<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Foi finalmente encontrado o responsável único pela crise portuguesa...

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011
... o Euro...!!!

Madness...

O primeiro-ministro José Sócrates sublinhou hoje que o Governo fará tudo o que for necessário para chegar ao final deste ano com um défice orçamental de 4,6 por cento, mesmo que isso implique vir a tomar mais medidas de austeridade.

Lá, como em qualquer outra parte...

"Imagine o que é viver sob o comando de um louco"

À tripa forra...

Teixeira dos Santos reiterou que o Governo fará tudo o que for necessário para conseguir alcançar o valor do 4,6 por cento défice público a que se propõe para este ano, incluindo novas medidas de austeridade se for preciso

Como o governo não se priva de gastar "à tripa forra", imagina-se que as "novas medidas de austeridade" incidam apenas sobre os "austeros" cidadãos.
Anunciam-se, assim, mais cortes salariais (que, de forma populista, hão-de incidir sobre os mesmos que já sofrem cortes, naturalmente...) e o aumento da carga fiscal.

Quando um dia, o ps, por fim, deixar o governo, o país estará completamente exangue...

À falta de melhor tema...

sábado, 26 de fevereiro de 2011
Previsão do tempo para Sábado, 26 de Fevereiro de 2011

Céu pouco nublado, apresentando-se temporariamente muito nublado no litoral a norte do cabo Raso em especial durante a madrugada e manhã, com possibilidade de ocorrência de chuva fraca ou chuvisco.
Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de noroeste, soprando moderado (15 a 35 km/h) no litoral oeste e nas terras altas em especial durante a tarde.
Pequena descida da temperatura máxima no litoral oeste.
Neblina ou nevoeiro matinal.

ESTADO DO MAR
Costa Ocidental: Ondas de noroeste com 2 a 2,5 metros.
Temperatura da água do mar: 14/15ºC
Costa Sul: Ondas de sudoeste com 1 a 1,5 metros.
Temperatura da água do mar: 16ºC

Fonte: previsão IM.

Esta é a única actividade a que o governo se dedica...

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011
Portugal regressa às emissões de dívida na próxima quarta-feira

E esta mania de "meter o nariz onde não são chamados"...???

Obama admite intervenção na Líbia

A nossa "consolidação orçamental" e "recuparação económica" só dá origem a notícias destas...

A Standard & Poor's deverá decidir até ao final da semana a revisão em baixa do ‘rating' de Portugal.

"Não há cartões grátis"...

O Governo quer acelerar o processo de adesão dos portugueses ao Cartão de Cidadão porque, em três anos, o número de portugueses que aderiu ao novo documento não chega a metade da população. Uma iniciativa que ganha agora novo impulso com a decisão do Governo de acabar com o número de eleitor.

É evidente que isto não é pelos lindos olhos dos portugueses. É que o governo não esmorece a inventar modos de arranjar todas as fontes de receita possíveis.

Por isso, é bom não esquecer que o dito cartão tem preço. Assim, a emissão do Cartão de Cidadão custa 15 euros mas pode chegar aos 30 euros se for emitido com carácter de urgência.

Verdadeiramente não se pode dizer que haja fraca adesão ao cartão. O que há são fracas finanças pessoais (depois da absurda carga fiscal actual) para (ainda ter de) pagar as manigâncias do governo para arranjar receitas...

Isto é o mais perfeito retrato do Estado-empregador e da função pública que temos

=//=
No Estado, há essa coisa extraordinária em que o prémio salarial é muito maior nos salários mais baixos do que nos mais altos. O Estado paga muito mais do que os privados às pessoas com menos qualificações e isto distorce tudo. Incluindo o próprio Estado, que não consegue atrair os bons quadros porque não lhes paga o suficiente, e não lhes paga o suficiente porque arrasta o peso daquela mole de pessoas não-qualificadas a quem paga acima do mercado.
=//=

Este quadro e estes princípios de funcionamento do sistema de emprego público reflectem-se agora, de forma absolutamente notória, nos cortes salariais decretados pelo governo, para "salvação pública" do orçamento. Esse cortes incidem apenas sobre os salários mais elevados, pagos aos quadros superiores. O pessoal com menores qualificações continua a ganhar o mesmo. Isto apesar de todos serem pagos pela mesma entidade e todos beneficiarem do equilíbrio das contas públicas, ou seja do seu empregador.

