

Há regras mínimas de convivência em sociedade que todos os que nela vivem, concordem ou não com ela, têm que observar. Os ciganos, lá porque são ciganos, são bem vindo à sociedade, tal como todas as outras pessoas de todas as etnias e civilizações. O que não podem, nem lhes pode ser permitido, é viverem numa sociedade que tem determinadas regras e valores e quererem impor à sociedade os seus comportamentos e valores, reagindo quando são confrontados com a obrigação de se conformarem com as regras que todos, boamente, seguem. O que é por dizer que os ciganos ou se conformam e comportam de acordo com a regras vigentes para todos os membros da sociedade ou essa mesma sociedade tem o direito de reagir, por todos os modos que sejam, para se defender e os obrigar a cumprir regras mínimas. De outro modo viveremos no reino do medo e do terror.

Prevenindo

Estamos para ver se o cretinismo reinante neste país é capaz de votar, daqui a cinco anos, nas próximas presidenciais, num candidato que foi primeiro ministro nos dois mandatos do presidente então cessante...

Tão "modernex" que ele está...!!!

Passos Coelho quer videoconferência nas instituições do Estado

"Boas novas"...

Portugal terá "recessão prolongada"

Quer isto dizer que estando já de rastos, vamos continuar a rastejar...

Últimos pedidos de demissão...

Procurador Rui do Carmo demitiu-se do Centro de Estudos Judiciários

Jorge Salavisa pede demissão do Opart

Rir é o melhor remédio...

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011
Numa entrevista gravada pela revista Focus, e de que a SIC passou parte no Jornal da Noite, Teixeira dos Santos, ministro das Finanças, assume que foi forçado por José Sócrates a mentir ao longo de toda a anterior legislatura e da actual.

O ministro assume que ao longo destes anos todos tem gerido as finanças do país sob o efeito de medicação e que só agora percebeu que tem sido usado para condenar milhões de contribuintes inocentes. “O Sócrates obrigava-me a beber um copo com água e a assinar papeladas. E depois obrigava-me a dizer que estava tudo bem, que Portugal não estava a sofrer com a crise internacional e que a despesa pública estava controlada. Tive que dizer tudo com pena dos rapazes, que levavam bastante porrada do Sócrates."

Altamente recomendável para o governo...

do nothing for 2 minutes

... só é preciso aumentar o tempo para um mês, no mínimo (é que os senhores do governo já estão habituados a passar dias sem fazer nada)...

E só agora é que deram conta disso...???

Inquérito federal conclui que crise (de 2008) podia ter sido evitada

Quieto e muito quentinho...

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011
Os directores-gerais da Administração Interna e da Administração Eleitoral pediram a demissão devido aos problemas ocorridos com os cartões do cidadão nas eleições de domingo passado...

... e o ministro da administração interna fica quietinho no seu lugar, muito quentinho, como se nada fosse com ele, com os pedidos de demissão na mão e à espera do relatório do inquérito...

Ainda estamos em janeiro e já vamos neste estado...

Portugal já assegurou 4 mil milhões de dívida este ano

Vamos lá...!!! Todos a votar nele...!!!

Médico Cândido Ferreira é candidato às directas do PS em Março

Batalha naval


Submarinos: juiz decide levar todos os arguidos a julgamento

Submarinos ao fundo...!!!

Isto é uma vergonha

A Assembleia Regional dos Açores vai discutir um projecto apoiado por PS, BE, PCP e PPM que alarga aos funcionários municipais a compensação pelos cortes salariais que já foram aprovados para os funcionários regionais.

Se o governo não cortar as transferências do OE para a região na exacta medida desde desaforo, então torna-se conivente com o abuso e demonstra que não é sequer capaz de impor regras aos próprios correlegionários.

Depois que não venha falar do Alberto João...

Então ele ainda não pediu a demissão...???

terça-feira, 25 de janeiro de 2011
CDS sugere demissão de Rui Pereira

Então toda aquela confusão e inoperância fica-se por um pedido de desculpas...???

O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, pediu hoje desculpa aos eleitores que tiveram dificuldades em votar no domingo e anunciou a abertura de um inquérito a realizar pela Universidade do Minho.

E agora os inquéritos a "broncas" como esta são realizados por universidades...???
Porque razão...??? E quem paga...???

E tem toda a razão...!!!

A ministra da Educação criticou, esta terça-feira, o facto de os pais e encarregados de educação protestarem contra os cortes no financiamento do ensino privado, levando consigo os alunos.

É evidente que os pais não devem envolver os filhos nas questões de escola que têm a ver com a escola e a educação desses mesmos filhos.

Só é possível envolver crianças nestas "andanças" quando esteja em causa a apresentação pública, pelo primeiro ministro, numa qualquer escola, de computadores magalhães ou de quadros interactivos, desde que essas crianças sejam arregimentadas para o efeito, sem conhecimento dos pais e sem saberem para onde vão, e depois sejam devidamente pagas por essa participação.

Actualização: A Fenprof, sempre "de candeia às avessas" com a ministra da educação, desta vez concorda com ela. Les grands esprits toujours se rencontrent.

Psiquiátricos é que era...

Os representantes dos taxistas vão pedir a apreciação da constitucionalidade da lei que obriga todos os motoristas a submeterem-se a testes psicológicos.

E têm toda a razão. É inconstitucional que os testes sejam psicológicos. Deviam ser psiquiátricos...

Ainda bem que já passou

Cientista estima que 24 de Janeiro é o dia mais deprimente do ano

Cada um sabe do que fala...

Jorge Sampaio, atestou hoje no Tribunal Central de Instrução Criminal, em Lisboa, “o alto valor moral e a grande capacidade técnica” do arguido do processo Face Oculta José Penedos.

