<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

A puxar pela "cachimónia"...

domingo, 30 de setembro de 2012

Líder do PS promete resposta às declarações de António Borges

Sim, que aquilo que Borges disse é muito complicado...!!!

Não é preciso ninguém combater o PSD...


António Capucho diz que o PSD "é uma massa amorfa”

...porque ele combate-se a si mesmo, por dentro...!!!
E é sempre um (deprimente) espectáculo...!!!

Alguém é capaz de esclarecer...???

Antes de mais, para completo "descanso", confessa-se já que também se considera que o aumento da TSU a cargo dos trabalhadores (para repor a equidade dos cortes, acordo com a perspectiva do Tribunal Cosntitucional) é uma ideia do diabo (vermelho, com cornos, rabo, "forquilha" e tudo o demais) - vá-se lá saber porquê...!!!
Mas que é uma ideia do diabo, lá isso é...!!!

Portanto, segundo o que para aí se diz à boca cheia, o aumento da TSU dos trabalhadores é uma coisa perniciosíssima, porque lhes diminui o salário.
Ora, diminuindo-lhes o salário, isso diminui o consumo e a diminuição do consumo faz diminuir a produção e diminuição de produção prejudica as empresas e faz aumentar o desemprego...

Mesmo que as coisas não sejam assim tão simples, o que seria mesmo importante saber é qual a diferença de efeitos na referida sequência no caso de os trabalhadores, em vez de pagarem mensalmente mais 7% de TSU, passarem a pagar mensalmente mais 7% de IRS...???
Alguém sabe...???

Mais dinheiro e/ou promessas de mais dinheiro...

O candidato socialista à presidência do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, assumiu hoje o compromisso de aumentar o complemento regional de pensão dos idosos com menores rendimentos no mesmo valor dos cortes que forem impostos pelo Governo da República

É assim que o ps faz política e governa: prometendo o que não tem, gastando o que não há e vivendo, por isso, de dinheiro emprestado - e dando cabo da vida de quem, depois, tem que pagar o que foi emprestado... 

De certeza...

Os maquinistas da CP iniciam segunda-feira uma greve às primeiras duas horas de cada turno. Na sexta-feira, dia feriado, fazem greve total. A paralisação visa contestar as alterações introduzidas pela revisão ao Código do Trabalho, que incluem a redução de 50% no valor pago por trabalho em dia feriado e o fim do direito a descanso compensatório por trabalho em dia de folga.

De certeza que estes também estiveram ontem no Terreiro do Paço.
Só falta saber quanto ganha um destes maquinistas e que regalias tem (e, já agora, que habilitações académicas são necessárias para conduzir um combóio)...

Estes tipos não se enxergam..!!!

Autarcas querem poder pedir a fiscalização das leis ao Tribunal Constitucional

Já agora, porque não também os presidentes das juntas...??? Eles também são autarcas...!!! Ou será que os senhores presidentes das câmaras acham estes seus congéneres, autarcas "de segunda"...

Só que, por este andar, é mais fácil pôr qualquer gato-sapato a pedir a fiscalização da constitucionalidade das leis...

Pode ser...

... que isto seja o fim de um "Estado paralelo"...

A sepultura...

sábado, 29 de setembro de 2012
O estudo com o título "Public Sector Shock: The impact of policy retrenchment in Europe", que conta com a colaboração de especialistas de vários países, caracteriza uma Europa que desvaloriza cada vez mais os funcionários públicos

De acordo com o mesmo estudo, os funcionários públicos estão a ser muito afectados pelos cortes nos salários - mais do que os do privado - num fenómeno particularmente visível em Portugal.
...O sector público português deixou de ser atractivo para os jovens mais qualificados e que a austeridade poderá comprometer a qualidade dos serviços públicos

Apesar da crise que o país atravessa ser uma crise de todos - repete-se, de todos e não apenas de alguns - o que presentemente acontece é que apenas a função pública é convocada para lhe dar a maior resposta e, nesse âmbito, é estabelecida uma "zona de isenção de (qualquer) sacrifício" aos grupos de pessoal menos qualificados, onerando-se apenas, de forma gravemente sensível, os dirigentes e as categorias superiores, os quais suportam totalmente os cortes e o sacrifícios que deveriam ser de todos.

Ou seja: as actividades menos qualificas e que exigem menos ou nenhumas habilitações, são protegidas e, comparativamente, mais bem remuneradas; as actividades mais qualificadas, exigindo a posse de grau académico do ensino superior, são depreciadas, fazendo reverter sobre elas toda a pressão da contenção. Ora isso dá origem a vencimentos cada vez mais baixos e menos atractivos, comparativa e nominalmente. Por ouro lado a fuga para a reforma está a deixar a função pública depauperada dos trabalhadores mais experientes e conhecedores.
Isso dará origem a que a função pública, dentro de pouco tempo, estará reduzida a gente das categorias mais baixas, que dominam através dos sindicatos, perpetuando as suas constantes reivindicações, mas pouco ou nada preparadas para tarefas de maior exigência, e por tal, incapazes de assumir o funcionamento da máquina da administração. Ao lado teremos licenciados cada vez menos menos habilitados e menos capazes (ou seja, "piores"...), que hão-de acabar por incapacitar o normal funcionamento da administração, transformando-o num verdadeiro inferno de respostas (ainda mais) "broncas" (do que hoje...).

É evidente que este estado de coisas é bom para dois grupos: os menos habilitados (que dominam através de constantes reivindicações de melhores condições e que têm um nível salarial comparativamente mais elevado que o sector privado) e os consultores externos (que são solicitados a suprir a deficiente e insuficiente preparação e capacidade dos técnicos superiores da administração)...

Mas pode-se dizer, sem errar muito, que o Estado anda a cavar a sua própria sepultura...

Ah...home d'um cabrão...!!!


António Borges considera:
  • "Que a medida (TSU) é extremamente inteligente, acho que é". 
  • "Que os empresários que se apresentaram contra a medida são completamente ignorantes, não passariam do primeiro ano do meu curso na faculdade, isso não tenham dúvidas"
  • "Parece que voltámos todos ao marxismo: o capital é uma coisa má, temos que o destruir"
  • "Não estamos a transferir rendimentos de ninguém para ninguém, estamos a tentar manter postos de trabalho. Isto é do interesse de todos, não é só de alguns"
  • que quem acha que “o programa de ajustamento português se faz sem apertar o cinto, está com certeza um bocadinho a dormir".

Hoje não se pode tomar café nas esplanadas...


... porque há mais uma manifestação ...

Finalmente uma explicação clara e acessível do mecanismo de formação do preço dos combustíveis...!!!

sexta-feira, 28 de setembro de 2012
O preço da gasolina e do gasóleo em Portugal volta a subir a partir de segunda-feira, devido a vários factores: as cotações da gasolina e do gasóleo nos mercados internacionais aumentaram na última semana mais de 3,6% e 2,4%, respectivamente, segundo dados da Bloomberg, subida que os analistas atribuem à escalada da tensão entre Israel e Irão, bem como à aparente determinação do governo espanhol em manter as reformas económicas anunciadas e também ao facto da sogra do senhor Fagundes ter tropeçado na pia do porco quando ia à casa de banho e da D. Hortelinda, cozinheira na Casa Branca, ter feito um cozido à portuguesa que, segundo informação do marido da vizinha, a quem ela o deu a provar, tinha muita carne e estava mesmo divinal. Por outro lado o granizo que tem caído em Timbuctu nos últimos dias tem contribuído decisivamente para o bom desempenho fotográfico da sonda Opportunity, em Marte, com um evidente reflexo nas praças financeiras de referência e, daí, na formação do preço do metro cúbico do crude...!!!

Minudências...

Estradas de Sócrates dão prejuízos de 5,7 mil milhões 
Concessões assinadas pelo anterior Governo representam 54% do total do buraco das PPP

É por causa destas "esmolas" que hoje estamos todos "de tanga". 
"De tanga" como o inefável soares da fundação homónima, pretende fazer crer ser responsabilidade do actual governo.
É que, ainda agora há quem questione a existência de sucessivos déficits descomunais, que agravaram a dívida publica até à bancarrota, tudo isso da exclusiva responsabilidade do anterior governo socialista...

Ora aqui temos um triangulo circular completamente quadrado...!!!