Este modo de fazer as coisas representa também a forma como o governo tem agido sempre quando quer tomar ou toma uma medida impopular: coloca alguém ou um grupo contra alguém ou outro grupo, definindo os visados pela medida como "privilegiados" em contraposição com "os outros" (os ditos "não privilegiados"). Ou seja, cria sempre um cenário "luta de classes" ou de "luta de contrários", induzindo a opinião publica de que há situações injustas, abusivas, ilegais, usufruídas por alguns e às quais a "maioria" (de "descamisados") não acede. Assim os destinatários da medida não têm coragem de reagir porque já foi criada uma corrente contrária que de alguma forma os constrange e ataca.
Senão repare-se: apesar dos cortes salariais, os sindicatos (em boa parte dominados pelo "proletariado administrativo") têm reagido com "brandura" a estas medidas.
É evidente que têm feito algum barulho para se justificar, e também para justificar as sua existência, justificar as quotas que cobram aos seus associados e, fundamentalmente, para garantir "o paraíso" e os lugares dos sindicalistas profissionais.
Mas o certo é que não se vêm grandes manifestações desse "proletariado administrativo". É como se nada se tivesse passado.
E isso é verdade. Manifestar-se para quê...??? Esses associados dos sindicatos continuam a ganhar como se fossem quadros superiores e ainda passam por "explorados"...

A senhora ministra saberá o que diz...???

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011
Em entrevista ao programa “Terça à Noite”, Ana Jorge considera que uma boa proposta para racionalizar o recurso ao Serviço Nacional de Saúde poderia passar por um novo imposto.

Isto é mesmo a sério...???
A senhora ministra não terá confundido taxa (a pagar por cada utente) com imposto (pago por todos, doentes e sãos)...???
Ou será que a senhor ministra está mesmo a pensar em lançar um novo imposto (pago por todos) destinado a custear a saúde...???
Então para que servem os milhões que já se pagam em impostos...??? Será que servem para o governo andar a fazer desmandos e a lançar mais impostos para pagar aquilo que os impostos existentes já não chegam para pagar porque há esbanjamento e descontrolo orçamental...???

Está tudo doido...???

Se não fosse o governo...

... nunca um funcionário público poderia ter um carro destes...

Ferrari FF

Os funcionários públicos só podem "agradecer" os "elogios" do primeiro ministro, depois de terem sofrido cortes salariais...

É que é com "elogios" que se compram carros destes...

Estamos quase lá...

Portugal mais perto da ajuda externa com resistência alemã à reforma do fundo do euro

Só falta mesmo, mesmo, um bocadinho...

Evolução da Europa

(by mail)

Atenção: afinal há mais clones do sócrates para além do pedro silva pereira...

5 por cento dos portugueses acredita que a situação económica do país vai melhorar nos próximos 12 meses

E têm mais que muitas razões para isso...

Os portugueses são os mais pessimistas da União Europeia quanto à situação nacional, sendo que 93 por cento a considera 'má' ou 'muito má'

Imagem de marca...

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011
O Governo tem actualmente um défice de credibilidade.

"Estamos há vários anos a viver como a D. Branca"
...

É isto a redução do défice...

No primeiro mês do ano, o Estado registou uma despesa corrente primária de 3.540,7 milhões de euros, uma subida de 0,2% face ao mesmo período do ano passado.

Assim a redução do défice do Estado foi conseguida sobretudo à custa das receitas. De acordo com o boletim de execução, as receitas fiscais aumentaram 15%, para 2.797,7 milhões de euros (mais 367 milhões de euros do que no ano passado).


Se não correrem rapidamente com os socialistas do governo, vamos acabar todos na pobreza, esmagados por impostos e completamente endividados ao estrangeiro.

Isto é algum sinal...???

Programa de Mário Crespo e Medina Carreira suspenso

Isto é que é "lata" [ou falta de vergonha]...

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011
Recentes afirmações do primeiro ministro:

«O país está farto da maledicência sobre a administração pública e daquilo que significa o apoucamento dos funcionários públicos, a verdade é que em muitos domínios, Portugal está na linha da frente de uma administração pública eficaz, moderna e que presta bons serviços aos cidadãos e à economia».

A administração pública é «competente, qualificada e capaz, capaz de, com orientação e com políticas adequadas», se transformar.

«Tantas vezes vemos a administração pública desconsiderada no discurso político, tantas vezes que se esquecem os bons exemplos, o contributo de tanta gente dedicada e generosa que está empenhada em fazer do seu país um país melhor», «a verdade é que a administração pública e o esforço de muitos dirigentes e funcionários permitiu que projectos que pensávamos ser impossíveis há uns anos se transformassem em projectos possíveis e dos quais já ninguém quer abdicar».

Este gajo é um verdadeiro "camaleão" (há quem diga "fdp"...)...

A ler...