"Grande capacidade técnica"... Disso ninguém duvida...

Reincarnação...

(by mail)

Um casal fez um acordo que se existisse reencarnação, o primeiro a morrer informaria o outro como é que era.
O marido foi primeiro. Contactou a mulher e contou-lhe:
"Bem, levanto-me cedo e faço sexo.
Tomo o pequeno-almoço e vou para o campo de golfe. Faço mais sexo, apanho sol e faço sexo mais algumas vezes.
Depois do almoço (tu gostarias, muitas verduras), mais sexo, um passeio pelo campo de golfe e mais sexo o resto da tarde.
Depois do jantar, volto ao campo de golfe e faço mais sexo até anoitecer.
Depois durmo muito bem para recuperar e no dia seguinte recomeça tudo igual outra vez.

A mulher pergunta: "Estás no Paraíso?"

"Não, agora sou um coelho e estou no Algarve."

Porquê, meu Deus...???

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011
Porque é que as pessoas (apenas as portuguesas, naturalmente...) quando nascem, não trazem logo o número de cidadão eleitor estampado na testa?

É que era muito mais fácil para votar - o presidente da mesa lia-o logo quando olhava para nós e já não era preciso o BI ou o cartão do cidadão - e, com isso, escusava-se de atormentar o mai e a cne com pedidos de informação sobre o número de eleitor num domingo de eleições...

E pronto!

Ganha a eleição, o problema da sisa por causa da permuta da casa de férias está resolvido ou não?

É o que dá andar com más companhias...

Manuel Alegre conseguiu ter um pior resultado nestas eleições, em que contou com o apoio do ps e do be, do que nas eleições de 2006 em que concorreu sozinho "contra" o ps...

Isto assim não tem graça...

Não tem graça nenhuma que um candidato presidencial, eleito por pouco mais de 50% dos votos - sendo que houve mais de 50 % de abstenção, do que resulta que foi realmente eleito por menos de 1/4 dos portugueses com capacidade eleitoral - se instale o mandato todo - cinco anos - em Belém, deixando os outros candidatos, que também se esforçaram por ser eleitos, a "chuchar no dedo".

Tinha muito mais graça se o mandato presidencial de cinco anos fosse exercido por todos os candidatos votados na proporção dos votos obtidos. Assim todos passavam um bocadinho pelo Palácio de Belém, podiam fazer umas viagens, promulgar uns diplomas, receber uns embaixadores a apresentar credenciais, atribuir umas condecorações no 10 de Junho, conceder uns indultos pelo Natal, fazer uns discursos e umas alocuções ao país e mais umas quantas coisas engraçadas (mas que não se sabe bem para que servem, como "ouvir" o Conselho de Estado)...

E, se fosse assim, ia ter muita graça.
Depois do Cavaco lá estar dois anos e meio, mais coisa menos coisa, ia para lá o Manuel Alegre (que, recordando velhos tempos, até podia criar a "Rádio Belém Livre" onde ninguém o calaria a fazer alocuções durante um ano).
A seguir ia o Nobre da AMI (que montava no "pátio do bichos" uma tenda de campanha da AMI, com utensílios médicos, para receber as visitas) e ficava lá uns 9 meses.
O seguinte seria o Lopes do PCP, que presidiria durante 4 meses (ainda que não utilizasse o palácio porque é muito burguês e capitalista, e fizesse as reuniões de quinta feira com o primeiro ministro e as recepções aos homólogos estrangeiros, naquele bar da "soeiro pereira gomes" que costuma aparecer na televisão.
Depois vinha o Coelho da Madeira e aí ninguém consegue imaginar o que aquilo iria ser: "a pura da loucura". Este ficava lá não chegava a três meses e deslocava-se no carro funerário.
Por fim, vinha o Defensor Moura, se ainda houvesse Portugal... E como era por pouco tempo podia ir e vir todos os dias de Viana do Castelo.

Acabou a chinfrineira

O domingo eleitoral já passou, Cavaco foi eleito, e mais de metade do país esteve-se nas tintas para as eleições.

Hoje, continua a crise, sem apelo nem remédio...

Depois de amanhã...

domingo, 23 de janeiro de 2011
Não é preciso utilizar à bomba atómica.
Basta recorrer a bombas convencionais. E nem é sequer é necessário que sejam de fragmentação...

Coisas que acontecem, vá-se lá saber porquê...

O ano de 2010 ficará marcado por um troféu ganho por Portugal, o de país cuja variação do agravamento da probabilidade de default (risco de incumprimento da dívida soberana) foi a mais alta. Ela disparou quase 443%. De 41º no ranking em finais de 2009 saltou para o "clube" dos dez mais do risco à escala mundial. Acabou 2010 em 4º lugar nesse TOP 10 com mais de 35% de risco., ou seja mais de 5 vezes do que no final do ano anterior.

Notícia para depois das eleições..

Juros da dívida põem Portugal na rota do incumprimento

Custos da República

Os cerca de 60 mil mobilizados para fazer parte das mesas de voto nas eleições presidenciais recebem, cada um, 76,32 euros/dia, como ocorreu já nas três eleições de 2009. A factura total desta participação é de mais de 4,5 milhões de euros...
Isto sem contar com as despesas da campanha.

Um rei sai muito mais barato.

Efeitos imediatos da visita...

sábado, 22 de janeiro de 2011
Qatar Airways interessada em 40 por cento da TAP

Pedimos emprestado, vendemos o faqueiro, vivemos a crédito.
É este o modo de vida de um país governado por socialistas.