O presidente da Unidade Técnica da Assembleia da República para a Reorganização Administrativa do Território e, simultaneamente, presidente da Assembleia Municipal (AM) de Coimbra, Manuel Porto, mostrou-se ontem contra a lei 22/2012 que aprova o regime jurídico da reorganização administrativa territorial autárquica

Este homem está (mesmo) sempre em todas...!!!

Faltas de entendimento...

Seguro diz que Passos não entende carácter "imoral e indigno" da mexida na TSU

Por seu lado, Passos não entende carácter "imoral e indigno" de Seguro...

O dito parecer...

Porque é bom conhecer as coisas em vez de se falar de cor, apenas porque a comunicação social acirra os ânimos, e se não se quiser ler todo o parecer do CNECV sobre um Modelo de Deliberação para financiamento do custo dos medicamentos, será bom ler, ao menos, as suas conclusões:

D. Conclusões

1. O Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV) considera que existe fundamento ético para que o Serviço Nacional de Saúde promova medidas para conter custos com medicamentos. Tais medidas devem basear-se num modelo como o acima indicado, para que se assegure a mais justa e equili-brada distribuição dos recursos existentes.

2. O CNECV recomenda que, nas decisões sobre racionalização de custos, esteja patente que as op-ções fundamentais serão entre os “mais baratos dos melhores” (fármacos de comprovada efectividade) e não sobre os “melhores dos mais baratos”.

3. O CNECV considera indispensável que o Ministério da Saúde e os seus serviços procedam com co-legialidade e transparência nos processos de decisão sobre o racionamento de custos. Neste sentido, o princípio da responsabilidade para a razoabilidade implica o envolvimento da sociedade civil e dos pro-fissionais de saúde nos processos de decisão, devendo todos realizar a respectiva declaração de conflito de interesses, à qual há acesso público.

4. Em todos os protocolos ou normas de orientação clínica, o CNECV entende dever recordar que, sendo a independência e a responsabilidade na prescrição inseparáveis da boa prática clínica, o direito à exceção, devidamente fundamentada, deve estar contemplado (tal como a penalização da exceção não fundamentada).

5. O CNECV considera eticamente insuficiente querer resolver exclusivamente os problemas distribu-tivos na área da saúde menosprezando importantes determinantes da saúde. As políticas destinadas à equidade em saúde devem ser intersectoriais na sua aplicação, não se restringindo apenas às intervenções no âmbito do Ministério da Saúde.

6. O CNECV recomenda que, no âmbito da respetiva formação ética, sejam introduzidos nos cursos de saúde conteúdos formativos no núcleo curricular obrigatório, a nível pré e pós-graduado, sobre esta temá-tica, permitindo aos profissionais tomar decisão mais justas e mais responsáveis.

7. O CNECV considera urgente identificar as situações de desigualdade no acesso aos medicamentos pelos diferentes grupos de doentes, de forma a tentar impedir situações eticamente inaceitáveis. Deverão ser definidos e avaliados os processos e as situações que possam resultar na redução das desigualdades em saúde, sendo também cuidadosamente analisadas as questões de justiça distributiva referentes às dife-rentes faixas etárias, nomeadamente o impacto de novos fármacos e cuidados ao longo da vida tendo em atenção a equidade intergeracional.

8. O CNECV recomenda que sejam desenvolvidos e aplicados modelos de prestação de contas das despesas em saúde, permitindo de forma clara que todos conheçam os critérios utilizados.

9. O CNECV não deixa de enfatizar que há também, seguramente, muito a fazer para conter despesas com fármacos de duvidosa eficácia, os quais, deverão ser reavaliados regularmente na sua efetividade e respetivos gastos pelo Estado.

10. Nos fármacos comparticipados pelo SNS, o CNECV considera premente reavaliar gastos correntes em termos de custo-oportunidade e custo-efetividade, com possíveis substituições, desinvestimentos ou suspensões. Com efeito, o debate não pode restringir-se à contenção de custos adicionais, mas à melhor utilização dos recursos já existentes e ao combate contra o desperdício e ineficiência na Saúde.

11. O CNECV considera importante enfatizar a redução dos custos de prestação em áreas como inter-venções e meios auxiliares de diagnóstico e terapêutica, se mal justificadas e/ou desnecessárias. Estas devem ser objeto de criteriosa reflexão, sendo necessário estabelecer modelos éticos para fundamentar as decisões.

12. Em qualquer caso, o CNECV tem como essencial que tudo o que se faça não pode de modo algum pôr em causa a relação de confiança e de aliança terapêutica entre os doentes e os profissionais de saúde.

13. O CNECV recomenda que as decisões na área do uso de fármacos sejam fundadas no modelo de deliberação para financiamento do custo dos medicamentos apresentado na tabela incluída neste parecer.

Mas é precisamente para isso que está lá um embaixador...!!!

Em vez de Portas ou Passos, Portugal está representado por embaixador no debate da ONU

Para quê títulos destes - a tentar fazer alarme ou notícia de um facto perfeitamente normal e banal...???

Um exemplo...

quinta-feira, 27 de setembro de 2012
O secretário-geral do PS admitiu hoje que há líderes socialistas na Europa que estão mais próximos das propostas de Angela Merkel, chanceler alemã, do que as de François Hollande, Presidente francês.

Um exemplo: François Hollande...

Críticas com base em relatos de outros...

O SOS Racismo, baseia-se nos relatos de membros da referida comunidade... 

E se, com posições destas e baseadas desta forma, o sos racismo fosse ali "abaixo de Braga", que até é perto de Vila Verde...

Lema: o ps não faz, critica...

PS critica governo por suspender formação de adultos e desempregados

Felizmente que o ps tem sempre um crítica para tudo...!!!

Deve ser por isso...

Segunda fase confirma quebra de alunos no Ensino Superior. Vai daí o Governo autoriza universidades a aumentar salários dos professores...

Ufffff.....

Cândida Almeida fora da corrida para PGR

Vão-se os anéis, fiquem os dedos...

quarta-feira, 26 de setembro de 2012
 
Estado vende apartamento no edifício Dakota onde também viveu John Lennon
 
Ao que nos fizeram chegar...!!!

Também nós...

Buscas nas casas de ex-ministros: PS diz que confia na independência da justiça

Pois sim, poi sim...!!! Aliás é isso que, em qualquer circunstância, se espera sempre da justiça. Só que das últimas vezes em que a justiça investigou gente do ps foi aquilo que se sabe...

Por exemplo: dois casos, apenas para dar mais cor: casa pia e freeport.
Lembram-se como foi...???

E diziam eles que aquilo era apenas uma manifestação da "sociedade civil"...


Manifestantes de 15 de Setembro apelam à “participação maciça” no protesto da CGTP 

Tá bem, abelha...!!!

Ora vejam lá como as coisas (os "estudos") são...

Rui Nabeiro é o CEO com melhor reputação 

Quem diria...!!!

Sabem do que falam...

O PS considerou que “a montanha pariu um rato” no objectivo do Governo de cortar despesas com fundações

O ps sabe do que fala: o rato é com eles...

Típico (II)...

Autarcas dizem que não vão cumprir com a extinção das fundações

É que isto da malfadada austeridade e dos seus custos é uma coisa que é sempre apenas com os outros...

(Por falar nisso: para quando a extinção de uma "carrada" de freguesias e, fundamentalmente, de municípios, a redução drástica da "maltósia", politica e não politica, eleita ou não eleita, que vegeta à volta e "por conta" de todas essas autarquias, tendo em vista o muito esperado fim do desperdício municipal...???)

Típico...

Banqueiros contra novo imposto sobre as transacções financeiras

É que isto da malfadada austeridade e dos seus custos é uma coisa que é sempre apenas com os outros...

O quê...???!!!!

terça-feira, 25 de setembro de 2012
Autoestrada Coimbra-Viseu está no topo das prioridades

Mais auto-estradas...???!!! Entre Coimbra e Viseu...???!!! Para quê...???!!! Para fazer a vontade ao ruas...???!!! 

Lamentável...

Macário Correia não quer garraiadas em Faro

Este tipo continua a ter atitudes completamente parvas - tanto quanto a daquela sua afirmação de que "beijar uma miúda que fuma é o mesmo que lamber um cinzeiro".

E em Paris...???


PJ faz buscas a casas de Mário Lino, António Mendonça e Paulo Campos

A PJ esqueceu-se de ir também fazer buscas a Paris.