...a entrevista do antigo DRE de Coimbra, José Afonso Batista, de onde se retira a seguinte passagem:

[O estudo de reorganização da rede do ensino particular e cooperativo com contrato de associação] foi claramente um estudo encomendado com determinado objectivo, para justificar medidas que já tinham sido decididas. É um estudo que não honra nem a Universidade de Coimbra nem o Ministério da Educação. Neste estudo, por exemplo, a palavra qualidade é desconhecida, os compromissos do ministério e do Estado são desconhecidos ou, até mesmo, ignorados. Há toda uma série de questões que não são abordadas.
… … …
As decisões do ministério surgem em Dezembro de 2010, primeiro através de decreto-lei e depois por portaria. Aparece aí a justificação desse estudo. Mas não se diz que o estudo tem de analisar a qualidade das escolas e as condições concretas para que haja uma melhoria da educação. Isso não interessa. O que interessa é deslocar turmas do privado para o público. É uma decisão que não só agrava a crise económica que seria suposto atenuar como compromete a qualidade da educação
.

Toda a gente gostava...

domingo, 20 de fevereiro de 2011
... de ir ao posto médico, furar a "bicha", entrar na gabinete da "dotôra" e arranjar um atestado...

Gostar, gostava... Só que isso não é para qualquer um...

É isto que é a "má educação"...???

A Jerónimo Martins vai aumentar os salários dos trabalhadores este ano e atribuir prémios de 275 euros a cada trabalhador

Este gajo é um rematado (complete-se como se quiser)...

sábado, 19 de fevereiro de 2011
José Sócrates frisou que "a opinião do Governo sempre foi que no interior deveríamos ter autoestradas sem portagens, mas a verdade é que o PSD nunca concordou com isso e acabámos por chegar a um compromisso, que está hoje expresso nas SCUT do Grande Porto".

O país está de tanga; as SCUT são um encargo desmedido para as finanças públicas; todos pagariam, com mais imposto ou mais dívida, essas auto estradas quer as utilizassem quer não; apesar disso este fulano ainda se põe com estes considerandos...

O "pântano"...

Economia e consumo privado estagnaram em Janeiro

"à vara larga"...

Armando Vara entrou num centro de saúde de Lisboa, passou à frente de todos os doentes e deu ordens a uma médica para lhe passar um atestado.

A directora confirmou os factos e pediu desculpa por eles a um doente que reclamou. Está desgraçada: vai ser demitida, mais dia menos dia...

Uma novidade...

O último relatório da Comissão Europeia mostra que Portugal tem dos combustíveis mais caros entre os 27 Estados-Membros, antes e depois de impostos.

Este gajo é (mesmo) uma ... (coisa qualquer...)...

O primeiro-ministro, José Sócrates, respondeu hoje ao presidente da Jerónimo Martins que "não basta ser rico para ser bem-educado".

Um troglodita como este permite-se comentar arrogantemente quem trabalha e cria riqueza para o país, pelo facto de ter dito um conjunto de verdades insofismáveis...

Claro, clarinho...

"Não vale a pena continuar a mentir: estamos em recessão"

No poupar é que está a fuga...

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011
A PSP poupou cerca de 100 mil euros na compra de milhares de algemas metálicas e de corrente, com certificado de qualidade emitido por um fabricante chinês, cujo modelo se assemelha às usadas pelos dois reclusos que há poucas semanas conseguiram desalgemar-se e fugir de uma carrinha celular que estava à porta do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), em Lisboa.

Zero de certezas

Esperam-se mais confusões...


Governo aprova extinção do número de eleitor


...mas agora, sem culpa do governo...

"Em Abril, governos mil"...

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011
Cresce a desconfiança na Zona Euro com a capacidade de Portugal se financiar nos mercados, pelo que a expectativa aponta para que um resgate ocorra em Abril, estando já pronto o pacote de ajuda.

O que o governo gostava mesmo de extinguir...

Governo aprova extinção do (número de) eleitor...

Porque não andar de "marcha-atrás"...???

O Governo espanhol vai baixar para 30km/h a velocidade máxima a que é permitido circular em algumas circunstâncias dentro das localidades.

Não há-de tardar os "macacos de imitação" que temos no governo vão propor, por cá, idêntica medida...

A diferença...

O juro das Obrigações do Tesouro espanholas a 10 anos subiu para 5,36%, face aos 5,316% registados ontem.

O juro das OT portuguesas com a mesma maturidade segue nos 7,28%.

Humor na recessão...