Sondagens

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011
Uma sondagem sobre as presidenciais - a do Metro - apresenta os seguintes resultados:

Cavaco Silva - 51%
Fernando Nobre - 21%
Manuel Alegre - 13,5%
José Manuel Coelho - 6%
Francisco Lopes - 5%
Defensor Moura - 3,5%

Se, no domingo, os resultados forem próximos destes, o que pensar dos candidatos a estas eleições, dos votantes e do sentimento que todos os portugueses começam a ter sobre isto tudo...???

Mais uma destas e arriscamo-nos mesmo a ter segunda volta...

«Nós não podemos prolongar esta campanha por mais três semanas. Os custos seriam muito elevados para o país e seriam sentidos pelas empresas, pelas famílias, pelos trabalhadores, desde logo, pela via da contenção do crédito e pela subida das taxas de juro»

Uma apreensão muito estranha...

GNR apreende vibradores em casas de prostituição, mas o que a GNR ia mesmo à procura era de garrafas de água quente falsificada...

Sobe, sobe défice, sobe...

Défice do subsector Estado voltou a subir

Aliás, enquanto puder continuar a ser cortado o vencimento de alguns funcionários públicos o défice do subsector Estado pode continuar a subir à vontade, que não há problema.

Quando já não houver mais vencimentos para cortar aí é que vai ser necessário cortar nas coisas mesmo essenciais: despesas dos gabinetes ministeriais, pareceres externos, telemóveis e demais comunicações, cartões de crédito, viaturas e motoristas, decoração, criação de (mais) institutos públicos e fundações, enfim.... Vai ser uma maçada...

Que belas contas...!!!

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011
Portugal vai pagar ao estrangeiro 28,5 mil milhões de Euros em juros, dividendos e rendimentos ou seja 11.000 Euros por minuto...

非常に有用 (1)

Japão vai ter exames de código em português

(1) Lê-se "hijō ni yūyō". Tradução:"muito útil".

"Feitios"...

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011
Ainda sobre esta notícia, vale a pena este trecho do periódico inglês onde ela é divulgada:

Merkel asked Strauss-Kahn about Sócrates' dilemma. The German-speaking IMF chief was dismissive. The Portuguese plea was pointless, he said, because Sócrates would not follow any advice he was given.

Parece que o ("feitio" do) primeiro ministro já é (re)conhecido internacionalmente...!!!

Um Estado de "morrinhanha"...

O cargo de Presidente da República de um Estado (ainda) soberano é também abrangido por uma lei que manda um conjunto de entidades optar, em caso de se encontrarem reformados ou aposentados, ou pela pensão de reforma/aposentação ou pelo vencimento do cargo.

Assim, o Presidente da República opta por receber apenas a pensão de reforma no montante de € 10.042 mensais.

Isto dá anualmente o montante de 140.588 Euros. (Até admira como durante a campanha eleitoral ainda não tenha havido nenhum candidato que considere isto um escândalo...)

Ali mais em cima, na Britânia, há um gestor bancário português (de alta craveira, diga-se de passagem) que vai ganhar € 9,9 milhões por ano.

Perante isto, como será alguma vez possível atrair para a política nacional pessoas honestas, com carácter, qualidade e craveira intelectual, arredando de lá, os "achadiços" que por lá polulam sempre à espera das "escorredalhas" da mesa do poder?

Podemos ficar mais aliviados: as Finanças são "piratas" em todo o lado...

Para o fisco francês, Albert Uderzo não é um dos co-autores da banda desenhada Asterix, mas apenas «um ilustrador». E exige que este devolva 203.000 euros ao tesouro gaulês.

"Neste momento a PJ está em pré-pagamento. É favor dirigir-se à caixa e efectuar o pagamento antes de cometer o crime"...

A partir de agora os inspectores da Polícia Judiciária (PJ) não vão trabalhar durante o período do almoço, não vão efectuar qualquer diligência durante os períodos de folga ou descanso e, quando tiverem que fazer serviços fora da área da sua comarca de trabalho, só avançam após receberem adiantadas as respectivas ajudas de custo.

Há que, rapidamente, alijar responsabilidades...

PS prepara-se para acusar BE se Alegre for derrotado.
Alegre também não será poupado, com críticas à "incoerência" das suas intervenções.


Assim, o ps pretende fazer crer que ele foi o único que não teve culpa na derrota do seu candidato.

O que é que se chama a isto...???

"Por caridade, dê uma esmolinha ao céguinho..."

O primeiro-ministro português telefonou a Angela Merkel solicitando ajuda e comprometendo-se a fazer "tudo o que fosse necessário" pelo apoio europeu

Confirmar aqui, em inglês não técnico.

Tinha piada, lá isso tinha...

Nobre desafia Alegre a desistir em seu favor

(finalmente) Acabou uma tradição...

Os esgotos domésticos da zona central de Lisboa deixaram de ser despejados directamente, sem tratamento, nas águas do Tejo, como acontecia desde sempre.

As águas do Tejo vão deixar de nos poder oferecer aquelas típicas "imagens" "flutuantes"...

O que é mesmo bom é pensar com a cabeça ... dos dedos dos pés...!!!

O Lloyds Banking Group acordou pagar uma remuneração de 8,3 milhões de libras (9,9 milhões de euros) a António Horta Osório, mais pagamentos milionários através de acções e pensões.

Sem necessitar de "pagamentos milionários através de acções e pensões" Cristiano Ronaldo é o futebolista mais bem pago do Mundo, recebendo anualmente do Real Madrid cerca de 12 milhões de euros.

Pode-se pois concluir que os pagamentos só são são "milionários" (maldição...!!!) se forem pagos a gestores bancários...

Há que vender os últimos anéis...

CTT à espera de sinal do Governo para avançar com privatização

Depois de se venderem os "anéis" que restam (poucos e "manhosos"), nunca mais se pode ter um governo como o actual, porque já não há mais nada para vender... Felizmente...

