<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Continua tudo na mesma...

quinta-feira, 30 de junho de 2011
Toda a gente sabe que se estamos hoje de "calças na mão", devemo-lo, única e exclusivamente ao ps e ao seu governo.

Não obstante, já há candidatos à liderança do ps que começam com "paneleirices" como esta: António José Seguro manifestou-se esta quinta-feira «profundamente chocado» com a decisão do Governo de criar um imposto extraordinário no subsídio de Natal, advertindo que, se for eleito líder do PS, os socialistas não darão apoio a essa medida.

Não há emenda. O ps continua a entender que a mesma demagogia e o populismo que nos colocou na bancarrota é o caminho certo para "endireitarmos as contas".

Já estão todos, já...???

quarta-feira, 29 de junho de 2011
Já estão...???
Então vá lá a começar a governar, que se faz tarde...!!!

Mas há alguma dúvida...???

segunda-feira, 27 de junho de 2011
A maçonaria também vota na Assembleia da República?

Bom sinal

CGTP desiludida após reunião com novo ministro da Economia

Resumo do fim de semana

domingo, 26 de junho de 2011
Um calor do "caraças"...

Mas é motivo para tanto...???

sexta-feira, 24 de junho de 2011
O presidente do Conselho de Administração dos Estaleiros Navais anunciou que vai pedir a demissão do cargo, depois de alegadas tentativas de agressão de que diz ter sido alvo por parte dos trabalhadores

"Atão pois"...!!!

Nas empresa, os presidentes dos conselhos de administração estão lá para "levar na tromba" dos trabalhadores.
E os trabalhadores estão lá para "dar nas trombas" aos presidentes dos conselhos de administração...!!!

Resta saber se assim se consegue chegar a algum lado e duvida-se que depois das tentativas de agressão a situação dos trabalhadores tenha melhorado ou vá melhorar.

Mas esta é a "inteligência" dialéctica...

Uma mão lava a outra...

Porque o Tribunal de Contas é um "chato" e depois faz inspecções e depois faz relatórios que depois chegam ao conhecimento dos jornalista que depois os lêem e depois "pregam" com notícias nos jornais, ficou-se a saber pela imprensa que o Presidente da Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) Luís Silveira recebeu, por acumulação indevida de pensões, mais de 59 mil euros entre Abril de 2006 e Dezembro de 2010. O mesmo aconteceu com dois vogais da mesma comissão, Ana Cristina Roque dos Santos, que entre Janeiro de 2006 e Dezembro de 2010, recebeu a mais um montante de 86 mil euros e o vogal Luís Paiva de Andrade, que recebeu mais 38 mil euros do que devia, referentes ao período de Janeiro de 2009 a Dezembro de 2010.

Ora para evitar "chatices" como esta com a curiosidade alheia, designadamente da comunicação social, a mesma Comissão Nacional de Protecção de Dados impede, por deliberação de 2011, a Assembleia da República de divulgar os nomes dos beneficiários de pensões pelo exercício de cargos políticos. "Tacet"...

Afinal o de Beja não é "filho único"...

quinta-feira, 23 de junho de 2011
Imagem: Expresso

O aeroporto de Castellón, em Valência (Espanha), embora esteja pronto há algum tempo e tenha custado uns alegados 151 milhões de euros, ainda não foi aberto ao tráfego, supostamente por falta de licença.

A escola que temos...

quarta-feira, 22 de junho de 2011
(by mail)

Há derrotas que sabem a vitórias...

terça-feira, 21 de junho de 2011
O Público de hoje diz que Passos sofreu a primeira derrota política. Engana-se.

Passos não perdeu; ganhou. Não voltando atrás na palavra dada e sem deixar de cumprir a sua promessa (ainda que tonta, mas isso são outros tratos) levou Nobre até à votação.

Nobre saiu derrotado à primeira; e não tendo tacto político para perceber que o resultado obtido e o contexto lhe eram desfavoráveis, deixou-se cair na estultícia de ir à segunda votação e perdeu novamente.
Só aí, então, se deu definitivamente conta que o lugar de presidente da AR não estava talhado para ele e que ele nunca lá iria chegar. Desistiu. Mas a derrota e a desistência foram dele.

Passos Coelho teve uma vitória. Sem quebrar a palavra viu-se "livre" de Nobre, que era, desde aquelas suas declarações desastrosas quando integrou as listas, mais que não seja pela ignorância que revelaram do que é o cargo de presidente da AR, mais um empecilho e um "pedregulho" que uma "mais-valia". Passos saiu-se honradamente da situação. E apesar de estarmos numa época em que os valores andam totalmente "abandalhados", ainda se apreciam gestos de verticalidade e honestidade.