(by mail)

José Sócrates foi consultar uma vidente.
A vidente concentra-se, fecha os olhos e diz:
- Vejo o senhor a passar numa avenida, num carro aberto, e o povo a acenar.
Sócrates sorri e pergunta:
- Essa multidão está feliz?
- Sim, feliz como nunca!
- E o povo corre atrás do carro?
- Sim, à volta do carro, como loucos. Os polícias até têm dificuldade em abrir caminho.
- As pessoas levam bandeiras?
- Sim, bandeiras de Portugal e faixas com palavras de mudança e de um futuro melhor.
- A sério? E as pessoas gritam, cantam?
- Gritam palavras de esperança, como "Agora sim!!! Agora é que tudo vai melhorar!"
- E como é que eu reajo a tudo isso?
- Não consigo ver...
- Porquê?
- Porque o caixão está fechado...

Aí é que bate o ponto...

Governo garante que a subida da idade da reforma "não está em cima da mesa"...; está por baixo...!!!

Pois é...

Funcionários públicos com notas altas vão ter mais férias este ano. O problema é que, como lhes cortaram nos vencimentos (a alguns...), não vão ter dinheiro para as gozar...

Era assim há seis anos: "Vamos criar 150.000 empregos"...

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011
Nunca houve tantos desempregados em Portugal. Taxa atinge 11,1%

Tudo como dantes...

Governador do Banco de Portugal confirma que o país já está em recessão

Estado endividou-se a um ano com juros a subirem 7,5 por cento em duas semanas

Certamente quem manda deve estar à espera que aconteça um cataclismo avassalador, sei lá, um terramoto, um dilúvio, o choque de um cometa com a terra, ou então a vinda do FMI, para finalmente, "correr" com o governo.
É que parece que, para alguns, ainda não estamos suficientemente mal...

Quando for para pagar é que nos vamos ver "gregos"...

Portugal já paga taxas quase iguais à Grécia

Isto começa bem...!!!

Paulo Futre é o homem de Dias Ferreira para o futebol

Desta vez não foi a empregada de limpeza que teve culpa...

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011
Silva Pereira culpa sistema informático do MAI pelos problemas de dia 23

Há que ser (loucamente) optimista...

Sócrates desvaloriza contracção da economia no quarto trimestre

Demissões colaterais...

Moção de censura provoca demissão no Bloco de esquerda

Só boas notícias...

Os juros da dívida pública bateram novos máximos históricos depois de conhecidos os dados que mostram PIB em contracção

Economia portuguesa deverá entrar em recessão até Março

"Extintores"

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011
O Ministério do Trabalho explica que as cem extinções imediatas de cargos dirigentes acontecem “em cumprimento dos objectivos do Orçamento do Estado para 2011”, sendo “extintos de imediato um lugar de subdirector-geral, um lugar de vogal no Conselho Directivo do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social e 100 cargos dirigentes no âmbito do Instituto da Segurança Social”.

Foi certamente por causa destas "economias" que a 30 de Dezembro de 2010, mas produzindo efeitos a 1 de Janeiro do mesmo ano, foi publicada a Portaria n.º 1329-C/2010, que entre outras alterações, aditou o artigo 2.º-A aos Estatutos do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, I. P., aprovados pela Portaria n.º 639/2007, de 30 de Maio, com o seguinte teor:

1 — A estrutura organizativa do IGFSS, I. P., detém os seguintes dirigentes intermédios:
a) Director de departamento, cargo de direcção intermédia de 1.º grau
(leia-se director de serviços), sendo equiparado, para efeitos remuneratórios, a cargo de direcção superior de 1.º grau (leia-se director geral);
b) Director de gabinete, cargo de direcção intermédio de 2.º grau (leia-se chefe de divisão) , equiparado, para efeitos remuneratórios, a cargo de direcção superior de 2.º grau (leia-se subdirector geral);
c) Director de direcção, cargo de direcção intermédia de 3.º grau (ou seja um cargo dirigente inferior a chefe de divisão) , equiparado, para efeitos remuneratórios, a cargo de direcção intermédia de 1.º grau (leia-se director de serviços);
d) Coordenador de núcleo e coordenador de secção de processo, cargos de direcção intermédia de 4.º grau (cargo dirigentes inferior ao cargos dirigente inferior a chefe de divisão) , sendo equiparados, para efeitos remuneratórios, a cargos de direcção intermédia de 2.º grau (leia-se chefe de divisão).
2 — Às remunerações base dos dirigentes acrescem despesas de representação no valor de 43%, 40%, 30% e 20% da remuneração base do cargo de direcção superior de 1.º grau para, respectivamente, os cargos de director de departamento, director de gabinete, director de direcção e coordenador de núcleo ou de secção de processo (portanto bem superiores àquelas que hoje são atribuidas aos mesmos cargos).

E é assim que os "extintores" "extinguem" cargos dirigentes...

Vamos lá ver...

