<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d12023629\x26blogName\x3dPharm%C3%A1cia+de+Servi%C3%A7o\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttps://pharmaciadeservico.blogspot.com/\x26vt\x3d5339164314434841800', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Pharmácia de Serviço

Há remédio para tudo ... pharmaciadeservico_at_gmail.com

Faltava esta...!!!


Esta perna da tripeça da geringonça - que umas vezes está na geringonça, outras vezes não - vem fazer-se de muito indignada por, diz ela, o governo já ter explicado onde está o dinheiro do revita - ou seja, não está, pelos vistos - mas as entidades privadas não terem ainda revelado onde está o dinheiro que receberam...
Esquece-se a senhora que curiosamente há entidades privadas e entidades privadas.
E que há entidades privadas - em especial as Misericórdias (...sempre a Igreja a meter o bedelho, irra...!!!)  que têm acorrido e ocorrido em primeira linha às imediatas necessidades das populações, sob pena de estas ficarem sem qualquer auxílio.
E que não é verdade que o Estado controle melhor estes auxílios porque pelos vistos até à data ainda não auxiliou nada.
E que quem utilizou a tragédia para prometer doações ou fazer campanhas de angariação deve agora entregar o que lhe foi dado. É mais que evidente. Caso o não faça, tal deve ser devidamente investigado.
Mas nada disso tem a ver com aquelas entidades que há mais de 500 anos fazem aquilo que o Estado não fez nem faz: obras de misericórdia...

Caso a perna da tripeça ainda tenha dúvidas - e para não andar a verter mais aleivosias - está aqui tudo explicadinho... Mas não venha mais com a historia de que o Estado é que geriria bem todo este dinheiro...
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »
| Next »

» Enviar um comentário