E a Paris é que era essencial a PJ deslocar-se...

Já é altura...

... do governo pôr os portos a funcionar - de qualquer forma que seja...menos cedendo aos grevistas.

Zurros...

Até quando é que se vai ter que continuar a aturar os constantes "zurrinhos" televisivos...

Estavam à espera de quê...???


Novo imposto tira subsídio a privados

Não queriam pagar nada, era...???

Ui, ui...!!! Tão "amigo" do PP que ele está...!!!

segunda-feira, 24 de setembro de 2012
PS acusa Passos de contrariar promessas eleitorais e desautorizar Portas

Alguma equidade, finalmente...

A Função Pública já não vai perder dois subsídios em 2013, mas a nova solução vai obrigar o Governo a cortar parte do rendimento aos trabalhadores do privado

... mas só se as anunciadas alterações ao IRS não "comerem" aquilo (ou mais do que aquilo) que deixa de ser cortado...!!!
De qualquer forma, uma coisa é certa: os provados vão também ter que contribuir para a resolução do problema das contas públicas, porque este é um problema do país e não apenas dos funcionários públicos...

Mas não deixa de ser curioso como as centrais sindicais, designadamente aquela que é uma sucursal do pcp, nunca se manifestaram de forma veemente quando os funcionários públicos ficaram sem os subsídios, mas agora que os trabalhadores do sector privado iam pagar mais TSU, aí desataram a gritar "aqui d'el rei"...!!! E isso tem  muito que se lhe diga...

Mas isto é facto que mereça notícia...???!!!

Gatinho preso em capô de automóvel

Isto é mais um exemplo do "imbecilismo" em que nos pretendem mergulhar, de modo a que o confundamos com a realidade.
Por esta andar, um dia destes ainda nos confrontamos com o seguinte título: "jornalista preso na tampa de lapiseira bic"...

Os outros que paguem a crise...!!!

Patrões querem mais 30% de imposto sobre tabaco para compensar corte na TSU

Temos agora aqui uma nova "onda": patrões e trabalhadores unidos vencerão - os fumadores que paguem a crise...!!!

(Chama-se a isto "encher chouriços" a ver se se engana o patêgo... Muito típico do comum dos nossos "patrões"...)

Efeitos do anticiclone dos Açores...

domingo, 23 de setembro de 2012
Governo é o “culpado exclusivo” pela actual crise, diz Carlos César

Tendo em consideração a dívida a que ele e o seu governo deu origem nos Açores, o mínimo que se pode dizer é que o homem, para além de um enorme velhaco, só pode ser um completo idiota...

Mas não é só a memória...




PSD: Seguro "não devia ter memória de peixe de aquário"

AInda há quem pense pela própria cabeça e não seja fundamentalista...

Suíços rejeitam proibição de fumar em espaços públicos

Não sejam broncos...!!!

Agradece-se que, ao menos, os senhores jornalistas tentem - se conseguirem - não comportar-se como broncos, pois que isso contribui decisivamente para o agravamento da bronquice geral.

É que não é verdade que a Direita ganha espaço no TC com novo juíz - porque, quando muito, mantém o mesmo espaço que tinha até agora.
Se o senhor jornalista não sabe, não lhe custava nada perguntar. É que assim informava correctamente. O que se agradece...

Isto, ou é ...... ou então é ....... !!!

sexta-feira, 21 de setembro de 2012
José Sócrates votado como melhor líder do PS

Se for verdade, vamos de mal a pior...

Cândida Almeida deverá ser a nova Procuradora Geral da República

Não pode...!!!


GNR apreende 151 papagaios

Não digam que foi ali no Largo do Rato...

E como é que as coisas vão funcionar...???

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

PSD e CDS criam Conselho de Coordenação da Coligação

Mas a coligação é algo de intrinsecamente distinto do governo?

E o CCC coordena o quê: só a coligação, só o governo, o governo e a coligação, o governo, a coligação e os partidos que a integram - ou, no fim de tudo isto, não vai coordenar rigorosamente nada...???

via CTT...


O caso resolveu-se mesmo : a poeteira receberá o cheque em casa e fica encerrado o caso...

E pronto: lá se foram os seus quinze minutos de fama... 

Alguém sabe...

...se já há "batatada" no encontro (ou recontro...???) entre as gentes (ou hostes...???) do psd e do cds...???

Poetices....

quarta-feira, 19 de setembro de 2012
Parece que há para aí uma poeteira qualquer - mas que sendo de esquerda, tem que ser considerada como um dos expoentes máximos da poetice portuguesa (quem dissidir desta "unânime" posição arrisca-se a ser apodado de inculto bronco de direita, como o são, para a inteligente e culta esquerda, todos aqueles que não concordam com ela...) - que não quer receber um prémio literário por este ser entregue pelo primeiro ministro e ela não gostar dele.

Espera-se que não se faça disto um caso porque tal não o merece.

É que a questão resolve-se de uma penada.Retira-se-lhe, tão simplesmente, o prémio.
Fica o assunto arrumado e a poesia portuguesa e os nossos grandes poetas, sensibilizados, agradecem...

Como se consegue tornar as PPP muito mais apetecíveis...

Estado pagou 250 milhões nas PPP ferroviárias por falhar previsões de tráfego.

As estimativas nos contratos das PPP rodoviárias são geralmente superiores à realidade.

O quadrado da roda...

terça-feira, 18 de setembro de 2012
O inefável pacheco pereira está na televisão a rosnar, como de costume, contra o PP e Paulo Portas, acusando-o de ter falado indevidamente contra a TSU, relatando eventuais "conversas de poder", quando se devia limitar a "comer e calar" (num evidente resquício de espírito democrático maoista).

Porém pereira não fala das vozes do PSD - desde a sua "patroa" Manuela, passando por ministros do governo - que discordando também da TSU, fartaram-se de falar contra ela, sem qualquer decôro.
Aliás, ele não fala de si próprio...

Pois tem bom remédio...


Belmiro de Azevedo responde a Passos Coelho dizendo que já tem os preços mais agressivos do mercado

Se os preços já são os mais competitivos tem bom remédio: baixa-os ainda mais, tornando-os ainda mais competitivos. Os portugueses seus clientes decerto que agradecem...

Por falar em mortos...

Soares diz que Governo está "moribundo" e deve ser substituído

Por falar nisso, o que o governo também deve fazer é extinguir-lhe, de vez, a fundação porque soares também está intelectualmente moribundo... Há muito tempo...

E se o receber dos pés...???

A escritora Maria Teresa Horta, distinguida com o Prémio D. Dinis pelo romance ‘As Luzes de Leonor’, disse que não o aceita receber das mãos do primeiro-ministro.

A mais idiota falta de senso...


PSD prepara um puxão de orelhas público a Paulo Portas
 
Com atitudes destas o PSD está mesmo a pedi-las...!!! Ai está, está...!!!
Só se espera que o CDS "se segure"perante mais esta evidente idiotice do PSD e se limite a colocar os "laranjas" no seu devido lugar (para que se possam lembrar que "o respeitinho é muito lindo")...

Que dizer...???

Gestor da Alcatel substitui o vogal da RTP, Lopes Araújo, que desiste por causa do salário.

Lopes Araújo, que está na RTP há 35 anos, era director dos serviços jurídicos e institucionais, e pediu um parecer jurídico ao gabinete que trabalha para a televisão pública para poder manter o ordenado da última função — de cerca de oito mil euros antes dos cortes que os salários da função pública sofreram —, que é mais elevado do que o de administrador. Esta intenção de pedir excepção salarial terá levantando alguma celeuma, uma vez que nem Luiana Nunes, que transita da administração demissionária de Guilherme Costa, nem o novo presidente, Alberto da Ponte — ex-presidente da Central de Cervejas e ex-vice-presidente da holding holandesa Heineken, que controla a cervejeira nacional — a pediram. Ficam assim com o ordenado limitado ao do primeiro-ministro. 

Experimentalismo socialista (feito à força de muito dinheiro)...


O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, anunciou alterações com vista a evitar o caos que se verificou esta manhã no Marquês de Pombal.

Parece que podemos estar descansados....

António José Seguro disse que "o PS só voltará ao Governo por vontade dos portugueses", ou seja, desde que ocorram eleições.