Crescem os apoios ao candidato do partido...

terça-feira, 18 de janeiro de 2011
Correia de Campos: "Alegre não é alternativa. Cavaco garante estabilidade"

Será que no PS, há um PS que já se está a preparar para o futuro...???

Sol de pouca dura...

As taxas de juro das Obrigações do Tesouro portuguesas a dez anos passaram hoje, a partir das 11h30, a barreira dos sete por cento e continuam a negociar acima desse patamar no mercado secundário.

Já nem "São Abu Dhabi" nos vale...

Informação económica: ande a pé, que faz bem à saúde...

Combustíveis voltam a subir e preço da gasolina bate novo máximo histórico.
Nos postos da Galp, um litro de gasolina custa agora 1,533 euros, enquanto o gasóleo vale 1,348 euros o litro.

Metades...

Metade dos portugueses diz que o país está pior do que antes do 25 de Abril

A outra metade é aquela para quem estes últimos tempos têm sido o regabofe que se conhece...

Pela experiência anterior, isto não deve ser verdade...

Sócrates confirma reuniões com fundo soberano do Abu Dhabi mas nega, no entanto, que os encontros tenham sido para vender a dívida portuguesa.

O que pode muito bem acontecer é, nessa altura, já não haver electricidade no país...

Sócrates diz que em 2020 Portugal terá 10% de carros eléctricos

Terá pedido, mas, pelos vistos, não recebeu nada...

A bailarina marroquina Karima El Mahroug, de nome artístico Ruby Rubbacuori, pediu “cinco milhões de euros” a Silvio Berlusconi, o primeiro-ministro italiano, para não revelar a natureza das suas relações, iniciadas quando ela teria 16 anos.

Certamente ainda não se deu conta de que "não está a falar verdade"...

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011
Sócrates reitera não estar nas Arábias para vender dívida pública

O peditório das viagens...

Esta forma de governar é um completo absurdo.

O governo tem um problema de desequilíbrio orçamental, com um défice público descomunal e uma economia pior que medíocre. Precisa de dinheiro como de "pão para a boca" mas a economia, exaurida em impostos e outras taxações, débil e incapaz de crescer (anuncia-se recessão para este ano) não gera meios financeiros capazes de alimentar (a voragem d)o orçamento.

Temos uma dívida pública astronómica, não temos disponibilidades orçamentais, andamos a pedir dinheiro dia sim dia não, a nossa economia é menos que uma miséria. Como pedimos dinheiro "a torto e a direito" e não temos economia que se veja, exigem-nos juros usurários para nos emprestarem o que precisamos, pois acham que nós não somos de confiança. Os juros podem ser usurários mas se não os pagarmos não temos dinheiro.

Isto é uma situação de uma gravidade total, que exige trabalho aturado e medidas, adequadas e graves, do governo, para procurar alterar a situação. Exige governantes que sejam estadistas. Ou, de outro modo, o país cai no abismo. Mas não.

De medidas a tomar pelo governo, nada. Não se vê nada. Nada de nada.
Sobre este grave problema, a política do governo, de há tempos a esta parte, tem sido dedica-se unicamente a viajar de país em país (Líbia, China, Qatar, e outros igualmente recomendáveis) a mendigar empréstimos e colocação de dívida, para sustentar a voragem orçamental. Para dar ainda pior aspecto, anda a pedir emprestado, mas nega sempre que o faz.

O governo anda a hipotecar o futuro do país de pois de ter "esturraçado" o presente. Em vez de tomar as medidas adequadas, anda a colocar o país na mãos de países "absurdos" (que hão-de cobrar, no futuro, o "auxílio" de hoje) só para "não dar o braço a torcer" e solicitar o auxílio da Europa e do FMI.

Mais umas viagens do governo e estaremos completamente transformados em "pobres de pedir" e empenhados até ao próximo século. E com um futuro negro à nossa frente.

Modos de estar na vida...

Questionado sobre o assunto, Sócrates disse que não falou de dívida com as autoridades do Qatar.

Mais tarde o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Luis Amado, que, apesar de pertencer a este governo, é uma pessoa séria e confiável, disse que o Governo português está a tentar vender dívida soberana a países do Médio Oriente, designadamente a investidores do próprio Qatar.

Não há "volta a dar-lhe": o primeiro ministro tem este carácter e não há nada a fazer. A não ser nunca acreditar no que ele diz...

Com um braço, em "fora de jogo"...

Benfica sofre para ganhar em Coimbra

Cooperação ibérica

domingo, 16 de janeiro de 2011
Nós optamos por Espanha para comprar combustíveis.

Espanhóis optam por restaurantes em Portugal para "fugir" a proibição de fumar

De qualquer forma, no saldo final, ficamos a perder.

Os efeitos de Bolonha

O Conselho Nacional das Ordens Profissionais (CNOP) disse que por ocasião da reforma de Bolonha, que visou harmonizar o ensino superior nos países europeus e implicou alterações na duração dos cursos a partir de 2006, foram cometidos dois "erros propositados que afectaram centenas de milhares de pessoas já licenciadas".

Um foi a atribuição das mesmas designações – licenciatura e mestrado – aos graus obtidos antes e depois de Bolonha, apesar de os ciclos terem durações diferentes. Outro, agravando a situação anterior, "quando o Governo continuou a ignorar os apelos à distinção, na Portaria n.º 782/2009, que estabelece a correspondência entre os níveis de educação e formação e os níveis de qualificação para efeitos profissionais".

A consequência, sublinha, foi a "desvalorização" profissional do termo "licenciatura". "Uma pessoa com uma formação académica de cinco ou seis anos antes de Bolonha tem o mesmo título académico que outra com três anos de estudos.