Daqui a uns tempos já ninguém se lembra do assunto. Pior seria se Nobre fosse eleito: ia ser uma sucessiva catadupa de gaffes e inconveniências políticas que estariam sempre a fazer lembrar que tinha sido Passos a impor aquele "inepto político" como presidente da AR. Seria desgastante, a acrescer ao desgaste que vai ser a governação. Agora é propor alguém com tino e experiência para exercer o cargo de forma pacífica e fica o assunto arrumado.

O PSD e Passos ainda hão-de agradecer ao CDS o facto deste não ter votado em Nobre. Isso foi, verdadeiramente, a (sua) salvação.
O PSD "fica a dever" mais esta ao CDS...!!!

Os derradeiros números...

No último dia no poder, o governo larga notícias destas, para se auto justificar e criar pressão: défice cai 89% até Maio

É evidente que, com aquilo que foi a prática nos últimos anos, os números tanto podem ser estes como outros quaisquer. Mas o mais certo é nada disto corresponder à realidade.

Aliás, era muito conveniente saber o montante da dívida já vencida a fornecedores do Estado mas que ainda não foi paga...

Uma tarde perdida para nada...

segunda-feira, 20 de junho de 2011
... e os novos deputados cheios de vontade de fazer coisas...!!!

Nobre falha eleição para presidente da AR também na segunda volta

Informação de circunstância

Regimento da Assembleia da República n.º 1/2007, de 20 de Agosto

Artigo 13.º
Eleição do Presidente da Assembleia
1 ‐ As candidaturas para Presidente da Assembleia da República devem ser subscritas por um mínimo de um décimo e um máximo de um quinto do número de Deputados.
2 ‐ As candidaturas são apresentadas ao Presidente em exercício até duas horas antes do momento da eleição.
3 ‐ A eleição tem lugar na primeira reunião plenária da legislatura.
4 ‐ É eleito Presidente da Assembleia o candidato que obtiver a maioria absoluta dos votos dos Deputados em efectividade de funções.
5 ‐ Se nenhum dos candidatos obtiver esse número de votos, procede‐se imediatamente a segundo sufrágio, ao qual concorrem apenas os dois candidatos mais votados que não tenham retirado a candidatura.
6 ‐ Se nenhum candidato for eleito, é reaberto o processo.

É no que dão os tomates dos outros...

Uma tragédia grega...

Histórias trágicas de uma Grécia que teve sempre imenso jeito para os "expedientes" do costume (recordem-se as suas "histórias" com os fundos comunitários a quando da sua adesão...) mas que agora está completamente em "falência", cujos efeitos e consequências nós também sofremos.
  • Num dos principais hospitais públicos de Atenas há 45 jardineiros para cuidar de 4 arbustos...
  • 40.000 mulheres que recebem uma pensão vitalícia de 1.000€ mensais por serem filhas solteiras de funcionários públicos já falecidos...
  • 50 motoristas para um só veículo oficial...
  • Os hospitais gregos compram os pacemakers 400 vezes mais caros do que os hospitais ingleses...
  • 4.500 falecidos cujos familiares não comunicaram o óbito aos serviços da segurança social para poderem continuar a receber a pensão do defunto...
  • Há inúmeras aposentações antecipadas (ao 50 anos as mulheres e aos 55 anos os homens) por pertencerem a uma das 600 categorias profissionais consideradas especialmente desgastantes como, por exemplo, cabeleireiro, músico de instrumentos de sopro ou apresentador de televisão...
  • Há um Instituto para a Protecção do Lago Kopais, que é um lago que secou em 1930...
  • Um em cada quatro gregos não paga um cêntimo de impostos...

Em Portugal não chegamos a tanto, mas andamos lá perto...

(Tirado daqui, via Blasfémias)

Esperemos bem que sim...

domingo, 19 de junho de 2011
Louçã diz que Portugal vive “uma mudança de regime”

Não vale a pena preocupar-se

Francisco Assis preocupado com ministros inexperientes na política.

Não vale a pena preocupar-se. Essa é, precisamente, a melhor referência e o melhor "cartão de visita" dos ministros do novo governo. É que os últimos que andaram por lá tinham vasta "experiência política" (seja isso lá o que for) mas "quilharam" completamente o país e puseram-no na bancarrota.

Para os destinos do país, é bem melhor termos governantes com menos "experiência politica" mas com bom senso e honestidade. É que nem a "experiência política" dá capacidade para governar nem governar é fazer política. Por se confundirem estas coisas é que o país está no estado em que está.