Porém, os empresários consideram eleições antecipadas o pior dos cenários 

O ps vai ter mesmo que esperar...

Não começa a ser altura...???

Os salários reais dos funcionários públicos já sofreram, desde 2005, uma quebra média acumulada de 27%. 
A manter-se a intenção do Governo de aumentar para 18% os descontos dos trabalhadores para a Segurança Social e a Caixa Geral de Aposentações (CGA) em 2013, a perda média acumulada nos ordenados ascenda a 34%.

Não será altura de pôr mais alguém - por exemplo, o resto dos portugueses - a contribuir também para o pagamento da austeridade e para a resolução da crise...???
Ou isso é mesmo para continuar só "às costas" dos funcionários públicos, como se eles fossem os culpados desta loucura...???

E qual é o mal...???

segunda-feira, 17 de setembro de 2012
Sumo de laranja com larvas

É o chamado "bicho da fruta"... 

Não digam que a descida do preço dos combustíveis não foi um efeito directo da greve...!!!


Adesão à greve dos trabalhadores da Galp é superior a 90%

Preço da gasolina regista maior descida do ano - Quatro cêntimos por litro é o valor da redução do preço da gasolina nos postos da Galp.

Então os empresários não estavam todos contra...???


A Associação Empresarial de Portugal (AEP) congratulou-se hoje com a redução da Taxa Social Única (TSU) para as empresas.

Brincar aos carrinhos...


Caos no trânsito em Lisboa no primeiro dia do novo Marquês

Este anda-se a vingar...


Segundo António Capucho “Pode ser preciso um governo de salvação nacional, mas sem Passos Coelho”

Um bom exemplo de como se delapida dinheiro nas autarquias locais...

domingo, 16 de setembro de 2012

António Costa explica mudanças do trânsito na rotunda do Marquês de Pombal

É isto que se pretende: arruaça e violência...


Bancos alvo da revolta no Porto

Começa o período "silly season" do PSD...


PSD vai reunir órgãos dirigentes para responder a Portas

Em vez de reflectirem sobre a "borrada" a que deram origem e daí tirar ensinamentos para futuro, parece que pretendem apenas "tirar desforço".
Não há duvidas que, assim, isto irá mesmo de mal a pior...

Saprófagos oportunistas...


Sócrates junta fiéis (Pedro Silva Pereira, José Vieira da Silva e José Almeida Ribeiro) em jantar no dia antes da manifestação.

E é este tipo que quer ser primeiro ministro...

Seguro diz que o Governo deve antecipar entrega do OE em 15 dias para permitir fiscalização pelo Tribunal Constitucional

Mais o vez o menino tozé prova que é uma negação - não percebe nada de nada.

Parece que o menino tó-ze não percebe que não é a data de apresentação, pelo Governo, da proposta de orçamento que possibilita ou impossibilita a fiscalização de lei do OE pelo Tribunal Constitucional; é o momento em que a Assembleia da República a aprova ou, ainda mais, o momento em que a envia para promulgação pelo Presidente da República.

Ora, para isso é completamente indiferente o momento em que o governo apresenta a proposta de OE; e apresentá-la mais cedo não é, de modo nenhum, garante de que a Assembleia da República remeta a lei do OE para promulgação 15 dias antes do que costuma fazer.
Antes pelo contrário: pela experiência, antecipar quinze dias a presentação da proposta de lei significaria apenas mais quinze dias de "relaxe" da AR...

Por isso o menino tózé só tinha a ganhar se estivesse calado e nos poupasse às suas sugestões patetas...

Previsão

sábado, 15 de setembro de 2012
Ainda vai haver confusão da grossa com os manifestantes "pacíficos" contra a austeridade que estão em frente à Assembleia da República...

Em frente à escadaria da Assembleia da República...

... vêem-se na televisão manifestantes (provindos da manifestação contra a austeridade) com os rostos escondidos por t-shirts, a arremessar objectos e pedras contra a polícia, com a simpática complacência dos demais...

Pois é...


Incidentes com a polícia agravam-se na Assembleia da República onde continuam a chegar manifestantes

Como era bom de prever...

... os manifestantes "pacíficos" que estão em frente à Assembleia da República estão a lançar petardos, pedras, objectos diversos, provocando a polícia, no sentido de arranjar confusão...

Um evidente sinal de subdesenvolvimento

A esquerda (socialista) entende que só ela é que sabe e que só ela tem o direito (natural) de governar. Ainda que só faça asneiras e apesar delas...

Quantos...???

Quantos dos que hoje participaram nas manifestações (e que não são funcionários públicos) se lembraram de levantar a voz quando os funcionários públicos (ou melhor, apenas alguns deles) sofreram um corte de 10% do vencimento e depois foram-lhes ainda retirados os dois subsídios: o de férias e o de Natal...???

Nessa altura "assobiaram para o lado" por acharem que aos funcionários públicos de vencimentos mais elevados cabe suportar integralmente a crise e a aguentar com as medidas de austeridade...
Porém, quando agora foram convocados a contribuir também para a recuperação do país, "aqui d'el rei" que lhes estão a "tirar o pão da boca" e vá de manifestar-se...!!!

Não deixar de ler...


... o artigo de Rui Ramos - 15 meses de solidão - no Expresso de hoje (papel e assinatura).

Aí se diz o que é óbvio, mas ninguém quer ver: A origem desta tragédia é um Estado social para o qual não temos economia.

Vamos lá a saber: foi informado antes ou não...???

sexta-feira, 14 de setembro de 2012
O PS afirmou, esta sexta-feira, que o seu secretário-geral, António José Seguro, apenas tomou conhecimento das medidas de austeridade do Governo uma hora antes de serem divulgadas publicamente na passada sexta-feira, através de um telefonema do primeiro-ministro. 

Mas afinal de contas o homem foi ou não informado antes do anúncio das medidas...??? 
É que é apenas isso que está em causa: ter tomado conhecimento das medidas antes de terem sido anunciadas.
Ora se foi informado antes, que mais querem agora...???

Um novo partido ou apenas uma sucursal...???


Há por aí alguém que saiba informar se há, na verdade, no nosso espectro partidário, um novo partido político, chamado "Diário Económico" ou se, afinal, se trata, tão somente, de uma sucursal do ps, sob o formato de jornal económico...???

Manif's...

Manifestações de sábado em todo o país motivam receios de violência

Espera-se, por tal, que a GNR e a PSP saibam estar à altura dos (eventuais) acontecimentos...

Aqui pode-se ver...

... o tamanho descomunal do buraco sobre o qual estamos sentados...!!!

Tanta generosidade...


Patrões abdicam de baixa na TSU

O que faz correr os patrões...??? Ou, dito de outro modo: o que é que os patrões querem do governo...???

É uma gande família...


Junta de Benfica entrega ajustes directos a colegas e amigos do PS

Uma inteligência...!!!

Aquela do "tózé" ter proposto, como solução para o buraco financeiro em que o seu partido nos meteu e para combater as medidas de austeridade, que as PPP pagassem um imposto, é mesmo brilhante, não é...???

Devemos estar agradecidos de podermos beneficiar de uma mente brilhante, de uma inteligência fora de série, capaz de se lembrar de um imposto como este ...!!!

Uma dúvida: quem é que o paga...???

O forróbódó parece que continua em grande...

Greve geral na Grécia contra a austeridade a 26 de Setembro

Representante grego no FMI diz que Grécia vai precisar de terceiro resgate

Uma coisa é certa

Os patrões deste país nunca concordam nem ficam satisfeitos com quaisquer medidas de qualquer governo, seja elas e o governo quais forem. Está-lhes na massa do sangue...

Por causa da austeridade...


















... já se diz que é isto que se passa  no PSD... O que até nem é novidade nenhuma...

Tenhamos dó...

Dá dó ouvir uma líder dos sindicatos da função pública a balbuciar completas anormalidades e incongruências, em frente das câmaras de televisão.

Mas dá ainda mais dó saber que há pessoas que a seguem, ouvem e, pasme-se, dizem que a compreendem e que, ao que parece, são funcionários públicos. Como é que com funcionários públicos deste jaez se pode ter, algum dia, uma função pública de qualidade...???

Vai-se sentir tanto a sua falta como a de um pífaro num enterro...

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Norberto Pires deixa entidades de aconselhamento ao Governo

A cabotinice típica...