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011
Depois da iniciativa do BE de apresentar uma moção de censura, antecipando-se ao PC, tinha graça se o CDS se abstivesse, deixando o PSD "de calças na mão": ou vota a favor e alia-se à extrema esquerda para a queda do governo, ou se abstém ou vota contra e passa a ser responsável pela manutenção do ps no poder quando o governo já está completamente "podre"...

Nunca a esquerda fez tanto pelo país...

Bloco de Esquerda vai avançar com moção de censura

Hom'essa...!!!

Homens internados na Ginecologia
Estes pacientes circulam pelos corredores do serviço de Ginecologia, exclusivo a mulheres, apenas com batas hospitalares femininas.


Espanto porquê...??? Temos das leis mais modernas em matéria de casamento e agora achamos estranho que haja homens (de bata hospitalar feminina...) a passear na ginecologia...???

Vamos lá a acabar com os preconceitos e a "homoginecofobia"...

Vamos lá "encorajá-los" mais um bocadinho...!!!

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011
O primeiro-ministro, José Sócrates, congratulou-se hoje com o crescimento de 15% das receitas fiscais em Janeiro, o que considerou "positivo e encorajador".

Muito bem dito...!!!

Assessor do PS diz que não devolve o dinheiro

É assim mesmo. É que se uma pessoa é do PS, há-de ser para alguma coisa...

Não era nada...!!!

A Associação de Farmácias de Portugal (AFP) disse hoje que o diploma que previa a obrigatoriedade da prescrição de medicamentos por substância activa era um "favor" do primeiro-ministro à Associação Nacional de Farmácias (ANF), detentora de uma "empresa de genéricos".

Pode lá ser isso...!!! Era é para bem dos portugueses. Só mesmo para isso.

Deviam era exigir impostos "low cost"...!!!

Deputados do PS exigem combustíveis "low cost" nas fronteiras do país

Lá se foi a "vitória" do governo...!!!

Sem a protecção do BCE, os juros de Portugal regressam a níveis recorde e volta também a pressão internacional sobre o País.

Felizmente que os impostos não subiram...

O Governo terá arrecadado mais cerca de 15 por cento em impostos em Janeiro deste ano, face a Janeiro de 2010, o que representa cerca mais de 350 milhões de euros, segundo dados provisórios.

Verdadeiramente não foi o governo que "arrecadou". Nós é que fomos "espoliados"...

Está-se mesmo a ver: "legalidade, zêlo e prudência"...

A Lusa procurou obter do Ministério das Finanças e da Administração Pública uma explicação sobre a venda do apartamento (onde estava uma senhora morta desde 2002) num leilão sem uma avaliação prévia, sem que ninguém tenha entrado no imóvel antes da realização do leilão, tendo o gabinete de imprensa referido que «a administração fiscal actuou sempre dentro da legalidade e com o zelo e a prudência aconselhados pelas várias circunstâncias».

Espera-se que as Finanças não venham dizer também que a avaliação do andar foi efectuada tendo em atenção a "circunstância" de ter um corpo lá dentro...

Estado social, o tanas...

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011
O corpo de Augusta Duarte Martinho, que completava 96 anos no próximo dia 12, esteve nove anos no chão da cozinha do apartamento onde residia sozinha, na Rinchoa, Rio de Mouro, em Sintra.
A única companhia da idosa era um cão pequeno que foi encontrado morto na varanda da habitação.


O Estado social, que se diz sempre presente, omniprevidencial e omnicaritativo, deixa que aconteçam coisas como esta.
E a sociedade, crente nesse estado providência e "armazenada" em grande cidades onde se perdem os laços, já não sabe o que é vizinhança, já não tem memória da solidariedade comunitária.
Aos velhos, se têm o infortúnio de não ter família, ou tendo-a, esta se encontra mais preocupada em herdar a herança, ou nem sequer isso - nada mais resta.
Nem o Estado é capaz de se importar com eles, nem a sociedade se lembra já do que era prestar auxílio ao próximo e à velhice.

Mas os políticos continuam a "encher a boca" com a defesa de um Estado muito "social". Só que o é apenas para alguns, eventualmente os que menos merecem...

A TMN "é" uma jurisdição própria...

A empresa reconhece que em Janeiro de 2010, quando o juiz de instrução da Comarca do Baixo Vouga pediu a informação, já estava em vigor a lei que obriga os operadores a guardarem os registos dos últimos 12 meses. Contudo, alega que, como se estava num período de transição, só tinha os dados relativos aos últimos seis meses, a informação que a TMN costumava guardar.

Há empresas que se prestam a "servir" o regime...