Cheio de boas intenções está o inferno cheio

Sindicatos defendem que todos os dirigentes sejam escolhidos por concurso

Cá temos mais uma "boa intenção" dos sindicatos.
À primeira vista, até dá a impressão de que os sindicatos estão preocupados com o desempenho das direcções-gerais e similares. Mas na verdade não estão.

O que os sindicatos querem é a total "funcionalização" e "impermeabilização" dos cargos dirigentes de topo, de modo a que, pouco a pouco, de reivindicação em reivindicação, estes fiquem "reservados" a trabalhadores da administração pública, significando apenas mais uma categoria de promoção na sua carreira e cujos titulares o(s) governo(s) teriam que "aguentar" ainda que esses dirigentes fossem verdadeiros "pedregulhos" colocados no caminho da execução das políticas governamentais, pelo (partido do) governo que o antecedeu. E, note-se, isto vale para todos os partidos e para todos os governos.

É evidente que os governos devem ser - têm que ser - livres de nomear os dirigentes de topo.
Aliás deveriam ser livres de nomear todos os dirigentes, para se evitar a tontice dos concursos para dirigentes, em que um qualquer "bacoco", cheio de cursos do INA, acha que tem competência para dirigir um (qualquer) serviço e desata a concorrer a todos os concursos que lhe aparecem pela frente até conseguir o lugar almejado: um qualquer. Chamar-se a isto escolher os melhores e mais competentes para desempenhar certas funções é uma pura brincadeira. Na verdade não são os melhores que são escolhidos; são escolhidos aqueles que não se "enxergando", não têm vergonha suficiente para terem prudência...

Expandir este regime aos mais altos cargos da administração pública terá necessariamente efeitos nefastos: é premiar a ambição em vez do reconhecimento de capacidades; é promover o "arrivismo" desenfreado e permitir a difusão da perseguição a potenciais concorrentes do "arrivista" colocado; é promover a audácia da ignorância perante a contenção do saber; é, no fundo, inverter as coisas: chefe é quem se acha a si mesmo capaz disso e não quem pelas suas qualidades leva a que outros o chamem para o ser...

Nas duras provações que vai encontrar, espera-se que o governo não ceda a "preocupações" sindicais e a populismos fáceis...

Muito mau sinal...

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) propôs-se hoje a colaborar com a nova ministra da Justiça e os restantes operadores judiciários para «um clima de concertação que permita reformar» o sector.

Mau agoiro. Quando um sindicato diz que está "disposto a colaborar" quer dizer que ou espera prebendas ou então promove contestação e agitação. Ou seja, chatageia.

Para tudo correr como deve ser, não é preciso que os magistrados e o seu sindicato estejam dispostos a colaborar com a ministra. Basta que trabalhem afincadamente e cumpram os seus deveres e a sua missão na administração da justiça com absoluto empenho e dedicação, privando-se de "meter o nariz" onde não são chamados, como é o caso das decisões governamentais. Esta é melhor colaboração que podem dar à ministra.

Na comunciação social, o facto mais relevante por estes dias...

... não é termos um governo novo, que nos pode tirar do buraco onde o PS e a esquerda nos enfiou.
O facto importante e repetidamente noticiado e comentado é que Passos Coelho recebeu quatro recusas a convites
Não temos emenda. Somos um pais de "morrinhanha" como uma comunicação social à sua medida.

Proposta para acabar com os "copianços" nos CEJ...

sexta-feira, 17 de junho de 2011
1. Acabar com o CEJ

2. Acabar com a existência de duas magistraturas com carreiras separadas, passando a existir unicamente a magistratura judicial

3. O ingresso na magistratura judicial faz-se unicamente no desempenho de funções delegado do Ministério Público durante uns anos e em diversos tribunais; só depois de uns "aninhos" em delegado é que se pode passar as desempenhar as funções de juiz, isto se se for seleccionado num exigente concurso de provas públicas.

Simples, não é...???

Um artista...

Jorge Sampaio, que no tempo de Barroso não se cansou de dizer que "há vida para além do défice" e que, com Santana Lopes, dissolveu uma Assembleia da República onde uma maioria absoluta apoiava um governo PSD/CDS, por motivos nunca bem explicados, para com isso colocar o PS no poder nos últimos seis anos, o que nos levou à desgraçada bancarrota em que nos encontramos, vem agora dizer que Portugal precisa "sair deste ciclo vicioso e terrível, com desemprego, défice e dívida pública", o mais rapidamente possível...