Seguro anuncia voto do PS contra OE e admite moção de censura

A pura das verdades...


E o problema é que Cavaco é cobarde o suficiente para fazer de Sampaio.

Como são as coisas...

Os funcionários públicos, para além do corte no vencimento, que chega aos 10% ficaram sem os subsídios de férias e de Natal, o que representa um corte de 14,28% na sua massa salarial anual.

Enquanto isto dizia respeito aos funcionários públicos ninguém se mostrou demasiado incomodado. Os funcionários públicos são comummente tidos por uns gajos abaixo de gente, tipo "servos da gleba" que estão lá para servir os "pagadores de impostos" ou mais especificamente essa entidade difusa que é "o povo"...

Houve porém uns deputados do ps, serventuários do anterior governo socialista e apaniguados do sócrates de Paris, que resolveram pedir ao Tribunal Constitucional a fiscalização sucessiva da constitucionalidade da norma orçamental que previa tais cortes. Isto não porque estivessem preocupados com os destinatários de tais cortes - os quais, aliás, durante o governo socialista de que os ditos peticionantes fizeram parte, foram constantemente vilipendiados pelo primeiro ministro sócrates - mas porque queriam pura chicana política de modo a fazer esquecer a descomunal bancarrota em que tinham acabado de mergulhar o país.

O Tribunal Constitucional analisou a questão e concluiu que que as normas que prevêem a medida de suspensão do pagamento dos subsídios de férias e de Natal ou quaisquer prestações corresponden­tes aos 13.º e, ou, 14.º meses, quer para pessoas que auferem remunerações salariais de entidades públicas, quer para pessoas que auferem pensões de reforma ou aposenta­ção através do sistema público de segurança social, durante os anos de 2012 a 2014, violam o princípio da igualdade, na dimensão da igualdade na repartição dos encargos públicos, consagrado no artigo 13.º da Constituição.

Portanto tal há-de significar, em termos gerais, que as medidas em questão nãopodem ser supoprtadas apenas pelos funcionários públicos, mas têm, antes, que abranger toda a gente, pois que todos têm contribuir para os encargos públicos de modo a que haja uma justa repartição dos mesmos por todos aqueles que, ao fim e ao cabo fazem parte do Estado e beneficiam dessas despesas públicas.

Na teoria é assim.
Há pouco mais de um ano, estávamos na eminência de uma enorme bancarrota e de, por isso, ninguém nos emprestar dinheiro para viver nem pagar os nosso compromissos. Se nada fosse feito faliríamos com estrondo, quebrando os nossos compromissos financeiros internacionais e deixando de ter dinheiro para sustentar este estado social que nos consome...

Convém lembrar que, na altura, andava tudo "à rasca".
Os ratings das agências de notação financeira de Portugal eram, no geral, de "lixo" - ou seja: éramos considerados "abaixo de cão".
Celebrou-se o acordo possível com a troika, negociado pelos socialistas que haviam conduzido o país à bancarrota e que, ainda assim, tiveram a distinta lata de se apresentar a eleições como se nada fosse com eles...

Por conta desse acordo com a troika (FMI, UE, BCE), começou a vir algum dinheiro a taxas de juro muito mais baixas do que as então, especulativamente, eram praticadas nos mercados financeiros.
Começámos a folgar. Foram tomadas as primeiras medidas. Começou a austeridade.
Para ela foram apenas convocados os funcionários públicos - com o argumento "bacôco" mas muito conveniente e aceite por todos de que se eles não podem ser despedidos então devem ser eles a pagar a crise.

É evidente que estávamos então, como estamos hoje, perante uma buraco financeiro descomunal, que vai levar muito tempo a tapar e mais tempo ainda a colocarmo-nos numa situação financeira de algum desafogo.
Mas perante o aliviar do garrote e face a alguns dinheiro que veio da troika, houve e há quem entenda que "o pior já passou" e que agora é só recomeçar a gastar ªà tripa forra" que o resto se resolve por si... E aquela questão do Tribunal Constitucional tinha apenas como objectivo evidente a pura chicana política.
Por isso é que o país, quando confrontado com a aplicação de decisão do Tribunal Constitucional desata a berrar "aqui d'el rei" que não queremos austeridade...!!! Porque a austeridade só é boa para os outros...!!!

Portugal é o típico país em que "pimenta no cu dos outros é refresco".
Enquanto as medidas de austeridade foram só sobre os funcionários públicos tudo bem. Ou antes, tudo mal porque isso violava um princípio de da igualdade na repartição dos encargos públicos.

Quando, em obediência a esse princípio, se repartiram os encargos por todos, "aqui d'el rei" que não suportamos tanta austeridade.

Perante isto cabe pergunatar:
1. Qual foi a austeridade que aqueles que hoje berram, suportam no ano corrente e qual foi a sua contribuição para o esforço de consolidação das contas nacionais do país onde eles também vivem e do qual auferem os correspectivos benefícios...???
2. Se os sacrifícios continuassem a caber apenas aos funcionários públicos, pensionistas e aposentados - os quais, não obstante a doutrina do TC, são, ainda assim, muito mais penalizados - as pessoas também protestavam...???
3. Como é que o país, todos nós - ou então, como é que "o povo" - acha que pode resolver esta crise financeira e de falta de dinheiro para o Estado funcionar...??? Gastando mais, é...???

Mi fala, vai...!!!


Seguro fala ao país esta tarde

E não só...!!!

Isabel dos Santos diz que o pai é "muito inteligente"

Não será tempo...

... de ser aprovado um agravamento exemplar da actual moldura penal (limite mínimo e máximo)  para o crime de homicídio...???

Mais que não seja só para evitar notícias deste género em dias sucessivos...: Gaia: Homem mata senhoria com tiro na cabeça

Parece que é também a única coisa que ela sabe fazer...


Ferreira Leite arrasa Vítor Gaspar

Uma nova esperança para o MInistro das Finanças...

A GNR começou a treinar cães para detecção de papel-moeda 

O Ministério das Finanças vai ser o primeiro utilizador...

Só faltava esta...!!!

A comissão de trabalhadores da RTP acusou o primeiro-ministro de obrigar o erário público ao gasto «injustificável» de milhares de euros para que a entrevista desta noite se realize em São Bento e não nas instalações da televisão, apenas para não enfrentar nas instalações da RTP «cara-a-cara os trabalhadores".

Querem ver que agora era a comissão de trabalhadores da rtp que dizia onde é que o primeiro ministro havia-de dar as suas entrevistas para o poder confrontar...!!! Não faltava mais nada...!!!

Presunção...

Não pode deixar de se presumir, do teor dos comentários adjacentes às notícias veiculadas na internet que, salvas poucas e honrosas excepções, todos os demais, sendo um conjunto de inenarráveis javardices, devem corresponder aos seus autores...

Afinal...

quarta-feira, 12 de setembro de 2012
Pelo que se retira de todos os protestos e vozes dissonantes, afinal não havia questão nenhuma em que fossem só os funcionários públicos a pagar a crise.
O que se queria do Tribunal Constitucional era apenas uma decisão que permitisse mais chicana política - e que foi por ele proferida.
Pior foi quando o governo pretendeu fazer a aplicação prática dessa decisão.
Quando "os privados" se viram também a pagar a crise, aí as coisas mudaram de aspecto...

"Sampaísmo"...


Mário Soares: Será um "desastre" se actual governo cumprir legislatura

Mas será uma repetição de uma canalhice (já feita por sampaio) se não cumprir integralmente esta legislatura...

É preciso "explicar" claramente à esquerda que ela não tem mais legitimidade que a direita, nem uma qualquer legitimidade especial para ser governo.
A esquerda tem que se habituar a ser oposição (que é, aliás, um lugar óptimo para ela, pois assim sempre se evitam as bancarrotas...) e deixar a direita governar. Sem estar sempre a tentar a golpada e a instigar a subversão...
A esquerda tem mesmo que se habituar a ser democrática. Todos sabemos que isso lhe custa imenso, mas vai ter mesmo que ser...

Como as coisas são...!!!


Capoulas Santos. “Este é um governo de políticos de pacotilha que quer fazer do país laboratório” 

Este "sábio" até está cheinho de razão. 
Só lhe faltou mesmo dizer que se hoje termos "um governo de políticos de pacotilha que quer fazer do país laboratório” foi porque tivemos durante uns anos um governo de políticos de "m .... a" que atirou o país para a bancarrota.
Parece é que este senhor não se lembra que esses políticos são exactamente do partido a que ele pertence...