Mas, se isto é já incompreensível, torna-se gravíssimo quando se reflecte, por exemplo, num concurso para uma vaga na administração pública, em que ambas as "licenciaturas" equivalem a um nível 6 de qualificação. Isto, ao mesmo tempo que um mestre pós-Bolonha, com cinco anos de formação académica (os mesmos de um antigo licenciado), concorre com o nível 7", aponta.

Eufemismos linguísticos...

O primeiro ministro disse, no Qatar: “Não discutimos [a dívida], discutimos as oportunidades de investimento do Qatar em Portugal e a presença das empresas portuguesas” neste país.

Não falaram da dívida. Mas resta saber exactamente o que significa para o primeiro ministro "oportunidades de investimento do Qatar em Portugal"...

Peditório...

Primeiro-ministro visita Qatar para incentivar exportações e, certamente, aproveitando a estadia, também "pedir dinheiro emprestado"...

Só agora...???

O governo anda a vender miragens num "país de Alice" já lá vão, para aí, seis anos e só agora é que Cavaco Silva pede ao Governo para não vender ilusões. Safa...!!! É mesmo andar distraído.

Facto do dia na campanha para as presidenciais

Presidente do Sporting demite-se

Será que vamos ouvir mais umas insinuações...???

Casa de Manuel Alegre assaltada e vandalizada

Efeitos de "Bolonha" e da massificação do ensino superior

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011
A massificação dos doutoramentos, que triplicaram em dez anos, abriu a porta ao negócio. Hoje, quem quiser acabar o curso sem queimar as pestanas tem a vida facilitada. O negócio de venda de teses prolifera no país e há quem faça disso uma forma de vida. Em troca, prometem profissionalismo e – o mais importante – sigilo.

Há uns anos atrás, a grande ambição do "portuguesinho médio" (e da sua família) era ser Dr. ou Eng. - não para subir um patamar do conhecimento, do saber, da cultura, da ciência, mas apenas porque se há igualdade (se, como se diz para aí, "semos todos iguais") e uns eram Drs. ou Engs., eles também tinham direito a ser, independentemente da aptidão ou preparação para tal.

Se isso era assim há uns anos, agora, com RVCC e Bolonha "evoluiu-se" nesse desejo (que não na qualidade e volume do conhecimento, cultura e educação) e já só quer ser Mestre ou Doutor.

Se ultrapassar as sucessivas fases de avaliações de um percurso escolar até à saída da universidade era uma questão de "arte e engenho" mais do que saber, agora surge aqui um problema. É que, para se ser Mestre ou Doutor, é preciso escrever uma dissertação ou uma tese. Ora isso é um bocado mais difícil do que copiar nos exames. Principalmente porque envolve escrever um texto em português, que é cada vez mais uma língua (escrita e falada) desconhecida...

Cheio de "iniciativa", o "portuguesinho médio" não se atemoriza e encontra logo "remédio para a coisa": "encomenda" a quem saiba (ou não saiba) a "sua" dissertação ou tese, e o problema está resolvido. Continua "quadrado" como dantes, mas o que é preciso é ser-se expedito...

Um dia destes, não há-de haver "cão nem gato" que não seja Mestre ou Doutor em "qualquer coisa" - apesar de poder ser um "bronco" que nem para pregar pregos serve.
E as Universidades - uma mais que outras - vão-se prestando a isto...

Um "lixo" de futuro...

A agência de notação internacional Fitch cortou hoje o rating da dívida de longo prazo da Grécia de 'BBB-' para 'BB+', ou 'junk' (lixo), anunciou hoje a entidade.

Este é também o "lixo" que nos espera num futuro bem próximo se não mudarmos rapidamente de comportamento governativo e de "agentes" desse comportamento...

...

Juiz arquiva processo da empresa que produz o "Magalhães"

Isto é uma pulhice...

Custo extra com a dívida vai consumir poupança com corte dos salários

Quer isto dizer que a parte do salário de que os funcionário públicos são esbulhados não contribui para o reequilíbrio das finanças públicas mas sim para suportar os desmandos do governo.

Isto compreende-se...???

Andamos a pagar juros altíssimos no estrangeiro para conseguir dinheiro para financiar o Estado. Estamos com isso a empenhar o país e a endividar gerações futuras, apagando-lhes qualquer esperança.

Contudo, por cá o governo pôs os certificados de aforro - um produto popular de aplicação financeira para pequenas poupanças, com que o Estado se conseguiria financiar a juros agradáveis para os investidores e substancialmente mais baixos do que aqueles a que têm sido colocada internacionalmente a dívida - neste estado comatoso: Certificados de aforro perdem 1.400 milhões em 2010 pela baixa rendibilidade que está a ser oferecida, na sequência do actual nível de juros das Euribor.

Este é mais um resultado típico daquilo em que o governo ps mete a mão...

Explicação para o anunciado "sucesso" do empréstimo de ontem...

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011
Leilões de dívida portuguesa são combinados

Uma questão simples de "engenharia financeira"...

Aquele anunciado "superavit" de 800 milhões de euros nas contas de 2010, deve ser o que sobra dos 2,7 mil milhões de euros do fundo de pensões da PT com que o governo se aboletou...

Não custa nada dizer qualquer coisa...

Teixeira dos Santos: emissão de dívida foi “um sucesso” na “conjuntura actual”

Pode dizer-se o que se quiser. Mas a verdade dos factos é que estamos a contrair empréstimos a 7% para substituir anteriores empréstimos com juros de 4%, que entretanto se venceram.
Daqui a uns anos, ou melhor dito, no termo natural do mandato deste governo, se ele durar até lá, o "serviço da dívida", ou seja o montante de juros que vamos ter que pagar pelos empréstimos que andamos a contrair desde há uns anos vai ser uma completa loucura, se não acabar por nos levar à falência.