Não há mesmo dúvida: é um verdadeiro artista...

Estamos bem "imparidados"...

Há dois anos, o governo PS, num daqueles assomos voluntaristas, resolveu nacionalizar o BPN, como forma, dizia ele, de evitar uma crise financeira.

Vamos agora pagar as consequências da coragem: O Ministério das Finanças acaba de autorizar a passagem das três sociedades veículo do BPN, que aglutinam os activos com imparidades, para a Direcção Geral do Tesouro. As reservas que estavam constituídas no BPN para fazer face às imparidades eram de 1,8 mil milhões de euros. Mas as imparidades devem ser de montante superior.

Agora são da responsabilidade do Estado, ou seja de todos nós. Está a questão resolvida.

Ansiedade

quinta-feira, 16 de junho de 2011
Parece que, ao contrário do que aconteceu em tempos idos, ninguém está assim muito ansioso para receber telefonemas.

Os tempos vão ser tão maus, tão maus, tão maus que nem mesmo o galarim do poder compensa as mais que certas "chatices" governamentais...

Isto é o cúmulo...

quarta-feira, 15 de junho de 2011
Vários "aprendizes" de magistrado - ou seja de "estudantes" no Centro de Estudos Judiciário, destinados a serem futuros juízes e magistrados do Ministério Público - foram apanhados num geral, descarado e evidente "copianço".

Perante o copianço da turma, a direcção do CEJ decidiu, em reunião, "anular o teste em causa, atribuindo a todos os auditores de Justiça a classificação final de 10 valores" em Investigação Criminal e Gestão do Inquérito, disciplina cujo exame foi a "rebaldaria" total.

Tudo isto é um espanto.

Ler mais »

Não é da Madeira. É da madeira...

Em título, noticia o Sol que Metade da energia consumida pelos europeus vem da Madeira.

Quem lê isto (se souber português, o que é cada vez mais raro) vai pensar que toda essa energia é produzida no "paraíso do Alberto João" - e não pode deixar de ficar estupefacto já que a única produção "em grande" que se conhece do dito "paraíso" é uma dívida monstruosa...

Atentando uma pouco mais na notícia verifica-se que afinal a dita energia vem da (vulgar e natural) madeira...

O que faz uma maiúscula (ou então, o que faz o desconhecimento da ortografia)...

Este tipo é um completo atrasado mental...

Depois de Francisco Assis ter afirmado, de forma digna e responsável, que o PS não iria apresentar recurso sobre a questão dos votos do circulo eleitoral fora de Europa enviados do Rio de Janeiro, José Lello, secretário-nacional do PS tal como Assis, reafirmou que o PS vai recorrer ao Tribunal Constitucional na impugnação dos votos do Rio de Janeiro, imputando ao PSD a responsabilidade pelo atraso no processo de formação do Governo.

Este "Lelo" não faz política, faz terrorismo...

Está na hora dos socialistas (especialmente de alguns próceres do socratismo) começarem a interiorizar que já não há mais lugar (como se alguma vez pudesse haver) a "ameaças", como a feita há seis anos atrás, de que "quem se mete com o ps, leva". O "terror" não dura para sempre...

Isto não augura nada de bom...

terça-feira, 14 de junho de 2011
A primeira página do Público de hoje (papel) diz que Fernando Nogueira vai ser chamado ao Governo.

Em primeiro lugar cumpre dizer que Fernando Nogueira é uma pessoa estimável, íntegra e honesta e foi, nos tempos de Cavaco primeiro ministro, um governante dedicado e trabalhador.
Ler mais »

O penoso regresso

Hoje, o país regressa lentamente ao trabalho, depois de umas férias de 4 dias (em Lisboa) e também de 4 dias no resto do país que dependa de Lisboa. O que vale é que as férias de verão já estão próximas, o que redobra o ânimo para se arrostar com os dias até lá.

E é bom gozá-las bem este ano, porque podem ser as últimas.
Para o ano, com a crise que agora verdadeiramente vem aí, o mais certo é nem sequer haver vontade de tirar férias, quanto mais ter dinheiro para elas...

Já lhe deve ter passao toda a indignação...

Jovem "indignado" acampado em Madrid descobriu que ganhou 1,3 milhões de euros na lotaria

Como são as coisas...

segunda-feira, 13 de junho de 2011
A Bélgica há 365 dias que está sem governo, e continua bem. Nós tivemos um governo durante seis anos e estamos todos "lixados"...

Ainda a coisa não começou e já começam as asneiras...