Para quando...???

Meia centena de sindicalistas da Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública, afectos à CGTP-PCP insultaram ontem à noite o ministro das Finanças, à porta das instalações da SIC.

Quando é que a polícia passa a tratar estes energúmenos com a "cordialidade" que eles merecem...???
Os espera-se que eles façam uma qualquer javardice totalmente violenta para depois intervir...???

Olha-me esta...!!!


A eurodeputada socialista Ana Gomes defendeu hoje que o PS deve estar preparado para governar

Pois, pois...!!! Só que para isso é preciso chegar lá...
E agora o ps já não tem sampaio na presidência para "maquinar" um expediente para dissolver uma parlamento com uma maioria PSD/CDS-PP, de modo a levar um comatoso ps "ao colo" (capitaneado por essa "figura" do sócrates) até ao governo...

Assim, e para já, o ps vai ter que esperar sentado.
E depois, espera-se que o ps  venha a ter muito, muito tempo para se preparar para governar e para chumbar muitas e muitas vezes nessa preparação...
É que mal o ps chegue novamente ao poder, vai iniciar-se novamente a contagem decrescente para nova bancarrota e a consequente austeridade, que hoje tanto nos apoquenta...

Depois das 3 horas da tarde...

terça-feira, 11 de setembro de 2012
... ficou claríssimo que andamos a "carregar às costas" um enorme estado social que assegura uma vida mais ou menos cómoda a quem dele hoje beneficia mas que, no entanto, já estará morto, por completa falência, quando os que hoje o "carregam"(ou seja, pagam com língua de palmo...)  vieram, um dia, a precisar dele...

As actuais gerações souberam bem fazer as coisas: garantiram-se bem garantidinhos e mandaram os jovens, que os sustentam, "às urtigas"...

S'ôr p'ofessor...!!! S'ôr p'ofessor...!!! Aquele menino é mau...!!! Não faz nada do que eu digo...!!!


O menino Tózé Seguro pediu uma reunião de urgência ao senhor professor Cavaco Silva.

O verdadeiro "laranjal"...


António Nogueira Leite: se me obrigarem a pagar mais impostos, "palavra de honra que me piro"

Aditamento: na versão de outro órgão de informação ele, afinal, terá dito o seguinte: "se em 2013 me obrigarem a trabalhar mais de 7 meses só para o Estado, palavra de honra que me piro, uma vez que imagino que quando chegar a altura de me reformar já nada haverá para distribuir, sendo que preciso de me acautelar"

A ler...

...o post de Helena Matos, no Blasfémias, sobre a nova liderança do ps.

De reter o que nele se diz nessa matéria sobre as preferências das lideranças do PSD e CDS,
António Costa é também o líder preferido por sectores do PSD e o CDS ente outras coisas porque vêem nele o líder capaz de derrotar Passos e de os levar novamente para a oposição que é o local onde a esmagadora maioria dos dirigentes do PSD e do CDS  gosta de estar e onde pode continuar na santa vida que não os tem tratado nada mal.

do nosso sector empresarial
António Costa é também o líder preferido por sectores empresariais que há décadas se habituaram a ter uma paz social a base das prebendas aos chamados parceiros sociais: uma fundação para um, uma acção de formação para outro…

e, por fim, dos nossos inefáveis jornalistas...
É quase ocioso explicar que António Costa é o preferido dos jornalistas. Os jornalistas gostam de se sentir de esquerda e António Costa dá-lhes esse conforto sem os engulhos que Sócrates lhes provocou.

A violência gratuita está a tornar-se perigosamente banal...

Executa irmão a tiro por causa de gato

Talvez seja altura de, em vez de andarmos a ler diariamente notícias de violência impune (ou punida apenas anos mais tarde), o que serve apenas para fazer germinar mais violência, os poderes públicos se debruçarem sobre o assunto, adoptando as medidas drásticas que a situação impõe (designadamente a adopção de penas exemplares de duração muito superior ao seu actual limite, com um aplicação implacável e rápida, com a finalidade de prevenção geral), antes que venha a ser (mesmo) tarde demais...

Este tipo não sabe o que quer...

segunda-feira, 10 de setembro de 2012
Há dias tinha recuado no "imposto para ricos".

Agora o Presidente François Hollande decidiu manter a controversa promessa de um imposto excecional de 75% sobre os rendimentos acima de um milhão de euros.

Entretanto anunciou mais impostos para a classe média e alta

Afinal os socialistas são iguais em todo o lado: só sabem resolver os problemas com mais dinheiro, nem que venha dos impostos.
E, para "esconder" e "ajudar a justificar" o aumento da carga fiscal sobre a classe média, até criam um imposto especial só "para ricos"...

As novas medidas de austeridade

Os primeiro ministro veio, na sexta feira, anunciar novas medidas de austeridade. Ou, em boa verdade, veio anunciar como é que o governo entendia fazer, em 2013, a aplicação dos cortes salariais e de pensões, já decretados para o corrente ano, à luz da jurisprudência do Tribunal Constitucional, chamado a pronunciar-se sobre o assunto por uns deputados do ps, armados em "chicos-espertos", que se pronunciava no sentido da existência de uma desproporcionalidade injustificada entre os sacrifícios exigidos ao sector publico e ao privado e, por tal, ausência de "equidade", nesses cortes.

O governo, antes que a conversa descambasse ainda mais, e perante a nova atitude do BCE de compra de dívida dos países do Euro e da "alegria" do ps que veio logo dizer, pelo boca do menino tó-zé, que agora já se podia voltar à "tripa-fôrra", anunciou a sua "leitura" da austeridade para 2013, no que toca às medidas que, em 2012, foram objecto de apreciação pelo Tribunal Constitucional.

Então o primeiro ministro disse que os privados iam ter a percentagem de desconto para a segurança social aumentada em 7% (de 11% para 18%), percentagem igual àquela que os "patrões" vão ver baixar quanto à sua contribuição para a mesma segurança social.

Quanto aos trabalhadores do sector público (funcionários públicos e trabalhadores do sector empresarial público) estes sofreriam o mesmo agravamento percentual da sua contribuição para o sistema previdencial (Caixa Geral de Aposentações ou Segurança Social) mas, em compensação, receberiam um dos subsídios cortados este ano.

O que parece simples e claro é, contudo, algo complexo. Na verdade, surgem hoje em vários jornais, notícias sobre como vão ser aplicados estes novos "cortes" e qual o resultado prático que daí advirá para os já depauperados salários dos funcionários públicos.
Propositadamente ou não - certo que o maior destaque e os mais vastos cálculos vêm num diário economico que elegeu como melhor primeiro ministro e presidente da república da democracia os sinistros sócrates e sampaio, respectivamente, e que anda actualmente a patrocinar furiosamente um manifesto contra as medidas de de austeridade do governo - todos os meios de comunicação que abordam esta questão o fazem da forma mais "drásticas", mais "pesada" e mais "onerosa".

Dizem esses notícias que vai ser assim: o governo sobe a percentagem de desconto para o regime previdência de 11% para 18% e repõe um dos subsídios (ao caso, não importa qual); só que essa reposição não será efectuada num só momento e de uma única vez mas será diluída ao longo do ano, dividida em 12 prestações mensais; e que, aplicando-se ao montante resultante da soma do vencimento mensal ao duodécimo do subsídio a nova percentagem de desconto para o regime previdencial, isso irá ter como consequência necessária que o valor anual do desconto para a segurança social será, afinal, superior ao montante do subsídio reposto - ou seja, esta nova medida agrava, ainda mais, a austeridade já aplicada aos funcionários públicos.

Ora isto não pode ser assim.
Para serem feitas de forma curial e honesta, as coisas só se podem passar assim: o novo valor da taxa para a segurança social a cargo do trabalhador é aplicada aos vencimentos mensais ilíquidos percebidos, como o já era a anterior taxa, sendo o subsídio reposto, pago, como tal, por inteiro, num qualquer momento do ano e, então, sujeito à aplicação da mesma taxa.
O que significa que a taxa em questão terá uma aumento anual acumulado de 7%x13 vencimentos (verdadeiramente, 12 vencimentos mais 1 subsídio) = 91%.
Temos então que, em boas contas, os funcionários públicos devem receber efectivamente, em termos líquidos, a final das contas do ano, 9% do subsídio reposto.
Assim, quanto a eles, não haverá um agravamento da austeridade mas, antes, uma sua atenuação na exacta medida da percepção dos 9% do subsídio agora recebido.
Se não for assim, no máximo, o governo apenas poderá "rapar" integralmente o subsídio.