Afinal o DN continua a ser "a voz do dono"

David Dinis, editor de Política do jornal Diário de Notícias, demitiu-se do cargo em Janeiro em litígio com o director do diário, João Marcelino, que impediu a publicação de uma notícia sobre o facto da operadora de telecomunicações TMN ter destruído parte dos dados de tráfego telefónico de Armando Vara (ex-vice-presidente do BCP), de Rui Pedro Soares (ex-administrador da PT) e de Paulo Penedos (ex-assessor da PT), no âmbito do processo Face Oculta.

"Acabou-se a brincadeira"...

O vice-presidente egípcio, Omar Suleiman, avisou que «não é possível tolerar» a continuação dos protestos na praça Tahrir por muito mais tempo

Seria útil que dissessem isto ao primeiro ministro...

A taxa de juro superior a 6% da última emissão de dívida de Portugal só é sustentável no curto prazo.

Repare-se só na precisão dos números...

O Estado gastou em 2010-2011 com cada aluno da rede pública 3.735 euros por ano. Por turma esse valor sobe para 85.513 euros.
Para o próximo ano lectivo, o governo prevê gastar entre 3296 euros (aluno/ ano) e 75.487 euros (turma/ano).


Está visto que estes cálculos têm um rigor e uma precisão só comparável à precisão e ao rigor da "estimativa" do "défice orçamental" feita por Constâncio em 2005...

Estado de coisas

O próprio primeiro-ministro disse, numa reunião interna do partido, que se o partido for mexer muito no Estado está a mexer na base de apoio do PS. Honra lhe seja feita, foi muito claro.

O "enterro" da "cooperação estratégica"...

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011
Cavaco veta diploma que permitia que farmacêuticos substituíssem medicamento prescrito pelo médico

Queriam...???

Funcionários públicos aumentados 15 por cento

Calma...!!! Nada de excitações...!!! O aumento é no Egipto.

Pois pudera...

Portugueses são os que menos confiam no Governo

É que não têm mesmo nenhuma razão para confiar. Antes pelo contrário...

A diferença do verdadeiro desporto...

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011
Mas não, isto é râguebi. Assim, ninguém fala mal do árbitro. Nem da relva. Nem do adversário. Os jogadores saem de campo como entraram, a correr como touros, e o público aplaude todos eles. É impressionante como estes tipos que parecem tão primitivos levam uma dezena de anos de vantagem às gentes do futebol: os árbitros com micros para que os jogadores e os adeptos saibam o que se passa lá dentro, um marcador electrónico gigante que não serve só para apresentar a fashion week dos novos cortes de cabelo dos jogadores mas também para mostrar as repetições dos lances mais duvidosos, os médicos em campo para atender todos, os fiteiros e os mais sérios, enquanto o jogo decorre numa outra parte para não se perder tempo, bonificações em forma de pontos por jogar ao ataque (uma equipa com mais de tantos ensaios leva um bónus) e estrelas mediáticas a correr mais do que 90% dos últimos dez Bolas de Ouro.

E já que se falou em verdadeiro desporto: está aí o Torneio das Seis Nações.

Há casos para aí em que deve ter encolhido bastante mais...

Cérebro humano encolheu em 30 mil anos o equivalente a uma bola de ténis

Lá ser, era...

CDS-PP considera possível e talvez desejável rescisões por mútuo acordo na função pública

Há coisas que nunca mudam. Ou só mudam à força.
Medidas como esta nunca funciona(ria)m na função pública. Por uma razão simples: quem está disposto a sair são os mais bem preparados, mais válidos e trabalhadores, porque esses conseguem emprego ou são capazes de gerar o seu próprio emprego. E são esses que fazem falta.
Agora aqueles que instrumentalizam a função pública, que nela nada fazem (apesar de, "por fora", poderem ter vários "ganchos") ou que nela nada têm para fazer, que não têm (nem querem ter) capacidade, habilitações, qualificações, vontade de mudança, que exigem mais promoções, maiores salários, que atacam sempre o seu serviço, "encanzinando" e criando problemas (quando não os há), esse deviam sair. Mas não saem, a não ser com acordos milionários. Nenhum abandonaria uma fonte de rendimento que não lhe exige qualquer esforço.

É por essas e por outras que, este ano (até ver...), vai haver muito funcionário público, habilitado e competente, que apesar de trabalhar mais, vai ter o seu vencimento reduzido - enquanto outros nada fazem e, mesmo assim, ganham...

Still got the blues...



Gary Moore (1952-2011)

Já é uma rotina...

Gasolina e gasóleo vão ficar mais caros na madrugada desta segunda-feira na rede da Galp

Efeitos do acordo ortográfico

Agora que se fala muito na zona e contrariamente àquilo que se possa pensar, com o novo acordo ortográfico os naturais do "egito" continuam a ser "egípcios"...