Por outro lado, Paul Krugman, Prémio Nobel da Economia, lembrou, num texto publicado no seu blog, que por causa no nível dos juros a que a dívida portuguesa de longo prazo foi vendida, a operação foi «ruinosa».

O que se pode dizer de tudo isto, é que se trata de (mais) um verdadeiro "sucesso socialista"...

Entretanto, "bons sinais"...

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011
A Comissão Europeia e o fundo de resgate europeu estão a preparar uma ajuda a Portugal que pode chegar aos 100 mil milhões de euros se isso for necessário, noticia esta quarta-feira o Financial Times alemão, citado pela Bloomberg.

No limbo...

Portugal conseguiu colocar a totalidade da dívida que leiloou hoje, tendo no caso das obrigações a dez anos os juros descido ligeiramente, para 6,716 por cento, mas subido 33,5 por cento para o prazo de quatro anos.

Não vale a pena cantar vitória. Não estamos nem pior nem melhor. Continuamos, na mesma, reféns dos juros altos (altíssimos...) e persistimos no endividamento das gerações futuras. A história, um dia, não deixará de referir estes tempos...

"Pela boca morre o peixe"

Sócrates: "Portugal não precisa de nenhuma assistência financeira"

Será isto "botaabaixismo"...???

Recessão de 1,3% em 2011, prevê o Banco de Portugal

Porreiro, pá...!! Já podemos "esturraçar" mais umas massas...

terça-feira, 11 de janeiro de 2011
Estado com "folga orçamental de 800 milhões de euros"

Amanhã é que se vai ver

Sócrates disse que Portugal não vai pedir ajuda externa porque “não precisa”.

Falar agora não custa nada e até pode dizer-se o que se quiser. O pior, o pior mesmo, é a crueza da realidade. Amanhã, quando o ministério das finanças colocar mais um empréstimo, e os juros forem fixados, é que se vai ver...
Até lá, podemos continuar a dizer, à vontade, que somos os maiores...

Por falar em saliva

Santos Silva acusa direita de «salivar» com a entrada do FMI em Portugal

E o "xô ministro" sabe onde por onde é que andam as armas roubadas na Carregueira...???
É que o "xô ministro" não é comentador político, é ministro da defesa... Já não se lembrava, era...???

Generalizado "estado de negação"

"A Comissão Europeia não está a pressionar Portugal a pedir ajuda"

"O PSD não está a pensar na queda do governo"

Futebol nacional

Parece que o Fisco vai exigir 35 milhões de euros aos clubes de futebol por dívidas fiscais no âmbito do totonegócio.

Vamos lá ver se depois de ter nacionalizado o BPN (com as conhecidas consequências), o Fisco não resolve agora "nacionalizar" os clubes de futebol "caloteiros"...

Hoje há anúncio das contas públicas, amanhã há o lançamento de mais um empréstimo...

O primeiro-ministro, José Sócrates, e o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, vão fazer hoje uma declaração à imprensa conjunta, cujo tema principal será a execução orçamental de 2010.

É tudo tão ineficaz, tão previsivelmente pindérico...

Porque será?

Mourinho eleito melhor treinador do mundo

Somos um país que tem tido, ao longo da história, pessoas de craveira excepcional. Em todos os campos. Pessoas capazes de serem as melhores, de serem as mais audazes e as mais destemidas, pessoas capazes de se distinguir nas mais variadas áreas, pessoas de carácter inquebantável.

Apesar disso, continuamos, como país, numa "apagada e vil tristeza". Não seremos nós próprios incapazes de nos governarmos como nação, incapazes de perceber que só com esforço, empenho, honestidades, carácter, destemor, rigor, é que se vencem as dificuldades e que só assim nos poderemos afirmar como país?

Estamos completamente "de calças na mão" e totalmente na dependência de terceiros...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011
A descida das taxas de juro portuguesas nos mercados secundários depois das 10h resultou da entrada do BCE no mercado, a comprar dívida portuguesa a cinco e a dez anos.

Comparações

O Estado gastou cinco vezes mais em estudos e pareceres ao longo dos últimos sete anos (507 milhões de euros) que nos dez estádios de futebol construídos para o Euro 2004, em que participou com 104,5 milhões.

As comunicações - internet, telefone fixo e telemóvel - custaram cerca de 700 milhões de euros, mais do que a construção da Ponte Vasco da Gama, que liga Lisboa à Margem Sul do Tejo (644 milhões).


Estes dados constam de um trabalho jornalístico do Diário de Notícias sobre o "peso do Estado". Só é estranho que seja precisamente esse jornal - que tem sido uma indefectível voz de apoio ao governo - a efectuar e publicar um trabalho como este.
Será que o DN já pressente que a "queda" do governo se aproxima, inexorável, e começa, "atempadamente", a "reorientar" os critérios editoriais...

A coisa está mesmo preta...

Segundo Jacinto Nunes, professor de economista e ex-ministro das Finanças, "chegou a altura de invocar a Nossa Senhora de Fátima". "Agora é esperar e ver o que acontece na próxima quarta-feira, quando se emitirem as Obrigações do Tesouro, porque se os juros forem para os 7%, é insustentável pagar aquilo".

Mas não há que ter grande esperança. A Nossa Senhor de Fátima, depois de todas as tropelias que este governo fez à Igreja Católica, deve-se estar bem "nas tintas" e, para castigo, ainda vai fazer com que os juros cheguem aos 8%...

O FMI deve estar mesmo, mesmo, a chegar...

É que o ps já começou a alinhar o argumentário para justificar a sua manutenção no poder...

Faz-se-lhe o quê...???

Quando, por fim, o FMI entrar no país, podemos mandar este orçamento do Estado "às malvas"...???