O que é ilegítimo e imoral é aproveitar-se da ocasião para espoliar ainda mais os funcionários públicos. 

Se não for assim e se, na verdade, o governo se aprestar para sacar ainda mais uns "euros" aos funcionários públicos para além do exacto valor dos dois subsídios, então estar-se-á perante uma verdadeira pulhice do governo, apostado em, de forma ardilosa, espoliar os funcionários públicos - sempre e continuamente vilipendiados - dos seus meios mínimos de subsistência, para com eles "resolver" uma crise que, em grande medida, é causada por um estado social megalómano, que dá tudo a todos sem qualquer critério, mas que não dispõe, porque não os consegue gerar ou porque os delapida irresponsavelmente, dos meios financeiros para esse efeito; por um estado que insiste em sustentar empresas insustentáveis, financeiramente falidas, onde são praticados salários absurdos, fruto da contínua reivindicação de "mais salário e melhor salário" atiçada pelos sindicatos desde os tempos áureos das greves mais ou menos selvagens da "classe operária" e das "lutas dos trabalhadores"; de um estado que nunca mais se consegue alijar do peso financeiro das autonomias - regionais e locais - um verdadeiro sorvedouro de dinheiro em megalomanias demagógicas e improdutivas, mas suficientemente populares para fazer ganhar votos.

E, então, é de questionar veementemente o governo para quando as medidas de redução drástica da dimensão da máquina do estado que não sejam medidas cosméticas?; para quando a redução drástica dos dispêndios com PPP, empresas publicas, fundações e quejandas?; para quando a redução drástica de municípios e de freguesias e de uma igual redução drástica das transferências financeiras do Estado para as autarquias?; para quando uma adequação da máquina dos estado àquilo que o Estado pode financeiramente suportar?

E enquanto não houver respostas para estas questões; enquanto não houver medidas objectivas aplicadas na pratica, qualquer  nova medida de austeridade só pode ser classificada de abusiva e tirânica.

Um país da trêta...

Um país que, numa sondagem jornalística, elege, mesmo que a brincar, sócrates como o melhor primeiro ministro e sampaio como melhor presidente da república, só pode ser mesmo uma país da trêta, com gente da trêta. Depois, que não estranhe tudo o que de mau lhe acontece...

Se isto for verdade, é uma vergonha e um escândalo...

sábado, 8 de setembro de 2012

Advogados e profissionais liberais escapam à austeridade

Agradecimento

sexta-feira, 7 de setembro de 2012
O "pessoal" deve ficar enorme e eternamente agradecido ao ps e aos seus deputados que pediram a fiscalização sucessiva da constitucionalidade das normas do OE 2012 que estabeleciam os cortes dos subsídios de férias de de Natal dos pensionistas e dos funcionários públicos.

É que sem esse pedido e a consequente decisão do Tribunal Constitucional não teriam a oportunidade de poderem partilhar também (ainda que numa pequena medida de 7%...) o esforço financeiro de consolidação nacional...!!!

Desculpem:

...este jornal pertence ao partido socialista...???

É que o Diário Económico promove uma petição contra novo aumento de impostos, além dos que estão consagrados no acordo com a ‘Troika'.

Pois está claro...!!!


Experiência profissional no sector dos media é a falha de Alberto da Ponte na RTP

Pois está claro...!!! O anterior presidente do CA da rtp (que se demitiu por contestar as posições do governo) é que tinha uma vasta e profunda experiência profissional na matéria....!!!

Mais um flop (tipicamente socialista)...


França: Hollande recua no imposto para ricos

(Nota: este senhor não ouviu, de certeza, a entrevista do Prof. Freitas da Amaral ao "canal de serviço público"...)

Isto é que é jornalismo...

Remontam a 2001 os primeiros rumores soprados à Polícia Judiciária (PJ), ainda que de modo anónimo, acerca dos delitos atribuídos a R., um homem de 52 anos que, desde Fevereiro deste ano, se encontra preso sob suspeita de ter cometido crimes de pedofilia. Quase 160 mil crimes, de acordo com a actual legislação, que já penaliza a posse, a troca e a comercialização de imagens. Esta é a história de um zé-ninguém, de uma velha e pacata rua de Lisboa, que passou anos a violar as crianças da vizinhança depois de, há mais de duas décadas, já ter feito o mesmo ao filho.

 "Zé ninguém"...!!!  É assim, sem mais nem menos, que o Público se refere a este homem que terá praticado uma série inominável de crimes.

É verdade que o homem é/será pedófilo (ou, como "fôfamente" se diz agora, "alegado" pedófilo). Mas, ainda assim, há que ser tratado jornalisticamente por "zé ninguém"...???

Não parece que quando estejam em causa figuras gradas (e do agrado) do Público, metidas nas tramas da justiça até aos ossos e com fortes indícios de serem efectivos delinquentes, o jornal os trate por "zé ninguém"...???!!!
Porque será...???

Até mete dó...!!!

quinta-feira, 6 de setembro de 2012
Seguro viu nas instâncias internacionais (troika) “menos argumentos para contrapor” às ideias dos socialistas...

...???!!!

Este tipo só pode ser (completamente) parvo...

Sempre a querer "saltar a cerca"...

Há câmaras sem fundos disponíveis e que, nos últimos dias, contraíram dívidas para combater os fogos florestais. Ourém é um dos exemplos: a câmara tem um passivo de nove milhões de euros e, como tal, não pode assumir novos encargos.

Mas, nos últimos dias, gastou, só em combustível, cerca de 30 mil euros, alugou máquinas e comprou alimentos para cerca de 600 bombeiros que combatiam um violento incêndio de grandes proporções. “Se for a tribunal, espero ter a sala cheia de testemunhas”, disse àquele jornal o presidente da autarquia, Paulo Fonseca.


Típico: as autarquias locais - grandes, nas não únicos, violadores da legalidade - aproveitam todas as oportunidades para desrespeitar a lei e assim criar condições para seja tolerada a sua não aplicação ou que se crie mesmo o entendimento que esta não lhes é aplicável.
Desde o 25/4 que é assim. Com a mania que o "poder local" tem autonomia perante o poder central, vá de procurar sempre desrespeitar a lei, em especial quando esta impõe baias aos desmandos autárquicos.

A lei dos compromissos é um caso típico.
A lei destina-se a evitar o crescimento do endividamento do Estado (onde se incluem, naturalmente, as autarquias). Há autarquias que estão endividadas "até aos ossos". Geralmente esse endividamento resulta de despesas completamente absurdas, as quais resultaram, por sua vez, de ideias igualmente absurdas ou, quando não absurdas, demagógico-populistas ou simplesmente perdulárias.

Se estas autarquias fossem empresas do sector privado decerto que já estariam falidas e declaradas insolventes há muito tempo. Mas como não são, querem continuar a viver "ferrando calotes" "a torto e a direito".
Aliás isto é o cúmulo do absurdo: as autarquias, que sabem que não têm dinheiro "para fazer cantar um cego", que sabem que estão endividadas "até ao tutano", querem continuar a gastar dinheiro "como se não houvesse amanhã", sabendo que não vão poder pagar e que, portanto, estão, verdadeiramente, a "ferrar mais calotes", a viver do que não têm nem podem, ou seja, a aumentar o seu endividamento e, assim, a contribuir para a deplorável situação financeiras das empresas que se arriscam a contratar com elas.

Agora que a lei dos compromissos tem que ser aplicada começa a pressão para que as autarquias se esgueirem à sua aplicação. É essencial que o governo não permita esse desaforo.
É essencial que o governo obrigue à aplicação da lei. E que sejam punido exemplarmente quem "saltar a cerca", designadamente por uma questão de "prevenção geral": constituir um exemplo para todos aqueles que se sintam tentados a violar a lei.
Mas fundamentalmente, par evitar que o povo português tenha que continuar a "alombar" com, e a pagar, os desmandos financeiros de todos aqueles que se acham "donos do Estado" e que o tratam como se fosse coisa sua, apenas para se manterem no poder ou para agradar aos seus próceres.
Não podemos continuar a pagar os desmandos financeiros causados pelos poderes públicos e cujo pagamento, depois, tiranicamente nos impõem.