Líder regional do CDS-PP diz que militantes merecem cargos

Por conduzir na via pública sem serem portadores da respectiva "carta de condução"...

domingo, 12 de junho de 2011
Sete detidos em manifestação de ciclistas nus.

Só pode...

Um português no pódio de Le Mans


2º lugar para Pedro Lamy, que fez equipe com Sébastien Bourdais e Simon Pagenaud

Uma medida que se impõe:

.
Acabar com os feriados municipais.

Amanhã é feriado municipal em Lisboa. O feriado municipal de Lisboa corresponde, na realidade, a um feriado nacional, pois tudo o que está dependente de um serviço público, de uma empresa, de qualquer organização sediada em Lisboa, é afectado por este feriado. Ou seja o país pára por causa de Lisboa. Como neste país tudo depende de Lisboa, já se pode calcula o efeito.
Se o feriado de Lisboa é para realizar os casamentos de Santo António, então estes podem bem fazer-se num qualquer outro dia não-útil. Decerto que o plácido Santo não se importará.

Todos somados, os feriados municipais - "invenção" pós-abrilina - servem apenas para na prática, ter mais um feriado geral no país, com consequências agravadas, já que cada concelho pára em dias diferentes - o que, tudo somado, dá mais uma paragem geral de um dia no país.

Se é para "comemorar" o concelho (vá-se lá saber porquê...) com mais um arraial popular, há, em cada ano, imensos sábados e domingos que podem servir para esse efeito.

Os assobios

sábado, 11 de junho de 2011
Ontem, o primeiro ministro cessante sócrates foi repetidamente assobiado em Castelo Branco.

Os assobios são um forma (mal educada) de mostrar descontentamento. Não foi a primeira vez que o primeiro ministro cessante foi assobiado. Durante o seu mandato teve imensas cenas semelhantes. Mas ontem foi a primeira vez que ele foi assobiado depois de ter apresentado a demissão e de se terem realizado eleições, que perdeu estrondosamente.

Não deixa de ser curioso que este facto tenha acontecido em Castelo Branco, distrito onde desde 1991 o ps ganhou por larga maioria. Significa isto que certamente entre os assobiantes estavam alguns que terão votado ps ou sócrates em anteriores eleições, já que o psd não ganhava o distrito desde aquele ano.
Ler mais »

Olha a grande novidade...!!!

Noronha acusado de proteger Sócrates

Uma questão...

sexta-feira, 10 de junho de 2011
O que é que se "aprende" de filosofia durante um ano...???

Por estes dias, deve haver muito bom cidadão à espera, pronto a atender......

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Extingam a CP...

Não vai circular um único comboio amanhã e na segunda-feira a greve repete-se

Isto também serve para cá, com as necessárias adaptações...

Adoro-vos...

A presidente do Brasil, Dilma Roussef, convidou José Sócrates para ser representante de grandes empresas brasileiras junto das instituições europeias

Esquecimento

Francisco Assis promete relançar discussão no interior do PS

E ainda saberão como se faz...??? É que discussão interna é coisa de que o ps está esquecido há uma boa meia dúzia de anos...

Para não esquecer a "pesada herança"...

quarta-feira, 8 de junho de 2011
Clube da bancarrota: Portugal sobe para 3º lugar

A nossa segurança está um caos...

PSP sem dinheiro para reparar carros

PJ detém falsos polícias na zona de Lisboa

Negar a evidência crua da verdade...

Tudo tem limites. Até o formalismo do direito.
Pretender que a utilização de vídeos particulares em tribunal como meio de prova em casos de agressões, como os divulgados nos últimos dias, é controversa, e até dois catedráticos defendem que imagens obtidas sem consentimento são prova proibida parece ultrapassar aquilo que logicamente é admissível.

Que a prova não possa ser qualquer uma, que nem tudo pode servir como prova, nem que a prova possa ser efectuada de qualquer forma, é certo e indiscutível no nosso nível cultural e civilizacional.

Agora, levar isso ao ponto do formalismo extremo de que uma gravação de uma cena de violência extrema apenas pode servir de prova dos factos se os filmados tivessem dado o seu prévio e expresso consentimento à gravação da violência em que intervêm, é capaz de começar a ser um exagero de rigor formal e eventualmente uma denegação da mais básica justiça material.

É que não estamos a falar de ordálias nem de realidade virtual. Estamos a falar da gravação daquilo que acompanha o homem desde os primórdios da vida: a violência.

Violência essa para a qual, ao longo dos séculos, o homem sempre procurou criar os mais variados meios de evitar, reprimir e, quando nada resulta e ela se verifica, punir.