É que ele foi aprovado exactamente para não ser necessário chamar o FMI, e dizia-se então, "à boca cheia" (ou seja, dizia-o o governo, o Presidente da República, e a oposição "colaborante"), que a sua aprovação era suficiente para manter afastado o FMI, tal como os alhos afastam os vampiros...

Ora, pelos vistos, o orçamento (será mesmo do orçamento ou de quem o executa...???) nem serve para manter os juros baixos, nem, por isso mesmo, para manter afastada a ajuda internacional. Então serve para quê...???

Afinal não sabem...

domingo, 9 de janeiro de 2011
Ontem já sabiam como tinham desaparecido as armas.

Mas, afinal, depois de cinco dias de intenso interrogatório aos militares do Centro de Tropas Comandos da Carregueira, a Polícia Judiciária Militar não sabe como é que desapareceram as dez armas de guerra das instalações daquela Unidade nem o dia exacto do roubo.

Parece, pois, que só sabem mesmo que as armas não estão no devido sítio...

Poder, podia. Mas não era a mesma coisa...!!!

sábado, 8 de janeiro de 2011
Gasolina podia ser mais barata em Portugal do que em Espanha

Só que em Portugal, cada litro de combustível é composto por 0,58 de impostos e só o resto é gasolina...

Que maçada...!!!

Governo anuncia acordo com televisões sobre tempos de antena

Lá vamos ter que aturar aquela "pepineira" da campanha eleitoral...

Que esperteza...!!!

A Polícia Judiciária Militar e o Exército já sabem como desapareceram várias armas de guerra do Centro de Tropas Comando, no quartel da Carregueira

Nós também sabemos...: foram roubadas...!!!

Isto sim, é transparência...

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

A Milícia, empresa privada que vendeu seis viaturas blindadas ao Ministério da Administração Interna, partilha o mesmo advogado com a Empordef, SGPS - holding detida a 100% pelo Ministério da Defesa, que gere as participações sociais em empresas públicas da área militar.

Trata-se de João Henriques Pinheiro, militante do PS (secção de Benfica), sócio do escritório Capitão, Rodrigues Bastos, Areia & Associados e consultor jurídico do ex-ministro Severiano Teixeira e do Ministério da Saúde até Junho de 2009.

Timing

Pelas 9h11mm de hoje, os juros das obrigações de Portugal a dez anos negociavam nos 7,143%

Com este quadro e este respeito será oportuno perguntar: a "ajuda externa" (leia-se FMI e ajuda europeia) vai ser pedida antes ou depois da eleição do PR...???

Coisa nunca vista...

Furto de armas só foi descoberto dias depois de acontecer

Na verdade, o normal é o furto ser descoberto dias antes de acontecer...

Mais valia...

Ao que parece, por volta de 2000, Cavaco (e, não esquecer, também a sua filha) compraram, fora da bolsa, acções não cotadas da SLN, dona do BPN.

Na altura, o BPN era uma banco conceituado, oferecendo aplicações com bons juros, onde muita gente e também vários organismos do Estado tinham depósitos.

Uns tempos depois, em 2003, Cavaco (e a sua filha. Então...??? Ninguém fala nela...???) venderam essas acções, obtendo uma mais valia (ou, depreciativamente, um "lucro") de 140%. Sabe-se lá porquê, esta venda veio para a imprensa, mas não "vendeu" muito e caiu no esquecimento.

Uns anos mais tarde, Cavaco candidata-se a Presidente da República e ganha as eleições. O ps estava acabado de chegar ao poder e o primeiro ministro era o mesmo que (ainda) é agora.

Na altura, o BPN era uma banco conceituado, oferecendo aplicações com bons juros, onde muita gente e também vários organismos do Estado tinham depósitos.

Entretanto há eleições para o parlamento europeu, onde o ps leva uma "abada" e eleições legislativas que ps (incompreensivelmente) ganha.

Na altura, o BPN era uma banco conceituado, oferecendo aplicações com bons juros, onde muita gente e também vários organismos do Estado tinham depósitos.

A páginas tantas sobreveio uma crise financeira, ao que dizem causada nos EUA com as "junk bonds" e a crise do imobiliário, e que se propagou para a Europa, atingindo drasticamente vários países.

Nesta altura, depois de anos e anos de distracção, o Banco de Portugal, então capitaneado por um actual vice-presidente do Banco Central Europeu (chama-se a isto um "promoção dourada") detectou várias irregularidades e "negócios escuros" no BPN, as quais originaram uma catadupa de situações (designadamente falta de liquidez) que levaram a que o banco entrasse em grave crise e o governo, sem saber o que fazer mas armado em "super-homem", tivesse "nacionalizado" o banco.

Nesta altura, o BPN que até então era uma banco conceituado, oferecendo aplicações com bons juros, onde muita gente e também vários organismos do Estado tinham depósitos, deixou de o ser e passou a uma cáfila de malandros, mais ou menos conotada com governos e ministros de Cavaco, que se dedicaram a fazer negócios sujos em offshores, sem que a entidade reguladora e fiscalizados - o BdP - tivesse dado conta.

Entretanto chegamos a Dezembro de 2010 e Cavaco é recandidato à Presidência da República. Num frente a frente, um candidato "lateral" mas do ps "actual", resolve relembrar a compra e venda dessas acções. Foi o rastilho que incendiou a pólvora.

Logo o candidato oficial do ps "glosou o mote" e vá de querer explicações do seu opositor Cavaco, por tão "chorudo" "lucro" com a venda das acções, com isso associando-o ainda à vigarice e descalabro financeiro do BPN. E como o candidato poeta é apoiado pelo be, os esquerdalhos todos esganiçaram-se no ataque a Cavaco.