Como se constata, tudo muito evidente e simples...

Nada de mais verdadeiro...

domingo, 6 de fevereiro de 2011
A notícia de que António Costa muda-se para o Intendente em Março, mereceu a seguinte posta de Helena Matos, no Blasfémias:

Quando Santana Lopes teve uma ideia semelhante o país desatou a rir. Como estamos perante um dirigente socialista impera o silêncio perante o desconchavo. E até se escreve "A sede do município será só para cerimónias". Como se o município para lá dessa sede não tivesse construído um edifício gigantesco para albergar parte dos seus serviços centrais no Campo Grande e não mantivessee dezenas de edifícios afectos a serviços espalhados pela cidade.

"Na muche"...!!! Nada de mais verdadeiro...

Desculpem: este gajo é mesmo primeiro ministro...???

José Sócrates acusou os partidos da oposição de terem deixado os socialistas "sozinhos" no Governo por "oportunismo" e de agora "fazerem tudo o que está ao seu alcance para, à mínima oportunidade, provocarem uma crise política, provocarem eleições, pretendendo com isso atingir algum objetivo eleitoral que há muito tempo perseguem".

É socialista, não é...???

O novo Hospital Pediátrico de Coimbra (HPC), hoje inaugurado, vai ter o nome de Henrique Carmona da Mota

Irresistível...

"O Emídio Rangel teve uma broncopneumonia em criança e só se curou da pneumonia."

(do 31 da Armada)

"Parole, parole"...

O primeiro-ministro afirmou hoje que "não haverá despedimentos na função pública"

Ainda que promessas destas já toda a gente saiba o que valem, sempre se fica a saber que o primeiro ministro disse que os funcionários públicos têm os seus empregos garantidos.

O que ele não disse é que eles também têm os vencimentos garantidos...

Realismo político

sábado, 5 de fevereiro de 2011
State multiculturalism has failed, says David Cameron

O que se pode dizer...

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011
Quando ouvimos notícias sobre atentados contra cristãos, sofremos e, muitas vezes, revoltamo-nos ao saber que foram mortos cobardemente por ódio à fé, enquanto rezavam, como aconteceu recentemente no Iraque e no Egipto.

Às claras, ou veladamente, a violência e intolerância contra os cristãos é sempre condenável. Claro! Foi o que também achou o ministro dos Negócios Estrangeiros de Itália ao propor, esta semana, à UE, uma declaração conjunta para condenar a perseguição religiosa anti-cristã.

A proposta italiana teve o apoio da grande maioria dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União, mas foi bloqueada por cinco países: Portugal, Espanha, Luxemburgo, Irlanda e Chipre. E, por isso, não se chegou a acordo.


A única coisa que se pode dizer deste governo é que é uma "choldra"...

Certamente isto também é exemplo de "ética republicana"..

Ainda não tive acesso, e por isso ainda não li, o “estudo” encomendado em Janeiro e ontem divulgado (deve ter batido todos os recordes de rapidez) pelo Ministério da Educação sobre as escolas com contratos de associação. É apresentado como sendo “da Universidade de Coimbra”. Na verdade é de um professor daquela Universidade, António Rochette, ex-vereador do PS, ex-membro da concelhia socialista e protagonista habitual das muitas trapalhadas e guerras que marcam a vida das hostes do partido da rosa na cidade do Mondego. Isabel Alçada podia, ao menos, ter disfarçado e pedido o estudo a alguém mais independente…

José Manuel Fernandes, no Blasfémias

A ler

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011
... a "lição" da cessação dos contratos de associação com as escolas particulares e cooperativas de Coimbra, de João Miranda, no Blasfémias.

Crescimento explosivo (e indecoroso...)

A dívida dos hospitais à indústria farmacêutica subiu 44 por cento em 2010, passando de pouco menos de 700 milhões de euros, em Janeiro, para 965,4 milhões em Dezembro, ou seja, aumentou quase 300 milhões em 12 meses.

Vamos lá ver quem acerta nesta adivinha...

O relatório "Reorganização da rede do ensino particular e cooperativo com contrato de associação", da responsabilidade da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, analisou a situação dos 91 colégios com contrato de associação (eram 93, mas dois já acabaram com esta ligação), considerando que existem vários casos onde é de "equacionar a resolução dos contratos de associação".

Adivinha: a maioria das escolas para as quais é de "equacionar a resolução dos contratos de associação" é / não é [riscar o que não interessa] católica ou com ligação à Igreja.

Isto está a tornar-se interessante...