Será que a sociedade, perante uma ponderação entre direito à imagem do agressor e o dever que ela tem de impor uma ordem social adequada, baseada no direito (e não apenas, positivisticamente, na lei) e na justiça, opta pela tutela do direito à imagem do agressor, permitindo assim que a violência, ainda que evidente aos olhos de todos, possa grassar de forma impune...???

Será que a palavra "civilização" já nada significa...???

Se cá se fizesse o mesmo, tinha que ser por dolo agravado...

terça-feira, 7 de junho de 2011
O tribunal deverá hoje confirmar a acusação de negligência grave contra Geeir Haarde que era primeiro-ministro da Islândia quando o sistema financeiro entrou em colapso.

Será que é para assinalar a experiência...???

Será que Cavaco Silva vai condecorar no Dia de Portugal a antiga ministra das finanças e antiga líder do PSD Manuela Ferreira Leite com Grã-Cruz da Ordem de Cristo por ela ter sido "crucificada" enquanto líder do PSD...???

Uma "pindérica"...

A eurodeputada Ana Gomes defendeu hoje em Estrasburgo a exclusão do líder do CDS-PP do próximo Governo, afirmando que está em causa a “idoneidade pessoal e política” de Paulo Portas, e fez um paralelo com o sucedido a Dominique Strauss-Kahn.

Esta senhora é mesmo pindérica.
O PS levou fortemente nos fagotes nas eleições de domingo passado. Para isso muito contribuiu Paulo Portas.
Agora, de azedume, na eminência de ver Paulo Portas num cargo ministerial, vem esta trotskista renegada, produzir, com uma total falta de nível, aliás como de costume, um saco de aleivosias.

Esquece-se a senhora que o tempo do "malhar na direita" foi "chão que deu uvas"...
Portas é suficientemente conhecido por todos aqueles que nele votaram, para nele terem votado, tendo absoluta consciência que do seu voto - ou mais precisamente por causa do seu voto - podiam vir a ser-lhe atribuídas futuramente responsabilidades ministeriais. Ninguém aqui se enganou. Pelo contrário parece que muita gente se enganou quando em anteriores eleições votou no PS...

Já é mais que tempo destes socialistas se acomodaram com a vontade dos eleitores e ganharem princípios, educação e decência...

Lideres para "triturar"...

Assis e Seguro disputam sucessão de Sócrates
Um destes vai "atravessar o deserto" e ser "triturado" na oposição. Depois, quando a crise estiver passada, há-de vir outro que fica só com "carne limpa"...
É a vida...!!!

Não irão...

FIFA proíbe as futebolistas do Irão de ir aos Jogos Olímpicos por excesso de roupa

Já se vêm, aqui e ali, os tiques do costume...

segunda-feira, 6 de junho de 2011
Por algumas reacções, torna-se evidente que o PSD não pode ter nunca uma maioria absoluta.
De outro modo, o poder sobe-lhe à cabeça e transforma-se rapidamente num novo "PS", versão primeiro mandato...

Resultado do sorteio...


... este belo par de patins, aqui anunciado, saiu, este domingo, a vários "felizardos", "ex aequo":

1. Ao partido socialista;
2. Ao ex-primeiro ministro pinto de sousa;
3. Ao bloco de esquerda.

Bons "passeios" para todos...

Algumas conclusões...

1. Na política, a "aldrabice" não compensa. Diz-se que "a mentira tem a perna curta". Mais vale arrostar com a crueza da verdade do que enganar com mentiras "moles". A verdade dá mais confiança e mais resultados. Viu-se nas eleições de ontem.

2. As sondagens são uma verdadeira "trêta". Ou então o "sábado de reflexão" produz verdadeiros milagres.
Como é possível que das sondagens de sexta-feira para os resultados de ontem tenha havido uma diferença de resultados tão clamorosa? Ou as sondagens são feitas "à balda" ou então não são definitivamente fiáveis. A terceira hipótese, em que não se pode acreditar, é que tenham "lá no fundo", insondáveis interesses nunca revelados. Seja o que for, o certo é que acabam sempre por conduzir a apelos de "voto útil", o que desvirtua a verdade da votação.
Em resumo: acabe-se de vez com as sondagens - e as votações no dia das eleições serão o espelho da real vontade do país, tendo por base a livre votação em consciência de cada eleitor e não as conveniências do momento ditadas por sondagens "mal amanhadas".