E estávamos neste ponto, não fora uma elegante deputada ter recordado que o candidato poeta e "acusador", quando era deputado, tinha feito uma "propagandazita" (naturalmente, paga) na revista do semanário de maior tiragem no país, a um outro banco, o BPP, que também "deu com os burrinhos em terra"... É no que dá a paixão pela caça e pelas muito "british" e elitistas "Purdey's"...

Depois disto tudo, uma pergunta: porque é que não se falou e discutiu tudo isto na altura devida - quando se soube da venda das acções - e depois se pôs definitivamente uma pedra sobre o assunto?
Só agora, no meio de uma campanha eleitoral, é que um candidato considera "conveniente" "esclarecer" estas coisas, "atirando à cara" de um seu opositor, sinuosamente, as "mais valias" que este obteve há quase dez anos...???

Não há mais nada para fazer? A política resume-se a isto? Não basta estarmos "entalados" numa crise que nos arrasta para o abismo e ainda temos que aturar este constante "chafurdar" em "temas" deste jaez?
Já vale tudo na política? Ou será que já batemos mesmo no fundo, em todos os aspectos?

Verdadeiramente vergonhoso...

... é um poeta como Manuel Alegre escrever um "texto literário" para uma campanha publicitária do BPP, publicada várias semanas na revista do Expresso, e receber apenas 1.500€ como pagamento...

É que isso não é pagamento para um "texto de autor". É uma esmola...!!!

Nããããã... Não pode ser...

As autoridades suspeitam que quem roubou as armas de guerra, na Carregueira, foi um grupo de militares ligados ao tráfico de armas

Pode lá ser. De certeza que quem roubou as armas foram os cozinheiros que se dedicam ao tráfico de farinha...

Andamos sempre bem acompanhados...

EUA em risco de incumprimento da dívida

Espera-se sinceramente que não cheguem a acordo...

Um diferendo entre o Ministério das Finanças e as televisões pode levar a que as emissoras privadas não emitam os tempos de antena que a lei prevê.

Era um descanso...!!!

Evidências

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011
Alegre sublinha que o seu nome nunca foi usado pelo BPP.

Então o que é isto?



Já agora seria relevante saber em quantas edições da revista do Expresso saiu o pretenso "texto literário" - que, verdadeiramente, mais não é do que publicidade ao BPP, associando figuras públicas ao banco...

Parece que a companha presidencial está muito precisada...

No pódio...

Economia portuguesa será a terceira pior do mundo em 2011

Isso é que era transparência...!!!

Por falar em BPN - que agora anda nas bocas de meio mundo - seria "agradável" que o Estado publicasse uma lista de (todos) os serviços públicos (da administração directa, indirecta e autónoma) que tinham contas no BPN e dinheiro (ou também aplicações...???) a render bom juro...

É já agora os montantes desses depósitos e respectivas taxas de juro... Só para se saber...

Um país de "nhanha"...

Num país onde há "Freeportes", "Faces Ocultas", e quejandos (que, com muito "esforço" e grandes "empenhos" não hão-de dar em nada...), anda para aí um grande alarido por causa de umas acções do BPN, devidamente declaradas, de um candidato presidencial.

Esta mania muito portuguesa de "ver o cisco no olho do vizinho e não ver o argueiro no próprio olho"...

Em tempos de corte do vencimento a (alguns) funcionários públicos...

... recomenda-se a leitura de "Recordando Marcello Caetano" de Luís Meneses Leitão, no Albergue Espanhol

Quase no pódio...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011
Portugal está no 4º lugar no TOP 10 mundial do risco de default

Calma...

Medina Carreira quer corruptos na cadeia

Antes disso, é preciso construir muitas cadeias, porque as que há não chegam...!!!

O futuro dirá

As alterações ao Inquérito ao Emprego introduzidas pelo INE causam a inviabilização de comparações directas, mas “não inviabilizam” no entanto a leitura das grandes tendências de médio e de longo prazo, explicou ontem a presidente do Conselho Directivo do INE.

Temos assim que o governo fica imediatamente a salvo das más notícias com os dados sobre a evolução do (des)emprego - podendo dizer o que quiser e lhe for mais conveniente a cada momento, que não há forma estatística de o contraditar.

Parece, porém, que num futuro mais ou menos longínquo, será então possível verificar a desgraça para o emprego e a economia que foi a passagem do ps pelo poder... Mas então já será demasiado tarde...

Alô... alô...!!!

O Instituto Nacional de Estatística vai passar a recolher informação sobre o emprego por telefone.

Por causa deste novo método, presume-se que os desempregados passem a ser obrigados a ter telefone...

A contínua "fuga à realidade"

terça-feira, 4 de janeiro de 2011
O INE está a introduzir alterações no método de recolha de informação para as estatísticas do emprego, que passará a ser feita por telefone, inviabilizando comparações directas com as estatísticas anteriores

O governo socorre-se de todos os expedientes para ocultar ou negar a realidade e (continuar a) enganar o país...

Notícias do ano que entra...

Petróleo atinge novo máximo, enquanto gasolina já passa 1,50 euros em Portugal

Desbloquear automóveis passa a custar o dobro

Portagens sobem 2,2% nas auto-estradas em 2011

Tudo isto sem falar no aumento do IVA

Animador, hein...???

Novidade do ano novo...

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011
O fêquêpê tem um guarda redes que não fica atrás do Roberto...

Uma evidente manifestação de autismo

domingo, 2 de janeiro de 2011
Segundo o porta voz do ps a mensagem do Governo, do PS, tem sido uma mensagem não só de realismo, mas também uma mensagem de grande determinação na resolução dos problemas com que estamos confrontados

Novo ano

sábado, 1 de janeiro de 2011
Já estamos em 2011.
Oxalá não venhamos ainda a ter saudades de 2010...