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011
Cairo à beira da guerra civil

Esta "revolução" ainda vai acabar em uma de duas situações: ou um reforço extremo dos poderes ditatoriais de Mubarak (que afinal parece que são mesmo necessários...) ou numa república islâmica não menos ditatorial.
Quanto a regime verdadeiramente democrático no Egipto, o processo de democratização segue dentro de momentos...

Israel, ali ao lado, que se vá cuidando... Se a situação no Egipto descamba para aos islâmicos, os palestinianos não vão deixar de aproveitar...

A Europa, essa, que não "assobie para o lado" a pensar que o Suez é longe. Não tarda, estará rodeada, a sul, no Mediterrâneo, por repúblicas islâmicas, tal como no tempo das cruzadas. Só que agora já não há cruzados...

Política "à toa"...

Passo 1: Lacão defende redução do número de deputados de 230 para 180

Passo 2: Grupo Parlamentar do PS não pensa rever número de deputados na AR

Passo 3: PSD aproveita “abertura” de Lacão e propõe lei conjunta para reduzir deputados

Passo 4: PS trava redução de deputados e PSD lança "voto preferencial"

Passo 5: PS “enterra” redução do número de deputados

Se fossem todos "dar banho ao cão" e se fosse reduzido a zero o número de deputados, o país decerto que nem iria notar. Ou notava. Menos despesa pública e menos poluição sonora e visual...

"Uma esmolinha pr'ó céguinho"...

Portugal volta hoje aos mercados

É por isso que se justifica a construção do TGV...

Portugal perdeu 43% dos passageiros de comboio em 20 anos

Tem que ser...!!! "Mão pesada" neles....

O elemento da PSP de 33 anos que baleou ontem mortalmente um suspeito de furto de uma carrinha, em Lisboa, foi constituído arguido pela Polícia Judiciária (PJ). O indivíduo estava em fuga ao volante de uma viatura furtada, cerca de uma hora antes, na zona de Belém, e o agente que o interceptou na zona do Lumiar deverá ser acusado pelo crime de homicídio por negligência, correndo o risco de ser condenado e expulso daquela força de segurança.

Uns malandros, os polícias, que não acautelam a segurança dos bandidos e ladrões...

Também agora seria uma boa lei...

[P]or que segundo diserom os antigos sabedores antre todalas artes e obras da policia e regimento do mundo nom foi achada nenhua melhor que a agricultura e per fecto e per razom natural se mostra que ela he maijs proveitosa e necessaria pera a vida dos homens e das animalias que Deus criou pera serviço do homem e aynda pera gaanhar e aver algo sem pecado e com homrra e boa fama. E oolhando em esta razom nos Dom Fernando pela graça de Deus Rei de Portugal e do Algarve e conseijrando commo per todalas partes dos nossos regnos ha defalicimento do pam e da cevada de que antre todalas terras e provincias do mundo soya seer muij abastada, e essas cousas som postas em tamanha carestia que aquelles que ham de manteer fazemda ou stado de qualquer graao de homrra nom podem chegar a aver essas cousas sem muij gram desbarato do que ham. Esguardando como antre todalas razoes per que este defalicimento e carestia vem a maijs certa e special he per mingua das lavras que os homens leyxam e se partem delas entendendo em outras obras e em outros mesteres que nom som tam profeitosos pera o bem comum. E as terras e herdades que soyam a seer lavradas e sementadas e que som convenhavijs pera dar pam e os outros fruitos por que se os poboos ham de manteer som desemparadas e deitadas em resios sem prol e com gram dapno dos poboos. Porem avendo sobresto nosso acordo e conselho com o Ifante Dom Joham nosso irmaao e com o Comde Dom Joham Afomso e com os outros prelados e prior do Hospital e e meestres da cavalaria e com os outros fidalgos e cidadaãos e homens boos dos nossos regnos que pera esto e pera outras cousas do nosso serviço e prol dos dictos nossos regnos mandamos chamar pera se poer em esto remedio qual perteencia pera aver na terra avondamento das dictas cousas.

Lei das Sesmarias, 1375
(Transcrição paleográfica do Arquivo Histórico Municipal de Coimbra)

Efeméride para acabar o dia...

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Relembrando os factos e a "ética republicana"

Tripa-forra socialista...

Rui Pedro Soares, ex-administrador Taguspark, deu no ano passado, aumentos salariais superiores a 10% a vários funcionários.
Entre os funcionários que receberam o aumento, destaca-se um assessor de Rui Pedro Soares que teve uma subida de 98% no ordenado, passando a receber 5893 euros por mês, o valor mais elevado entre os nove quadros contemplados com aumentos
.