3. O "voto útil" é, por isso e também ele, outra "trêta". Em primeiro lugar, é uma "mentira": não permite dar a real dimensão ideológica de um partido, já que é um voto "por conveniência", de quem, em consciência, não votaria nesse partido se não fossem as ditas "conveniências" de voto acicatadas pelas sondagens. É, assim, um voto algo "parasita". No final, não beneficia uns e limita-se a prejudicar outros, porque as mais das vezes é completamente inútil (nem sequer serve para eleger deputados). Também nesta matéria a verdade deve impor-se; só assim se consolidam os partidos, a democracia e a consciência cívica dos eleitores.

4. Adivinha-se que o PS vai ser, nos próximos tempos, um "saco de gatos". A "saída" do poder, só por si, causa sempre turbulência. A agravar a situação a ausência de líder, despoleta o surgimento de "egos" escondidos, quase sempre conflituantes entre si, que se julgam, a si mesmos, capazes de liderar, ideia de que os outros discordam, mas que as mais das vezes não têm coragem ou interesse em confessar. Daí a passar-se a demolidores "jogos de bastidores", vai um passo. Às vezes com demonstrações públicas perfeitamente deprimentes e dispensáveis. Estamos para ver.

E não têm castigo...???

Rebentos de vegetais cultivados na Alemanha, na Baixa Saxónia, são a origem provável do surto da bactéria “E. coli” que já matou 22 pessoas na Europa, 21 das quais naquele país.

Perante os primeiros caso de "E. coli", a imediata reacção da Alemanha foi acusar os pepinos espanhóis (e por arrasto, os portugueses) como causa da epidemia, sem ter disso prova fundada. Verifica-se agora que, afinal, a fonte do mal estava na própria Alemanha.

Parece que, aos teutónicos, nunca mais passa a mania da superioridade (que tão nefastos resultados teve) nem a obsessão da culpa dos outros para os males próprios. Eles é que nunca se enganam...

E agora...

...mais uma vez, lá vem a direita "limpar a borrada" que a esquerda andou a fazer, alegremente, nos últimos seis anos...

E quando tudo estiver "certinho" e "nos carris", a esquerda vai, novamente, querer "abocanhar" o poder e "rebentar" tudo de novo...

Será que este "círculo vicioso" nunca mais tem fim...??? Não será possível pôr a esquerda de quarentena nos próximos vinte anos, para ver se conseguimos alguma prosperidade...???

Mas não regresse "às origens", por favor...!!!

Sócrates demite-se de líder do PS e não ocupará nenhum cargo político.

Mas espera-se que, a bem da paisagem, não "regresse às origens" e volte a dedicar à "inginharia" (ou seja lá o que for). Já se viu que não tem jeito nenhum para isso...

Uma pergunta no rescaldo das eleições...

Como é que o "pessoal" das Caldas da Rainha elege e aguenta um tipo daqueles a presidente da Câmara...???

Não há, nas Caldas, nada de melhor para presidente...??? Nem que seja de barro...!!!

É no que dão as companhias...

O Partido Socialista, com sócrates, conseguiu apenas 28,1% dos votos, o pior resultado desde as eleições legislativas de 1987, nas quais o PS teve 22,2% dos votos e era então liderado por Vítor Constâncio...

A última promessa ...

domingo, 5 de junho de 2011
Sócrates demite-se de líder do PS e não ocupará nenhum cargo político

Hoje...

Hoje, mais do que qualquer vitória de qualquer partido, o que é absolutamente necessário é que todos os portugueses tomem consciência do período crítico que atravessamos e da necessidade de todos e cada um tomarem nas suas mãos o futuro do país.

O que é necessário é que os portugueses não sejam mais aldrabões, trafulhas, "espertos", gananciosos, malandros, mentirosos, "sornas", "chupistas", "empreendedores", "sucateiros", "subsídio-dependentes".
O que é agora mais que necessário é que os portugueses sejam honestos, tenham ética e moral, se dediquem a trabalhar, não defraudem o Estado, paguem os seus impostos, não se "baldem" para o trabalho, deixem a mania de querer ser e comportar-se como ricos quando estão "pobres de pedir".

Se os portugueses perceberem que cabe só a eles - e deixem de esperar a "salvação" vinda dos partidos e o governo - a resolução da situação calamitosa em que o ps colocou o pais, então talvez tenhamos futuro.
De outro modo, estaremos desesperada e irremediavelmente no fim...

Parafraseando Kennedy, no seu discurso de posse, em 1961: And so, my fellow Portugueses: ask not what your country can do for you — ask what you can do for your country.