É uma regra elementar que "quem não tem dinheiro, não tem vícios".
Se as autarquias gastaram mais do que têm e do que podiam gastar, não podem continuar a endividar-se.
E se já estão completamente endividadas, o melhor mesmo é seguir-se o velho ditado de que "mais vale um bom desengano do que toda a vida enganado" e acabar com elas de vez, extinguindo-as.
O que não pode continuar é o desaforo em que vivemos durante décadas e que nos conduziu à bancarrota em que hoje todos nos encontramos mas que, fundamentalmente, está a ser paga apenas por alguns.
É tempo de se aprender a viver honestamente apenas com o que se tem.
E se há pouco é com esse pouco que se tem que viver. O que não pode continuar a acontecer é uns, que nada têm, acharem que podem viver "à grande" à conta daquilo que é tirado ao pouco dos demais.

Somos mesmo um verdadeiro país de "voyeurs"...

quarta-feira, 5 de setembro de 2012
(by mail)

Observatório do medicamentos e dos produtos da saúde
Observatório nacional de saúde
Observatório português dos sistemas de saúde
Observatório da doença e morbilidade (...se só para a saúde são 3, para a doença 1 é pouco!!!)
Observatório vida
Observatório do ordenamento do território
Observatório do comércio
Observatório da imigração
Observatório para os assuntos da família
Observatório permanente da juventude
Observatório nacional da droga e toxicodependência
Observatório europeu da droga e toxicodependência
Observatório geopolítico das drogas (...mais 3 !!!)
Observatório do ambiente
Observatório das ciências e tecnologias
Observatório do turismo
Observatório para a igualdade de oportunidades
Observatório da imprensa
Observatório das ciências e do ensino superior
Observatório dos estudantes do ensino superior
Observatório da comunicação
Observatório das actividades culturais
Observatório local da Guarda
Observatório de inserção profissional
Observatório do emprego e formação profissional (...???)
Observatório nacional dos recursos humanos
Observatório regional de Leiria (...o que é que esta gente fará ??)
Observatório sub-regional da Batalha (...e este observa o que o de Leiria faz!!!)
Observatório permanente do ensino secundário
Observatório permanente da justiça
Observatório estatístico de Oeiras (...deve ser para observar o SATU !!!)
Observatório da criação de empresas
Observatório do emprego em Portugal  (...este deve estar a ver cada vez menos...!!!)
Observatório português para o desemprego  (...e este deve estar a ver cada vez mais...!!!)
Observatório Mcom
Observatório têxtil
Observatório da neologia do português (...importante para a aprovação mais acordos ortográficos e outros abortos quejandos!!!)
Observatório de segurança (...para ver explodir caixas de multibanco...!!!)
Observatório do desenvolvimento do Alentejo (...este deve ser para observar o movimento no aeroporto de Beja...!!)
Observatório de cheias (...lol...lol...)
Observatório das secas (...boa...)
Observatório da sociedade de informação
Observatório da inovação e conhecimento
Observatório da qualidade dos serviços de informação e conhecimento (...este observa os que os dois anteriores fazem !!!)
Observatório das regiões em reestruturação
Observatório das artes e tradições
Observatório de fest...


...e apesar de tanto observatório, não passamos de uns completos "céguinhos" porque não vemos o dinheirão que se gasta com eles...

"A ponte é uma passagem p´rá outra margem" (*)


Alberto da Ponte vai presidir à administração da RTP

(*) Jáfumega, Ribeira

Civilização...


Violência doméstica aumentou e métodos usados são cada vez piores

Ou seja, estamos cada vez mais selvagens...!!!

Módica...


Empresa pediu caução de 10 mil euros a ciganos para arrendar casas de férias (*)

(*) "Há dois anos, os sócios da empresa decidiram-se por esta exigência, depois de, em casas alugadas a clientes de etnia cigana, terem desaparecido todos os eletrodomésticos e até os cortinados"

Excessos na linguagem


"Nunca vi o Seguro dizer uma coisa com tanta clareza como agora"

ou antes

"Nunca vi o Seguro dizer uma coisa com tanta clareza..."

ou antes

"Nunca vi o Seguro dizer uma coisa..."

ou antes

"Nunca vi o Seguro..."

ou antes

"Nunca vi ..."


Finalmente o fim de um "mono" financeiro...

terça-feira, 4 de setembro de 2012
Empresa do aeroporto de Beja será extinta até ao final deste mês desde 22 de Setembro de 2011, 

Quando foi aprovada a dissolução, a empresa, que devia ter sido liquidada até final do ano passado, acumulou um prejuízo de 1,1 milhões de euros, resultado de 11 meses a somar cerca de 100 mil euros mensais de prejuízos.

O "puxa-saco"...


Jorge Sampaio subscreve manifesto contra concessão da RTP

Afinal a coligação existe mesmo...


PSD e CDS falham acordo para alterar lei eleitoral autárquica 

Ou de como o CDS tirou (novamente) o PSD de (mais) um "buraco"....

Foi festa e foi brava...!!!

segunda-feira, 3 de setembro de 2012
Parece que uns tipos que adoram incomodar toda a gente ficaram incomodados quando alguém se sentiu incomodado...

Lucro...??? Que lucro...???

Se a RTP recebesse uma taxa na ordem dos 140 a 150 milhões de euros, poderia dar um lucro de 20 milhões já em 2013.

Recapitulando, a ver se se percebe bem: se a RTP receber 150 milhões de euros da taxa de audiovisuais (cobrada a todos aqueles que têm um contador de electricidade) consegue dar um lucro de 20 milhões...
Ou seja: recebe 150 milhões em tributos para dar um "lucro" de 20 milhões.

Que se saiba, o lucro de uma actividade económica é (em termos gerais) a diferença de valor entre o custo de todos os meios empregues na produção de um bem e o preço de venda desse bem.

Ora, no caso da rtp, se para ela dar um "lucro" de 20 milhões tem que receber 150 milhões em taxas, ela tem, na verdade, um prejuízo de 130 milhões de euros...

Se a matemática ainda for o que era, as contas são assim. Então, é caso para se dizer "vai-te lucro que me dás perda"...

Parece que...

domingo, 2 de setembro de 2012

Dizem as "más-línguas" que tendo em conta (a provecta) idade dos participantes da Universidade de Verão do ps, esta parecia mais uma Universidade da Terceira Idade...

Só faltava esta...!!!

Um comunicado apresentado pela comissão de trabalhadores da rtp contém 10 mandamentos para "uma administração aceitável para os trabalhadores"...

mandamentos para "uma administração aceitável para os trabalhadores"...???!!!
Estes tipos são parvos ou quê...???!!!
Era o que mais faltava voltarmos a esses tempos...!!! A "auto-gestão" já acabou (felizmente) há muitos anos...!!!

Juízo é que é preciso...


Comissão de Trabalhadores da RTP quer administração nomeada pelo Parlamento

Mas quando é que estes (e outros) "artistas" aprendem, de uma vez por todas, que há um conjunto de poderes do Estado que cabem ao governo (e não a outros órgãos de soberania, ao sabor das conveniências políticas) e, quer gostem, quer não, têm que se habituara a respeitar e obedecer aos órgãos legítimos...

O ps só sabe gastar, yooo...!!!


"O PS não está para mais austeridade", afirma António José Seguro

Uma vida desgraçada...

Vereador do PS bêbedo, tem acidente de viação, bate na GNR e é detido...

Só azares: um tipo bebe uns copos, tem um acidente de automóvel, bate na polícia, é preso ... e ainda por cima é do ps.
São mesmo muitos azares para um homem só...!!!

Prémio "à caça de um cargo"...


Cândida Almeida diz que os políticos portugueses não são corruptos

Mas há mesmo essa possibilidade...???!!! Estamos desgraçados...!!!


Cândida Almeida recusa comentar possibilidade de ser Procuradora-Geral da República

Mais outra completa surpresa...

sábado, 1 de setembro de 2012

José Eduardo dos Santos reeleito Presidente de Angola

Uma completa surpresa...!!!


MPLA ganha eleições em Angola