Um indeciso (em reflexão)...

sábado, 4 de junho de 2011

Então...??? Está lá ou não está...??? E não foi o governo que assinou o documento...???

sexta-feira, 3 de junho de 2011


Texto do MEMORANDUM OF ECONOMIC AND FINANCIAL POLICIES
(link para texto integral)

Fiscal devaluation
39. A critical goal of our program is to boost competitiveness. This will involve a major reduction in employer’s social security contributions. This measure will be fully calibrated by the time of the first review (end-July 2011, structural benchmark). The offsetting measures needed to ensure fiscal neutrality may include changing the structure and rates of VAT, additional permanent expenditure cuts, and raising other taxes that would not have an adverse effect on competitiveness. In calibrating this measure, we will take measures to: (i) mitigate the social impact of higher consumption taxes; (ii) ensure that changes to social security contributions are compensated by allocating equivalent revenues in order not to jeopardize the sustainability of the pension system; and (iii) ensure that tax changes are passed through to lower prices. While the proposal might be implemented in two steps, the bold first step will be implemented in the context of the 2012 budget. A structural benchmark for October 2011 will be set at the time of the first review.

Ler mais »

Sorteio


A quem é que no próximo domingo irá sair este belo par de patins...???

Já se adivinham boicotes ao governo e agitação social patrocinados pelo ps...

quinta-feira, 2 de junho de 2011
Manuel Pinho defende um novo Bloco Central

O ps que vê o poder a fugir-lhe por entre sondagens, antecipa a sua saído do governo e começa a estabelecer condições. O recado é claríssimo: ou partilham connosco o poder, apesar de termos perdido as eleições ou então vão ter "guerra" constante na Assembleia da República e incentivo e apoio, que pode ser encapotado, à agitação de rua, social e laboral. O ps não se quer ver afastado do poder, que ele manobra como ninguém.

A única resposta eficaz e preventiva para isto passa por uma votação esmagadora, no próximo domingo, nos partidos ditos "de direita" e que atire o ps (e o resto da esquerda) "para um canto", durante os próximos anos. Esperemos por ela, para bem de todos (incluindo dos que votam ps...).

Privatização, já...!!!

Greve na TAP ameaça deixar em terra 320 mil passageiros

Greve da CP esta sexta-feira começa a criar perturbações na circulação de comboios já esta noite


Esta gente é louca e chantagista. Num momento em que o país atravessa uma crise financeira como não há memória, sendo que estas duas empresas são deficitárias (a CP já é muito mais que deficitária, já é um "buraco negro" financeiro), alguns "artistas" resolvem fazer greve para prejudicar (é esse mesmo o objectivo) muitas centenas de milhares de pessoas e assim criar pressão sobre (ou seja chantagear) as suas empresas empregadoras...

Privatização imediata da TAP e da CP...!!! Vão ver como, num instantinho, lhes passa esta mania das greves...!!!

Acabaram-se os estágios e os estagiários...!!!

Novos estágios não remunerados passam a ser proibidos a partir da próxima semana

Abaixo de cão...!!!

A agência de “rating” Moody’s reviu em baixa a classificação da dívida grega de B1 para Caa1, um corte de três níveis.
O “rating” actual está já oito níveis abaixo da classificação de “junk”.


Isto já nem é rating nem nada...

Para quem quiser saber "as linhas com que se vai coser" nos próximos anos (e das quais nenhum partido falou durante a campanha eleitoral)...

Letter of Intent, Memorandum of Economic and Financial Policies, and Technical Memorandum of Understanding - FMI/EU/BCE

Pode ser que as coisas mudem...

quarta-feira, 1 de junho de 2011
Júlio Castro Caldas, o magistrado relator do processo disciplinar instaurado pelo Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) aos procuradores que investigaram o Caso Freeport, considera que havia indícios suficientes para José Sócrates e Pedro Silva Pereira terem sido constituídos arguidos. No despacho de arquivamento, a que o i teve acesso, o ex-ministro da Defesa de António Guterres, e colega de governo de Sócrates, sustenta ter havido uma "violação do princípio de igualdade processual, e debilidade instrutória", graças à existência de "indícios de suspeição suficientemente fortes que permitiam a inquirição dos governantes com o estatuto de arguidos".

De vez em quando, uma verdade...

O bastonário da Ordem dos Advogados (OA), António Marinho Pinto, afirmou hoje, em Coimbra, que, «à excepção dos tribunais plenários», a justiça em Portugal está hoje «pior do que estava antes do 25 de Abril».

Como há uns tipos que ainda têm dúvidas...


"Desviado", com a devida vénia, do 31 da Armada.

Finalmente a pólvora foi descoberta...!!!

Presidente da República diz que reforma da Justiça é "inadiável"